🔴 PRIO3 E +9 AÇÕES PARA COMPRAR AGORA – ASSISTA AQUI

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
(DES)CALÇA

Alpargatas (ALPA4) perde o passo e Citi corta preço-alvo da ação, que lidera baixas na B3; vale a pena calçar Havaianas na bolsa agora?

Desde que o banco norte-americano iniciou a cobertura dos papéis, a empresa registrou quatro trimestres seguidos de perdas; saiba se essa é uma oportunidade para entrar em ALPA4

Alpargatas Havaianas ALPA4
Imagem: Shutterstock

A Alpargatas perdeu o passo nos últimos trimestres e o Citi acabou cortando o preço-alvo de ALPA4 — a nova avaliação do banco norte-americano faz as ações da empresa do setor de calçados liderarem as perdas do Ibovespa nesta quinta-feira (11), com recuo que chegou a superar os 5%. 

A gota d´água para a mudança foi o resultado da dona da Havaianas no primeiro trimestre, quando anotou um prejuízo líquido das operações continuadas de R$ 199,7 milhões — uma reversão do lucro líquido de R$ 112,1 milhões obtido no mesmo período do ano anterior. 

No período, a Alpargatas também viu sua receita cair 2,7% em base anual, para atuais R$ 902,5 milhões, e o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 211,6 milhões, ante R$ 144,4 milhões positivos entre janeiro e março de 2022.

  • Ainda tem dúvidas sobre como fazer a declaração do Imposto de Renda 2023? O Seu Dinheiro preparou um guia completo e exclusivo com o passo a passo para que você “se livre” logo dessa obrigação – e sem passar estresse. [BAIXE GRATUITAMENTE AQUI]

“Desde que iniciamos a cobertura em maio de 2022, a Alpargatas reportou quatro trimestres consecutivos de Ebitda abaixo do esperado. Inicialmente, acreditávamos que isso estava relacionado a eventos pontuais e questões transitórias, especialmente no negócio internacional como interrupções na cadeia de suprimentos na Europa e mudança de canal nos EUA”, diz o Citi em relatório. 

O diagnóstico inicial, no entanto, foi agravado pela avaliação da nova administração da companhia, que identificou a necessidade de uma reviravolta maior nos negócios da empresa, começando dentro da própria operação doméstica da Alpargatas, segundo o Citi. 

O cenário levou o banco norte-americano a revisar a avaliação de ALPA4, que acabou tendo sua recomendação rebaixada para neutra e o preço-alvo cortado de R$ 21 para R$ 10 — o que representa agora um potencial de valorização de 7,2% em relação ao fechamento de ontem. 

Por volta de 13h, as ações da Alpargatas recuavam 5,24% na B3, cotadas a R$ 8,85 — a maior queda do Ibovespa. 

Fonte: TradingView

Por que o Citi caiu fora de ALPA4

O banco norte-americano ainda vê oportunidades de crescimento de longo prazo para a Alpargatas, com melhoria do mix no BRasil e expansão internacional, mas prefere ficar de fora de ALPA4 neste momento até que a nova administração consiga gerir os obstáculos no caminho da empresa. 

A primeira questão principal, segundo o Citi, é o próprio portfólio da Alpargatas, que se tornou complexo e trouxe uma série de ineficiências que precisam ser abordadas. 

Alpargatas no Brasil e no exterior

Diante desse cenário, o Citi reduziu as projeções para a Alpargatas neste ano. 

Para o Brasil, por exemplo, o banco cortou a previsão dos volumes em 10% para 2023-2024, mas espera que o crescimento anual seja retomado no segundo semestre deste ano — “ embora os volumes do ano fiscal devam cair 2% em relação ao ano anterior em 2023”. 

Já para as operações internacionais, a Citi reduziu os volumes em 15% para 2023-2024.

Compartilhe

PRÉVIA OPERACIONAL

MRV (MRVE3) quebra recorde de vendas no Brasil, mas ainda queima milhões em caixa nos EUA

15 de abril de 2024 - 18:33

Na Resia, incorporadora norte-americana da MRV, há uma regra de ouro: não queimar caixa em 2024. Mas a diretriz ainda não foi refletida nos resultados do 1T24

Ranking

O Galaxy desbanca o iPhone: Apple (AAPL34) perde liderança global de smartphones no 1T24

15 de abril de 2024 - 18:17

Embora o setor esteja em crescimento, a gigante de tecnologia apresentou uma queda de quase 10% nas remessas de iPhone no primeiro trimestre do ano

NA CARTEIRA

JP Morgan tira BRF (BRFS3) da geladeira: ações da dona da Sadia e Perdigão disparam na B3 com recomendação de compra 

15 de abril de 2024 - 10:38

Analistas do banco norte-americano veem BRF barata mesmo após disparada de 173% em 12 meses na B3

FALHA NO ACELERADOR

Mais problemas para Elon Musk? Ações da Tesla caem mais de 1% com notícia sobre demissão em massa e falhas no Cybertruck 

15 de abril de 2024 - 10:10

Montadora do bilionário deve demitir cerca de 10% da sua força de trabalho global, o equivalente a pouco mais de 14 mil pessoas, segundo notícia da Reuters

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies