🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Dá o play!

O pesadelo grande de Lemann e o que esperar da recuperação judicial da Americanas (AMER3)

No podcast Touros e Ursos desta semana, os “dividendos negativos” do escândalo na companhia para seus principais sócios e os próximos passos da RJ

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
21 de janeiro de 2023
8:00 - atualizado às 16:42
Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, bilionários acionistas da Americanas (AMER3)
Carlos Alberto Sicupira, Jorge Paulo Lemann e Marcel Herrmann Telles, acionistas da Americanas (AMER3) - Imagem: Shutterstock/Ambev/Seu Dinheiro - Montagem Brenda Silva

Pouco mais de uma semana depois da divulgação de inconsistências contábeis bilionárias no seu balanço, a Americanas (AMER3) entrou com pedido de recuperação judicial, já aceito pela Justiça.

Será o quarto maior processo de RJ da história do país, com um valor estimado em R$ 43 bilhões em dívidas.

Além do impacto para acionistas - muitos dos quais, pessoas físicas - e credores, a recuperação judicial das Americanas deve ter grandes consequências sociais e econômicas, considerando os seus milhares de colaboradores e fornecedores, sem falar nos consumidores.

Em meio a esse verdadeiro terremoto no varejo e no mercado de capitais brasileiro, chama a atenção que, até agora, os principais sócios da companhia - que eram os controladores até meados de 2021 - ainda não tenham se manifestado.

O silêncio de Lemann, Telles e Sicupira

Inicialmente, Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira sinalizaram a possibilidade de fazer um aporte de R$ 6 bilhões na varejista, o que já foi considerado insuficiente por boa parte do mercado. E, depois disso, nada mais veio a público da parte do trio.

Primeira incursão dos empresários na “economia real”, a Americanas agora corre o risco de falir, prejudicando colaboradores, credores, fornecedores e acionistas minoritários.

  • Essa ação é a ‘queridinha’ dos analistas para 2023: com papéis baratos e grandes perspectivas de crescimento, é a melhor opção para buscar bons lucros na bolsa este ano. CONFIRA AQUI O TICKER.

Lemann, Telles e Sicupira não ficarão pobres por conta do escândalo, embora já tenham perdido mais de US$ 1 bilhão com a derrocada das ações AMER3. Mas dado o motivo da quebra da empresa - uma possível fraude contábil - e o histórico dos investimentos do grupo, a biografia dos admirados bilionários deve sair bastante arranhada.

O sonho grande transformado em pesadelo para o homem mais rico do Brasil e seus inseparáveis parceiros é o tema do podcast Touros e Ursos desta semana. Eu, Victor Aguiar e Vinícius Pinheiro falamos ainda sobre o que esperar para a RJ das Americanas, além de escolher nossos touros e ursos da semana. Para ouvir a íntegra, basta apertar o play!

VEJA TAMBÉM - Americanas não é o único fracasso de Lemann e sócios: veja outros 3 desastres na história do trio

Compartilhe

NÃO VAMOS DOBRAR A META?

Por que a Vamos (VAMO3) abandonou de vez o plano de atingir uma frota com 100 mil ativos até 2025

20 de fevereiro de 2024 - 19:50

A meta havia se tornado pública em entrevista concedida pelo CEO da empresa, Gustavo Couto, em meados do ano passado

CONFIRA O CRONOGRAMA

Weg (WEGE3) libera R$ 1,3 bilhão em dividendos extras e data de corte para ter direito à bolada está próxima

20 de fevereiro de 2024 - 19:07

O dinheiro sera depositado na mesma data em que os juros sobre o capital próprio anunciados em dezembro do ano passado

APÓS ENCONTRO COM A ADNOC

Petrobras (PETR4) compra ou vende uma fatia da Braskem (BRKM5)? CEO da estatal conta detalhes da conversa com árabes interessados na petroquímica 

20 de fevereiro de 2024 - 15:42

Jean Paul Prates reuniu-se na semana passada com o CEO da Abu Dhabi National Oil Company (Adnoc), uma das interessadas na petroquímica

JEAN PAUL PRATES REVELA

Petróleo subiu: a gasolina vai aumentar? Veja o que diz o presidente da Petrobras (PETR4)

20 de fevereiro de 2024 - 15:00

Segundo Jean Paul Prates, a discussão sobre eventuais reajustes está sempre no radar

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour de carrinho cheio: ação dispara quase 10% e lidera ganhos do Ibovespa após balanço. É hora de comprar ou vender CRFB3?

20 de fevereiro de 2024 - 13:15

Os papéis entraram em leilão três vezes por oscilação máxima permitida pela B3; a temperatura dos ganhos baixou, mas a varejista ainda aparece entre as cinco maiores altas do principal índice da bolsa brasileira

EM DIREÇÃO AO FUTURO

Sem efeitos colaterais? Como está o paciente da empresa de Elon Musk que implantou chip no cérebro

20 de fevereiro de 2024 - 12:20

Dispositivo desenvolvido por startup de Elon Musk, a Neuralink, deve permitir que seres humanos controlem computadores e celulares por meio do pensamento

O QUE VEM POR AÍ

Rombo ainda maior? Americanas (AMER3) adia de novo a divulgação do balanço e investidor vai ter que esperar para saber se a dívida cresceu

19 de fevereiro de 2024 - 19:56

A última vez que a varejista divulgou resultados financeiros foi em novembro do ano passado, quando a revisão dos balanços fraudados levou ao reconhecimento de prejuízos de bilhões

CONFIRA O CRONOGRAMA

Itaúsa (ITSA4) aprova R$ 3,1 bilhões em dividendos e vai depositar dinheiro na conta dos acionistas todo trimestre até 2025

19 de fevereiro de 2024 - 18:45

Os dividendos aprovados hoje pelo conselho de administração correspondem a R$ 0,3005 por ação e serão pagos em 8 de março

BIG TECHS

‘Similar a 1929’: as “Sete Magníficas” de tecnologia dos EUA já valem mais do que quase todas as bolsas do mundo; e agora?

19 de fevereiro de 2024 - 13:52

Situação é bastante similar à bolha pontocom, em 2000, e ao crash da Bolsa em 29, mas analistas defendem que cenário atual é mais sólido.

RELEMBRE A TRAJETÓRIA DE SUCESSO

Morre Abilio Diniz, empresário que transformou o Pão de Açúcar (PCAR3) em um gigante do varejo

18 de fevereiro de 2024 - 22:00

Diniz estava internado para tratar uma pneumonite, mas foi vitimado pela insufiência respiratória decorrente da inflamação pulmonar

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies