🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
ACORDO ENCAMINHADO?

UBS faz oferta de até US$ 1 bilhão para compra do Credit Suisse, diz jornal; transação pode ser fechada ainda hoje

Segundo o Financial Times, o acordo é costurado pelo BC da Suíça e pode resultar na maior combinação bancária da Europa desde a crise de 2008

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
19 de março de 2023
10:01 - atualizado às 12:16
Crise Credit Suisse
Imagem: Montagem: Beatriz Azevedo

Depois de ser ameaçado pela possível entrada de um forte concorrente na disputa pelo Credit Suisse, o UBS decidiu acelerar as negociações e fez uma oferta de até US$ 1 bilhão pelo rival na manhã deste domingo (19), segundo informações do Financial Times.

Já circulavam pela imprensa desde ontem rumores de que o UBS estaria cada vez mais próximo de fechar um acordo para ficar com os ativos do Credit.

Agora, ainda segundo o FT, a instituição financeira decidiu precificar a oferta em 0,25 francos suíços por ação a serem pagos em papéis do UBS. Vale destacar que as ações do Credit Suisse fecharam em 1,86 francos suíços na última sexta-feira (17).

Apesar da diferença entre a cotação e o preço oferecido pelo banco — que representaria um desconto de 86,56% nas ações —, fontes ouvidas pela Dow Jones Newswires indicam que o negócio pode ser fechado ainda hoje.

BC do país costura acordo

A transação é costurada pelo próprio Banco Central da Suíça (SNB) e pela Autoridade Supervisora do Mercado Financeiro Suíço (FINMA).

O objetivo com a união das duas maiores financeiras do país — no que seria a maior combinação bancária da Europa desde a crise de 2008 — é evitar que as dificuldades enfrentada pelo Credit contaminem todo o setor.

Para isso, as autoridades monetária estão dispostas a alterar as leis suíças que exigem a aprovação dos acionistas em transações do tipo.

Procurados pelo Financial Times, o SNB, a FINMA, o Credit Suisse e o UBS optaram por não comentar o tema.

  • Já sabe como declarar seus investimentos no Imposto de Renda 2023? O Seu Dinheiro elaborou um guia exclusivo onde você confere as particularidades de cada ativo para não errar em nada na hora de se acertar com a ReceitaClique aqui para baixar o material gratuito.

Qual é a situação atual do Credit Suisse?

Vale relembrar que o Credit Suisse conseguiu um fôlego adicional com o anúncio de que o Banco Central do país forneceu uma linha de crédito de US$ 54 bilhões (R$ 285 bilhões).

Em comunicado conjunto, o BC e o órgão regulador do país afirmam que o Credit possui capital e liquidez para honrar o empréstimo.

O “PIX” emergencial veio depois que o principal acionista do Credit Suisse, o Saudi National Bank (SNB), se negou a ampliar a ajuda ao banco. O grupo saudita alega que não pode aumentar a participação na instituição, que já beira o limite estabelecido pelo regulador de 10%.

A notícia fez as ações do banco suíço recuperarem parte das perdas registradas nos últimos dias.. Porém, a alegria do Credit Suisse pode não durar muito. 

Isso porque o Banco Central Europeu (BCE) elevou os juros em 0,50 ponto percentual na última quinta-feira (16), frustrando as expectativas de que BCs pelo mundo poderiam reduzir o ritmo do aperto monetário ganhou ainda mais força com a quebra do Silicon Valley Bank (SVB), no final de semana.

Além disso, há temores de que o Federal Reserve (Fed, o Banco Central norte-americano) também suba os juros em meio ponto percentual na reunião da semana que vem.

Compartilhe

EL PELUCA

Seis meses de Javier Milei: como está a Argentina hoje para o investidor — e para o viajante — após novo presidente assumir? 

22 de maio de 2024 - 6:20

Desde que assumiu, Milei colecionou algumas vitórias e derrotas no seu primeiro semestre de gestão; conheça algumas delas e saiba se a Argentina ainda é um destino turístico atrativo, do ponto de vista financeiro

NÃO DEIXOU BARATO

Na mira de Xi Jinping: China impõe sanções à Boeing e mais duas empresas dos EUA por venda de armas a Taiwan

20 de maio de 2024 - 19:22

A medida é a mais recente de uma série de sanções anunciadas pelo Gigante Asiático nos últimos anos contra companhias pelo fornecimento de armamento a Taipé

INTERNACIONAL

Presidente do Irã morre em queda de helicóptero; aiatolá já decidiu quem será o sucessor

20 de maio de 2024 - 7:53

Além de Ebrahim Raisi, seu ministro das Relações Exteriores e mais 7 pessoas morreram no incidente, ocorrido no norte do Irã

LOBBY DE BANCOS

CEO do JP Morgan levou outros presidentes de bancos para pressionar Federal Reserve por normas mais frouxas

19 de maio de 2024 - 16:47

Agora, o Fed e dois outros reguladores querem um novo plano, que reduziria o aumento obrigatório de capital — de quase 20% — para os maiores bancos dos EUA

NO ORIENTE MÉDIO

Membro do gabinete de Guerra de Israel ameaça pedir demissão caso não haja plano para conflito em Gaza

19 de maio de 2024 - 14:55

Benny Gantz reconheceu o impacto prejudicial que a guerra está tendo sobre os civis, mas insistiu que a “decisividade” é necessária

NO ORIENTE MÉDIO

Helicóptero que levava presidente e ministros do Irã faz pouso forçado; equipes tentam acessar o local

19 de maio de 2024 - 13:23

Houve registro de chuva forte e neblina com algum vento, o que poderia ter causado uma instabilidade na aeronave

SÓ UMA PROMESSA?

Vai fechar o banco central, Milei? A nova declaração do presidente da Argentina sobre o futuro do BC do país

17 de maio de 2024 - 18:45

O presidente argentino está na Espanha e deu diversas declarações polêmicas a um público que o aplaudiu calorosamente; veja o que mais ele disse

O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

16 de maio de 2024 - 18:37

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

UM SUSPIRO

Os juros continuarão altos nos EUA? Inflação de abril traz alívio, mas Fed ainda tem que tirar as pedras do caminho

15 de maio de 2024 - 14:54

O índice de preços ao consumidor norte-americano de abril desacelerou para 3,4% em base anual assim como o seu núcleo; analistas dizem o que é preciso agora para convencer o banco central a iniciar o ciclo de afrouxamento monetário por lá

DESINFLAÇÃO ACELERADA

Boas notícias para Milei: Argentina tem inflação de um dígito e Banco Central promove corte de juros maior que o esperado

15 de maio de 2024 - 10:19

Os preços tiveram alta de 8,8% em abril, em linha com o esperado pelo mercado, que estimavam um avanço de preços entre 8% e 9%

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar