🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
MÃO AMIGA

Credit Suisse ressurge com “PIX” bilionário do Banco Central suíço e busca comprador — que pode ser brasileiro

Linha de crédito faz as ações do Credit Suisse dispararem hoje; Rumores dão conta de que o J. Safra Sarasin, controlado pela família do grupo brasileiro, está entre os interessados no banco

Renan Sousa
Renan Sousa
16 de março de 2023
11:33 - atualizado às 16:28
Fachada do Credit Suisse, que gere fortunas e fundos imobiliários, como o HGLG11, no Brasil
Fachada do Credit Suisse - Imagem: Shutterstock

Em meio a uma longa crise que ganhou contornos dramáticos, o Credit Suisse conseguiu um fôlego adicional com o anúncio de que o Banco Central do país forneceu uma linha de crédito de US$ 54 bilhões (R$ 285 bilhões). A notícia fez as ações do banco suíço dispararem até 40% nas primeiras horas desta quinta-feira (16).

Mas o movimento perdeu força ao longo da manhã e, por volta das 11h, os papéis avançavam “apenas” 20%. Em comunicado conjunto, o Swiss National Bank e o órgão regulador do país afirmam que o Credit possui capital e liquidez para honrar o empréstimo.

O “PIX” do BC suíço veio depois que o principal acionista do Credit Suisse, o Saudi National Bank (SNB), se negou a ampliar a ajuda ao banco.

O grupo saudita alega que não pode aumentar a participação na instituição, que já beira o limite estabelecido pelo regulador de 10%. A notícia fez as ações do Credit Suisse desabarem mais de 20% ontem.

  • Você investe em ações, renda fixa, criptomoedas ou FIIs? Então precisa saber como declarar essas aplicações no seu Imposto de Renda 2023. Clique aqui e acesse um tutorial gratuito, elaborado pelo Seu Dinheiro, com todas as orientações sobre o tema. 

Credit suisse pode virar “brasileiro”?

A dúvida agora é sobre o futuro do Credit Suisse. A expectativa é que o banco seja vendido para um concorrente. Até agora, o nome mais falado é o do também suíço UBS.

Mas nas últimas horas um nome brasileiro surgiu entre os interessados. O J. Safra Sarasin, controlado pela família do grupo brasileiro, poderia ficar com o Credit Suisse, de acordo com os rumores de mercado.

As conversas, inclusive, teriam começado no fim do ano passado. Procurado, o Safra não comentou o assunto até a publicação desta matéria.

VEJA TAMBÉM - 'PIX' da Receita Federal? O passo a passo de como aumentar sua restituição do Imposto de Renda; veja

Juros na Europa podem atrapalhar a festa

O apoio do BC suíço praticamente apagou as perdas do último pregão. Porém, a alegria do Credit Suisse pode não durar muito. 

Isso porque no meio da manhã desta quinta-feira o Banco Central Europeu (BCE) elevou os juros em 0,50 ponto percentual em meio a uma crise bancária que ronda as instituições financeiras da Europa e dos Estados Unidos. 

A discussão de que os Bancos Centrais pelo mundo poderiam reduzir o ritmo do aperto monetário ganhou ainda mais força com a quebra do Silicon Valley Bank (SVB), no final de semana. Os problemas enfrentados pelo Credit Suisse engrossaram o coro de que o BCE deveria subir os juros em 0,25 ponto.Mas não foi o que aconteceu.

Apesar das ações do Credit Suisse conseguirem manter o viés positivo, as bolsas em Nova York inverteram o sinal e passaram a cair, com medo de que o Federal Reserve (Fed, o Banco Central norte-americano) também suba os juros em meio ponto percentual na reunião da semana que vem.

Compartilhe

AVERSÃO AO RISCO NO RADAR

Dólar mais forte e juros longos mais altos? Como o mercado vai reagir ao atentado contra Trump

14 de julho de 2024 - 13:55

Mercado deve reagir a atentado contra Trump com aversão ao risco e temores fiscais com perspectiva de vitória do republicano

SEM ANTECEDENTES

O que se sabe até agora sobre o homem identificado como suspeito de atirar em Donald Trump

14 de julho de 2024 - 11:04

De acordo com FBI, o atentado contra Trump foi promovido por um jovem de 20 anos de idade que morava a cerca de uma hora de estrada do local do ataque

ELEIÇÕES NOS EUA

Financiadores de campanha endossam candidatura de Trump após atentado, inclusive um tradicional apoiador dos democratas

14 de julho de 2024 - 9:02

Em meio a mensagens de solidariedade a Trump, Elon Musk foi o primeiro financiador de grande porte a endossar a candidatura do republicano

ELEIÇÕES NOS EUA

Duas pessoas morrem em ataque a comício de Donald Trump nos EUA

13 de julho de 2024 - 20:44

As informações disponíveis ainda são desencontradas, mas imagens mostram Trump com sangue no lado direito do rosto

HERESIA?

Libertário Milei anuncia intervenção no câmbio em tentativa desesperada de frear alta do dólar na Argentina

13 de julho de 2024 - 18:59

Governo de Javier Milei pretende vender dólares no mercado paralelo a partir de segunda-feira para “esterilizar” emissão equivalente de pesos nas transações cambiais

Aperta o play!

Como investir no exterior com real fraco, eleições pelo mundo e iminência de corte de juros nos Estados Unidos

13 de julho de 2024 - 11:00

Com bolsas americanas batendo recordes, incertezas sobre o Fed e eleição batendo à porta nos EUA, João Piccioni, responsável pela Empiricus Gestão, fala sobre como posicionar a parcela dolarizada da carteira

INVESTIMENTOS NO EXTERIOR

Nvidia não é a favorita: Itaú BBA recomenda cinco ações do setor de tecnologia para aproveitar a “liquidação” das bolsas dos EUA

12 de julho de 2024 - 19:20

Para o time de análise de tecnologia do banco, os fundamentos permanecem fortes em muitos nichos dentro do setor de tech

PREÇOS VOLTARAM A SUBIR

A magia de Milei acabou? Inflação na Argentina interrompe sequência de quedas e já supera os 270% em um ano

12 de julho de 2024 - 17:11

O avanço foi puxado pelo aumento nas tarifas de electricidade, gás e aluguéis residenciais

O JOGO NÃO ESTÁ GANHO

Não tem nada garantido: o “vilão” que pode impedir o BC dos EUA de cortar os juros em setembro

12 de julho de 2024 - 16:11

As apostas no afrouxamento da política monetária em setembro saíram da casa dos 70% para 96% nesta sexta-feira (12), depois de uma semana cheia de sinais sobre o futuro da política monetária da maior economia do mundo, mas esse jogo ainda não está ganho

BOJ EM AÇÃO?

A possível intervenção do governo japonês no iene que impediu a queda no preço do dólar no Brasil

12 de julho de 2024 - 9:24

A diferença entre o dólar e o iene criou uma oportunidade de negociação altamente lucrativa chamada carry trade

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar