🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
A GUERRA DE PUTIN

Ucrânia exige reunião emergencial na ONU após acordo sobre armas nucleares da Rússia

Os Estados Unidos disseram que iriam “monitorar as implicações” do anúncio de Putin mas que, até agora, não viu “nenhuma indicação de que a Rússia está se preparando para usar uma arma nuclear”

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de março de 2023
15:03
A Ucrânia solicitou uma reunião de emergência da ONU para tratar do arsenal nuclear russo
Imagem: ONU

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia convocou neste domingo reunião de emergência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para "combater a chantagem nuclear do Kremlin" um dia depois de o presidente russo, Vladimir Putin, revelar seus planos de armazenar armas atômicas táticas na Bielorrusia (ou Belarus).

"A Ucrânia espera uma ação efetiva do Reino Unido, China, Estados Unidos e França para combater a chantagem nuclear do Kremlin, inclusive como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, que tem uma responsabilidade especial de prevenir ameaças de agressão usando armas nucleares", diz o comunicado do governo ucraniano. As informações são da Associated Press

"O mundo deve se unir contra alguém que põe em perigo o futuro da civilização humana", acrescentou. A Rússia fez a primeira ofensiva militar contra a Ucrânia em fevereiro de 2022 e o conflito não dá sinais de que terá um fim tão cedo. 

Moscou, por sua vez, disse que agiu em resposta ao crescente apoio militar do Ocidente à Ucrânia. No comunicado de ontem da Rússia sobre o arsenal nuclear na Bielorrusia, o Kremlin enfatizou que o armazenamento de armas atômicas no país não feria o compromisso com o tratado de não proliferação de artilharias do tipo.

  • Você investe em ações, renda fixa, criptomoedas ou FIIs? Então precisa saber como declarar essas aplicações no seu Imposto de Renda 2023. Clique aqui e acesse um tutorial gratuito, elaborado pelo Seu Dinheiro, com todas as orientações sobre o tema. 

ONU diz que Rússia tomou país como “refém nuclear”

Pelo Twitter, Oleksiy Danilov, secretário do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia, comentou que o anúncio de Putin foi "um passo para a desestabilização interna" de Belarus que maximizou "o nível de percepção negativa e rejeição pública" da Rússia e de Putin na sociedade bielorrussa.

O Kremlin, acrescentou Danilov, "tomou Belarus como refém nuclear". Tanto o apoio de Lukashenko à guerra quanto os planos de Putin de estacionar armas nucleares táticas na Belarus foram denunciados pela oposição.

EUA e Alemanha se pronunciam

Os Estados Unidos disseram que iriam "monitorar as implicações" do anúncio de Putin. Até agora, Washington não viu "nenhuma indicação de que a Rússia está se preparando para usar uma arma nuclear", disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Adrienne Watson.

Na Alemanha, o Ministério das Relações Exteriores chamou as declarações de Putin de "mais uma tentativa de intimidação nuclear", informou a agência de notícias alemã DPA. A pasta disse ainda que "a comparação feita pelo presidente russo com a participação nuclear da Otan é enganosa e não pode ser usada para justificar o passo anunciado pela Rússia".

*Com informações do Broadcast 

Compartilhe

TROPA NA RUA

Acabou para Maduro? Venezuela vive dias “quentes” antes de eleição que será teste de fogo para o chavista

23 de julho de 2024 - 19:58

Faltando poucos para a eleição de domingo (28), o presidente venezuelano trabalha mais arduamente do que nunca para reforçar a lealdade das Forças Armadas

KAMALAMANIA?

Kamala Harris já dispõe de apoio suficiente entre os democratas, mas ainda tem um caminho a percorrer até ser a candidata oficial do partido

23 de julho de 2024 - 10:42

Candidatura de Kamala Harris precisa ser ratificada pelos delegados do Partido Democrata, o que só deve acontecer em agosto

"EU TE AMO"

Discurso inesperado: Biden fala pela primeira vez após desistência; Harris também se pronuncia

22 de julho de 2024 - 19:57

Biden convocou uma reunião de campanha para agradecer à sua equipe pelo trabalho árduo e para reforçar o apoio à campanha presidencial de Harris

WOMAN POWER

É histórico: Kamala Harris arrecada mais de US$ 100 milhões para o partido menos de 24 horas após Biden desistir da reeleição

22 de julho de 2024 - 19:02

A possibilidade de a vice presidente dos EUA se tornar a candidata democrata canaliza uma enorme quantidade de recursos para os democratas enfrentarem Trump em novembro

ELEIÇÕES NOS EUA

A euforia com Trump vai durar? Os 5 fatores que podem fazer a onda vermelha se tornar um tsunami sobre os mercados

22 de julho de 2024 - 18:46

O estrategista-chefe do UBS Investment Bank listou os pontos de atenção para os investidores em caso de vitória do republicano em novembro

ELEIÇÕES NOS EUA

Como Kamala Harris pode complicar a vida de Donald Trump na disputa pela Casa Branca

22 de julho de 2024 - 10:06

Ao desistir da reeleição, Joe Biden endossou candidatura de sua vice, Kamala Harris, à presidência dos Estados Unidos

ELEIÇÕES NOS EUA

Não deu para Biden: presidente dos EUA cede à pressão e desiste da reeleição — saiba o que acontece daqui para frente 

21 de julho de 2024 - 15:44

No que depender de Biden, sua vice Kamala Harris deve ser o nome do partido para enfrentar Donald Trump nas urnas em 5 de novembro; Trump se manifesta sobre a desistência

ATUALIZANDO O PORTFÓLIO

Por que Warren Buffett decidiu vender US$ 1,48 bilhão em ações de um bancão norte-americano

20 de julho de 2024 - 17:48

A Berkshire Hathaway vendeu cerca de 33,9 milhões de ações desta instituição financeira em diversas transações nesta semana

MELHORES MOMENTOS GIRO DO MERCADO

Trump mais vivo do que nunca: os impactos no dólar, cripto e juros — e os principais riscos da provável vitória do republicano 

19 de julho de 2024 - 18:14

Donald Trump saiu do atentado do último sábado mais vivo do que nunca. Agora, se já não era antes, o republicano é o nome mais forte na corrida e provavelmente voltará a ocupar a Casa Branca — e os mercados já estão tentando prever os impactos disso.  A percepção de que o ex-presidente saiu ganhando […]

ELEIÇÕES NOS EUA

Pseudoconciliação e promessa de deportação em massa: o que você precisa saber sobre o último discurso de Trump

19 de julho de 2024 - 11:10

Donald Trump discursou no fim da noite de quinta-feira ao aceitar a indicação do Partido Republicano para concorrer à presidência dos EUA em novembro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar