🔴 +30 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – ACESSE GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
BALANÇO DO 4T22

Sem crise: Renner (LREN3) mais que dobra o lucro em 2022 e continua com mais de R$ 3 bilhões no caixa

A Renner fechou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 481 milhões, alta de 15,9% em relação ao mesmo período de 2021

Victor Aguiar
Victor Aguiar
16 de fevereiro de 2023
18:56 - atualizado às 10:18
Fachada de unidade da Lojas Renner (LREN3)
Fachada de unidade da Lojas Renner (LREN3) - Imagem: Divulgação

O setor de varejo passa por um momento sensível no Brasil: há o caso óbvio da recuperação judicial da Americanas, mas outras empresas do segmento — como a Marisa e a Tok&Stok — também dão sinais de fragilidade financeira. Esse cenário de dificuldades, no entanto, parece estar bem longe da Renner (LREN3).

A gigante do setor de vestuário reportou há pouco o seu balanço referente ao quarto trimestre de 2022, e dá a entender que tudo vai muito bem, obrigado: o lucro líquido chegou a R$ 1,291 bilhão neste ano, mais que o dobro dos R$ 633,1 milhões registrados em 2021.

Apenas no período de outubro a dezembro do ano passado, o lucro da Renner totalizou R$ 481,8 milhões, um aumento de 15,9% na base anual. E isso tudo mesmo em meio a um crescimento tímido na receita total, de 3,7%, a R$ 4,01 bilhões; no consolidado de 2022, a receita saltou 25,5%, a R$ 13,2 bilhões.

As boas notícias, no entanto, não vêm só das linhas de lucro e receita. Tão importante quanto: a Renner gerou R$ 310 milhões de caixa livre no quarto trimestre. Com isso, a empresa fortaleceu ainda mais a sua liquidez — ao fim de dezembro, a posição de caixa e equivalentes era de R$ 3,5 bilhões.

Ou seja: enquanto o setor de varejo atravessa uma onda de incerteza quanto à capacidade de as empresas honrarem seus compromissos financeiros, a Renner vê tudo de longe — e tem dinheiro de sobra para afastar qualquer dúvida.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

Renner (LREN3): operacional e financeiro

Em seu release de resultados, a Renner (LREN3) destaca que o quarto trimestre como um todo teve alguns fatores atípicos que afetaram negativamente as vendas: a Copa do Mundo reduziu o fluxo de clientes nos shoppings, as temperaturas mais baixas que o normal, o cenário macroeconômico mais difícil, com juros e inflação elevados.

Dito isso, dezembro foi mais forte que os outros dois meses do trimestre, com as vendas relacionadas ao Natal ficando em linha com as expectativas da companhia. As vendas no critério mesmas lojas (SSS) recuaram 2,5%, mas, ainda assim, a receita líquida total do grupo ficou ligeiramente acima em relação ao visto no mesmo período de 2021.

Analisando apenas o quarto trimestre: dos R$ 4,01 bilhões de receita líquida, R$ 3,54 bilhões vieram da venda de mercadorias (-0,5% na base anual), enquanto outros R$ 474,7 milhões foram obtidos com serviços diversos (+50,7%).

Chama a atenção, no entanto, o comportamento da linha de custos, que teve um leve recuo de 0,3% em relação ao quarto trimestre de 2021, para R$ 1,6 bilhão; as despesas operacionais cresceram 2,2%, a R$ 1,78 bilhão, mas, ainda assim, mostraram uma expansão menor que a das receitas.

Portanto, houve um ganho de eficiência no trimestre, o que se reflete diretamente no Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização): a linha ficou em R$ 884,5 milhões, alta de 17% em um ano. As margens reportadas entre outubro e dezembro também evidenciam essa melhora no ambiente operacional:

  • Margem bruta do varejo: 55,7% (+0,7 p.p.)
  • Margem Ebitda total ajustada: 25,8% (+4 p.p.)
  • Margem líquida: 13,6% (+1,9 p.p.)

Muito dinheiro no bolso

Para além das métricas operacionais e financeiras, o fluxo de caixa da Renner (LREN3) também deve ser motivo de comemoração entre os investidores: a empresa fechou o trimestre com uma geração de caixa de R$ 309,7 bilhões; considerando apenas o dinheiro produzido com as operações, o saldo foi positivo em R$ 1 bilhão.

Com isso, a Renner conseguiu fortalecer a sua posição de liquidez, fechando o ano com R$ 3,5 bilhões em caixa e equivalentes. E como a dívida bruta da companhia é de R$ 2,4 bilhões, chega-se a uma rara posição de caixa líquido de R$ 1,1 bilhões no segmento de varejo.

Vale ressaltar que muito dessa tranquilidade se deve a uma oferta de ações feita em 2021 que injetou quase R$ 4 bilhões no caixa da companhia; à época, especulava-se que a Renner poderia adquirir algum rival ou partir para uma estratégia de crescimento inorgânico no front online.

Mas, pelo menos até agora, a Renner não fez absolutamente nada com o dinheiro captado — apenas o manteve no caixa e deu continuidade ao crescimento orgânico, em paralelo ao fortalecimento de seu e-commerce. E, no atual contexto de crise, essa parece ter sido uma decisão acertada.

Compartilhe

REPERFILAMENTO

Casas Bahia (BHIA3) negocia com bancos e consegue mais prazo para pagar R$ 1,5 bilhão em dívidas

29 de fevereiro de 2024 - 19:34

O acordo ainda precisa do sinal verde dos credores, mas, se aprovado, estenderá o vencimento de 69% do endividamento da companhia

VAREJO EM ALTA

Lucro ajustado da C&A (CEAB3) quase dobra e ações saltam 5% após balanço; o que analistas esperam da varejista?

29 de fevereiro de 2024 - 15:06

Os investidores não olharam muito para o lucro líquido real no último trimestre de 2023, que recuou 20,8% em relação ao mesmo período de 2022, a R$ 168,7 milhões

LAVAGEM VERDE?

Por que a unidade da JBS (JBSS3) nos EUA entrou na mira da procuradora que processou Trump

29 de fevereiro de 2024 - 13:20

O processo acontece no momento em que a gigante das carnes brasileira se organiza para listar suas ações em Nova York

RESSACA ARGENTINA

Como o “efeito Milei” fez o lucro da Ambev (ABEV3) ficar abaixo do esperado no 4T23; ações reagem em forte queda na B3

29 de fevereiro de 2024 - 10:08

Impacto do câmbio na Argentina, onde a Ambev é dona da tradicional marca Quilmes, afetou o lucro da cervejaria no quarto trimestre

A JÚNIOR DA VEZ

Prio (PRIO3) fará aumento de capital de R$ 2 bilhões; saiba para onde irão os recursos e o que muda para o acionista

28 de fevereiro de 2024 - 19:44

Na esteira da proposta de fusão de 3R e PetroRecôncavo, o conselho de administração da Prio autorizou a operação de olho na movimentação de pares do setor

ATENÇÃO, ACIONISTAS

Ultrapar (UGPA3) vai pagar mais de R$ 439 milhões em dividendos; veja quem terá direito ao provento

28 de fevereiro de 2024 - 19:21

A empresa vai depositar a soma, que equivale a R$ 0,40 por ação ordinária, no próximo mês, em 15 de março

SOB NOVA DIREÇÃO

Dança das cadeiras entre Suzano (SUZB3) e Rumo (RAIL3) dá novo CEO à gigante do papel e celulose

28 de fevereiro de 2024 - 19:07

Walter Schalka, atual presidente da Suzano, vai deixar o cargo e ser substituído pelo executivo que lidera a empresa de ferrovias e logística

MANDA E DESMANDA

A Vale (VALE3) é a dona do Brasil? Se depender de Lula, não. Declaração do petista esquenta o processo de sucessão da mineradora

28 de fevereiro de 2024 - 15:00

As ações da companhia operam com mais de 1% de queda na B3; saiba o que mais mexe com os papéis além da fala do presidente brasileiro

FIM DA LINHA

Apple cancela projeto de 10 anos de carro elétrico; agora fabricante do iPhone quer investir em IA

28 de fevereiro de 2024 - 14:02

Após dez anos investindo em iniciativa para produção de carros elétricos, a Apple apagou as luzes e desligou as máquinas. A fabricante do iPhone encerrou o projeto, que era visto como inovador no setor automotivo. Apesar de a companhia nunca ter confirmado publicamente sobre os esforços na produção de veículos elétricos, em abril de 2017 […]

DESTAQUES DA BOLSA

IRB Re de castigo: por que as ações IRBR3 estão sendo punidas após a reversão do prejuízo em lucro em 2023?

28 de fevereiro de 2024 - 12:36

Os papéis da resseguradora lideram as perdas do Ibovespa nesta quarta-feira (28) e já chegaram a entrar em leilão duas vezes

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies