🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Cashback para o acionista

Dividendos à vista: Méliuz anuncia que dinheiro da venda do Bankly irá para os acionistas e ações disparam

A companhia está no estágio final de negociação para vender o Bankly para o banco BV, o que deve acontecer até o final de março

Flavia Alemi
Flavia Alemi
15 de março de 2023
16:30 - atualizado às 20:38
Méliuz cartão
Imagem: Méliuz/Divulgação

A Méliuz (CASH3) anunciou nesta quarta-feira (15) que o dinheiro proveniente da venda do Bankly será distribuído aos acionistas da companhia. A informação foi comunicada durante teleconferência com analistas para comentar os resultados da empresa de cashback no quarto trimestre de 2022, publicados na noite de ontem (14).

“Ainda estamos dependendo de aprovações internas, mas tudo indica que o valor recebido pela venda do Bankly o Méliuz vai distribuir na forma de proventos para seus acionistas. A gente vai informar isso ao mercado quando tiver a informação certinha”, disse o diretor de relações com investidores, Marcio Penna.

A ação da Méliuz disparou após a teleconferência e chegou a subir mais de 15% no dia.

A Méliuz está no estágio final de negociação para vender o Bankly para o banco BV, o que deve acontecer até o final de março. O valor de firma — ou seja, que inclui as dívidas — da operação é de R$ 210 milhões. A expectativa é de que a aprovação regulatória do Banco Central pela venda do Bankly venha ainda neste ano.

Na semana passada, a Méliuz concluiu um acordo comercial com o BV que permitirá à empresa de cashback ofertar produtos e serviços financeiros no modelo asset light. Isto significa que a Méliuz deixa de assumir custos e despesas relacionados aos produtos e passa a focar apenas na experiência do usuário. A remuneração da companhia acontecerá por cartão de crédito ou conta ativados, além de um percentual atrelado ao volume total de pagamentos (TPV) do cartão.

O BV, por meio de seu fundo de Corporate Venture Capital (CVC), adquiriu ações ordinárias dos diretores Israel Fernandes Salmen, André Amaral Ribeiro e Lucas Marques Peloso Figueiredo correspondentes a 3,85% do capital social da Méliuz. O preço pago por ação foi de R$ 1,5354472.

Além disso, o BV ainda tem opção de compra da fatia de aproximadamente 20% restantes da Méliuz nas mãos dos acionistas fundadores. O preço para exercer essa opção seria de R$ 1,50 por ação ajustado pelo CDI nos primeiros seis meses após o acordo. Depois desse período, o preço seria o valor mais alto entre R$ 1,50 por ação ajustada pelo CDI ou um desconto de 10% do preço de fechamento do papel nas últimas 30 sessões. De acordo com Penna, o BV tem um prazo de dois anos para exercer a opção de compra.

Méliuz em 2022

A Méliuz registrou prejuízo líquido de R$ 5,4 milhões no quarto trimestre de 2022, o que representa uma melhora tanto na comparação com o período anterior quanto com o mesmo período do ano retrasado. O número foi ajustado para excluir R$ 31 milhões em itens extraordinários.

Desconsiderando esse ajuste, o prejuízo líquido foi de R$ 36 milhões, o que representaria um crescimento tanto na base trimestral quanto na base anual.

Excluindo a operação do Bankly, no entanto, o resultado da Méliuz se transforma em lucro líquido de R$ 2,8 milhões no quarto trimestre.

A receita do marketplace descontadas as despesas com cashback foi de R$ 28 milhões, um crescimento de 22% no trimestre e na comparação com o mesmo período de 2021.

  • Você investe em ações, renda fixa, criptomoedas ou FIIs? Então precisa saber como declarar essas aplicações no seu Imposto de Renda 2023. Clique aqui e acesse um tutorial gratuito, elaborado pelo Seu Dinheiro, com todas as orientações sobre o tema.

Para o BTG Pactual, o lado positivo do resultado é que a Méliuz queimou "apenas" R$ 1 milhão de caixa e, com a venda do Bankly, deverá se tornar geradora de caixa.

"Com a venda integral do Bankly, a posição de caixa da controladora Méliuz aumentará R$ 210 milhões, para R$ 628 milhões, o que também melhora os ganhos por meio de resultados de caixa mais fortes", afirmou o BTG em relatório. O banco reiterou a recomendação de compra para a ação e calcula preço-alvo de R$ 1,70.

A Genial Investimentos também espera bons frutos da parceria com o BV e acredita que os resultados podem começar a aparecer já no segundo semestre deste ano. Caso isso se confirme, a casa estima que a Méliuz atinja o breakeven operacional a partir do terceiro trimestre deste ano. A Genial também recomenda compra da ação e tem preço-alvo de R$ 1,50.

Compartilhe

PROPAGANDA ENGANOSA

Oi, Vivo e Tim vão ter que pagar milhões: operadoras de celular são enquadradas por crime contra o consumidor

23 de julho de 2024 - 18:01

As empresas foram acusadas pela Senacon de propaganda enganosa sobre 5G, mas ainda podem recorrer

CHEQUE DE QUASE R$ 7 BI

Privatização da Sabesp (SBSP3) é concluída e Equatorial (EQTL3) tem que pagar a conta: presidente da companhia diz ter mais ativos prontos para vender e levantar recursos

23 de julho de 2024 - 16:45

Augusto Miranda destacou que a empresa tem tempo para estruturar uma saída do empréstimo ponte tomado junto a um grupo de bancos

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour Brasil (CRFB3) volta a ter lucro e supera expectativas no 2º trimestre – mas o que explica a queda das ações na B3 hoje?

23 de julho de 2024 - 14:17

Grupo anunciou um lucro líquido de R$ 330 milhões e a abertura de novas lojas da rede de varejo; analistas, contudo, não são unânimes sobre a compra da ação

DESTAQUES DA BOLSA

Embraer arremete e volta a voar na B3; EMBR3 lidera os ganhos do Ibovespa hoje. O que está por trás da alta da ação?

23 de julho de 2024 - 13:59

O desempenho positivo das ações da Embraer hoje vem na esteira do anúncio de mais uma encomenda de aviões militares no exterior; veja os detalhes

SÓ AS PONTINHAS

Após privatização, Sabesp (SBSP3) anuncia corte nas tarifas de água — mas você nem deve perceber

23 de julho de 2024 - 11:43

Também passam a vigorar no novo estatuto social da companhia e novas políticas internas, relacionadas à distribuição de dividendos e governança corporativa

NOVO EXECUTIVO

Com foco na transição energética e no ‘petróleo branco’, Vale (VALE3) anuncia Shaun Usmar como o novo CEO da divisão de metais

23 de julho de 2024 - 10:17

Indicação ocorre em meio a um racha entre os conselheiros para o futuro presidente da mineradora

SOB MEDIDA

Hapvida (HAPV3) mira expansão no Sudeste com investimento de R$ 600 milhões em novos hospitais. É hora de comprar a ação?

23 de julho de 2024 - 9:50

A companhia assinou um memorando de entendimentos com a Riza Gestora de Recursos para o financiamento de duas novas unidades no Rio de Janeiro e em São Paulo

Prévias de balanços

Dos números ‘chatos’ do Itaú às preocupações com Nubank: veja o que esperar dos balanços dos bancos no 2º trimestre

23 de julho de 2024 - 7:00

A temporada de balanços do segundo trimestre de 2024 começa nesta semana e, como de costume, os bancos estão entre as primeiras empresas a divulgar resultados. O primeiro a soltar seus números é o Santander (SANB11), na quarta-feira (24) antes da abertura da bolsa. Depois é a vez do Bradesco (BBDC4), que divulga seus resultados […]

LEVANTANDO VERBA

Com cheque de quase R$ 7 bilhões na privatização da Sabesp (SBSP3), Equatorial (EQTL3) engorda o caixa com aumento de capital

22 de julho de 2024 - 18:47

Considerando todo os papéis subscritos e integralizados, a operação alcançou o montante máximo previsto de R$ 516,19 milhões

Novo negócio

Braskem prepara nova operação fora da área petroquímica. Saiba qual é

22 de julho de 2024 - 16:37

Segundo a companhia, primeira operação de cabotagem será entre a Bahia e o Rio de Janeiro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar