🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
STARTUPS EM APUROS?

Entenda o caso do SVB Financial, banco do Vale do Silício que está espalhando ondas de choque pelos mercados globais

Depois de registrar perda de US$ 1,8 bilhão com liquidação de títulos, SVB tenta levantar US$ 2,25 bilhões

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
10 de março de 2023
11:17 - atualizado às 11:19
corrida bancária no SVB Financial Group
SVB Financial Group - Imagem: Reprodução/LinkedIn

As ações de empresas do setor financeiro amanheceram em queda ao redor do mundo nesta sexta-feira. O motivo é a crise - revelada na véspera - do SVB Financial, um banco conhecido por financiar empresas cujos riscos são considerados elevados demais por atores mais tradicionais do setor.

O SVB, sigla para Silicon Valley Bank, é considerado fundamental pelas startups de tecnologia. Além de fornecer serviços bancários tradicionais, ele já entrou com bilhões e bilhões de dólares em capital de risco para projetos e empresas.

A trajetória do SVB Financial teve início há 40 anos. Ao longo das décadas, a proximidade com o setor de tecnologia tornou o banco particularmente sensível aos ciclos de alta e baixa do setor.

E essa situação ganhou uma nova amostra de ontem para hoje.

O que aconteceu com o SVB Financial

O SVB viu-se forçado a liquidar títulos, descarregando US$ 21 bilhões em suas participações em empresas. A liquidação resultou em perda de US$ 1,8 bilhão.

Paralelamente, o banco anunciou a necessidade de levantar US$ 2,25 bilhões para tapar o buraco. Quase imediatamente, a General Atlantic se dispôs e entrar com US$ 500 milhões.

Diante dos desdobramentos, a ação da SVB derreteu 60% no Nasdaq na quinta-feira e chegou a cair mais de 40% no pré-mercado em Wall Street nesta sexta-feira antes de se estabilizar.

Momento delicado para startups de tecnologia

Os problemas com o SVB Financial ocorrem em um momento particularmente delicado para as empresas do Vale do Silício.

A atividade de negócios de capital de risco caiu mais de 30% em 2022, para US$ 238 bilhões, de acordo com a PitchBook.

Embora essa ainda seja uma cifra historicamente elevada, a escassez de ofertas públicas iniciais e a queda contínua nas avaliações de empresas que já foram grandes sugerem mais problemas pelo caminho em 2023.

  • Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

Força estabilizadora

Por se tratar de um grande banco regulamentado, o SVB costuma ser visto como uma força estabilizadora no mercado de venture capital. No entanto, suas últimas manobras financeiras estão despertando o alarme entre a base de clientes da empresa.

“Psicologicamente, é um golpe porque todo mundo percebe como as coisas podem ser frágeis”, disse Scott Orn, chefe operacional da Kruze Consulting, empresa que assessora startups com serviços tributários, contábeis e de recursos humanos.

Em entrevista à CNBC, Orn qualificou o SVB como uma “jóia da coroa do Vale do Silício” e uma “marca forte” e manifestou a expectativa de que o banco supere as dificuldade, mas não descartou a possibilidade de que venha a ser adquirido por uma instituição financeira maior.

Para seus clientes, que chegam às centenas, a crise pode resultar em crédito mais caro no futuro. “Perder um importante financiador do mercado de dívida de risco pode aumentar o custo dos fundos”, disse Orn.

Queima de caixa por clientes impactou SVB

A crise enfrentada pelas startups tecnológicas tem levado as empresas a queimarem caixa. E há sinais de que isso tenha impactado consideravelmente a quantidade de recursos depositados no banco.

De acordo com um relatório financeiro intermediário, um dos principais problemas enfrentados pelo banco tem a ver com a quantidade de dinheiro que seus clientes estão gastando.

O total de depósitos de clientes acumula cinco trimestres de queda apesar da desaceleração no investimento de risco.

“O consumo de caixa do cliente permanece aproximadamente duas vezes maior do que os níveis anteriores a 2021 e não se ajustou ao ambiente de captação de recursos mais lento”, informa o SVB.

Em janeiro, o SVB projetava que os depósitos médios para o primeiro trimestre ficassem entre US$ 171 bilhões e US$ 175 bilhões. Essa previsão agora caiu para entre US$ 167 bilhões e US$ 169 bilhões.

Ao mesmo tempo, o SVB espera que os clientes continuem queimando caixa praticamente na mesma velocidade do último trimestre de 2022.

O que esperar do SVB a partir de agora

Analistas da DA Davidson escreveram em um relatório na quinta-feira que, em termos de gastos, “as empresas não se ajustaram ao ambiente de captação de recursos mais lento”. A casa de análise tem uma classificação neutra para as ações da SVB.

A agência de classificação de risco S&P baixou sua classificação do SVB de BBB para BBB-, apenas um degrau acima de sua classificação de calote.

Na quarta-feira, a Moody's cortou a nota do banco de A3 para Baa1, refletindo "a deterioração das condições de financiamento, liquidez e lucratividade do banco, o que levou o SVB a anunciar ações para reestruturar seu balanço".

No mercado, a preocupação de momento é com um potencial efeito de contágio.

*Com informações da CNBC.

Compartilhe

SÓ UMA PROMESSA?

Vai fechar o banco central, Milei? A nova declaração do presidente da Argentina sobre o futuro do BC do país

17 de maio de 2024 - 18:45

O presidente argentino está na Espanha e deu diversas declarações polêmicas a um público que o aplaudiu calorosamente; veja o que mais ele disse

O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

16 de maio de 2024 - 18:37

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

UM SUSPIRO

Os juros continuarão altos nos EUA? Inflação de abril traz alívio, mas Fed ainda tem que tirar as pedras do caminho

15 de maio de 2024 - 14:54

O índice de preços ao consumidor norte-americano de abril desacelerou para 3,4% em base anual assim como o seu núcleo; analistas dizem o que é preciso agora para convencer o banco central a iniciar o ciclo de afrouxamento monetário por lá

DESINFLAÇÃO ACELERADA

Boas notícias para Milei: Argentina tem inflação de um dígito e Banco Central promove corte de juros maior que o esperado

15 de maio de 2024 - 10:19

Os preços tiveram alta de 8,8% em abril, em linha com o esperado pelo mercado, que estimavam um avanço de preços entre 8% e 9%

UM PRATO QUE SE COME FRIO

A vingança da China: EUA impõem pacote multibilionário de tarifas a carros elétricos chineses e Xi Jinping quer revanche

14 de maio de 2024 - 20:03

O governo chinês disse que o país tomaria medidas resolutas para defender os seus direitos e interesses e instou a administração Biden a “corrigir os seus erros”

VIVA EL DÓLAR

Vitória para Milei: FMI anuncia novo acordo para desembolsar quase US$ 1 bi em pacote de ajuda à Argentina

13 de maio de 2024 - 15:00

Segundo o fundo, a Argentina apresenta “desempenho melhor que o esperado”, com queda na inflação, reconstrução da credibilidade, programas de consolidação fiscal, entre outros

ESCOLHA A FRANÇA

Em busca de capital estrangeiro, Macron atrai gigantes como Amazon para impulsionar investimentos na França

12 de maio de 2024 - 17:03

O presidente francês garantiu investimentos da Amazon, Pfizer e Astrazeneca, enquanto Morgan Stanley prometeu adicionar empregos no país

TECNOLOGIA EM FOCO

Guerra dos chips: Coreia do Sul anuncia pacote de mais de US$ 7 bilhões para a indústria de semicondutores

12 de maio de 2024 - 13:02

O ministro das Finanças sul-coreano, Choi Sang-mok, disse que o programa poderia incluir ofertas de empréstimos e a criação de um novo fundo

XI JINPING QUE SE CUIDE

A fúria de Biden contra a China: EUA preparam tarifaço sobre carros elétricos e energia solar — nem equipamentos médicos vão escapar

10 de maio de 2024 - 19:58

O anúncio completo, previsto para terça-feira (14), deve manter as tarifas existentes sobre muitos produtos chineses definidas pelo ex-presidente norte-americano, Donald Trump

FORA DO FRONT

Uma resposta a Israel? Assembleia da ONU aprova por maioria esmagadora mais direitos aos palestinos

10 de maio de 2024 - 18:50

O projeto de resolução também apela ao Conselho de Segurança que reconsidere favoravelmente o pedido dos palestinos para a adesão plena à organização

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar