🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Ricardo Gozzi
ELA VOLTOU

Agora é oficial! A Oi (OIBR3) está em recuperação judicial – de novo

Oi (OIBR3) ganha nova proteção contra credores apenas três meses depois de ter saído de um longo processo de recuperação judicial

Ricardo Gozzi
17 de março de 2023
6:18 - atualizado às 9:23
Oi (OIBR3) no fundo do poço
Há um alçapão no fundo do poço da Oi (OIBR3)? Imagem: Montagem Beatriz Azevedo

A Oi (OIBR3) está oficialmente em recuperação judicial. De novo.

A empresa informou na madrugada desta sexta-feira (17) que seu mais recente pedido de proteção contra os credores foi acatado ontem à noite pela 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro.

A notícia vem à tona apenas três meses depois de a Oi (OIBR3) ter encerrado sua primeira recuperação judicial.

A 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro nomeou a Wald Administração de Falências e a K2 Consultoria Econômica como administradoras judiciais do processo.

A Oi agora tem 60 dias para apresentar um plano de recuperação judicial. Aqui você confere a íntegra da decisão.

No comunicado, a Oi informou ainda que a divulgação de seu balanço referente ao quarto trimestre de 2022 foi adiada de 23 de março para 26 de abril.

  • Não perca tempo com a OI (OIBR3): dívidas milionárias e nova recuperação judicial tornam a ação um “patinho feio” da bolsa. Analista recomenda investir em outra telecom que tem receita previsível e ótimos dividendos – saiba aqui qual é.

Como a Oi voltou à recuperação judicial

No início de fevereiro, a justiça fluminense aceitou um pedido feito pela empresa de telefonia para proteger-se de seus credores.

Concedida em caráter liminar, a proteção tinha validade de 30 dias. No início de março, a Oi formalizou o pedido de recuperação judicial.

Os argumentos apresentados na formalização do pedido de recuperação judicial eram parecidos com os da requisição de tutela cautelar.

  • Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa.[LIBERE SEU ACESSO AQUI]

A Oi afirma estar em busca de sustentabilidade de longo prazo e informa que as negociações com os credores seguem em andamento.

Também qualifica a nova recuperação judicial como um passo crítico na direção da reestruturação de sua dívida e assegura que suas atividades serão mantidas normalmente.

De acordo com a empresa, já há um acordo com os credores em relação aos "principais termos comerciais para a restruturação de suas dívidas financeiras e um financiamento de longo prazo a ser concedido para suportar suas operações de curto prazo".

Agora acatado pela justiça, o pedido será submetido à ratificação dos acionistas em assembleia geral.

Leia também

Como a Oi (OIBR3) voltou para a recuperação judicial

A Oi entrou em recuperação judicial pela primeira vez em 2016. Complexo, o processo arrastou-se por seis anos e bateu alguns recordes.

Em meados de dezembro de 2022, quando a recuperação judicial foi formalmente encerrada, um novo horizonte parecia se abrir para companhia de telecomunicações.

Entretanto, um mês e meio depois, a Oi apresentou o pedido de tutela cautelar para proteger-se dos credores.

Não significava necessariamente que a empresa retornaria à recuperação judicial. Mas foi justamente esse temor que ganhou força nas semanas seguintes. Especialmente depois de a Oi ter pedido proteção também contra seus credores nos Estados Unidos.

Com R$ 35 bilhões em dívidas, aventa-se ainda o risco de a empresa ser colocada sob intervenção direta da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Compartilhe

TEMPESTADE PERFEITA

Como a escalada das tensões no Oriente Médio derruba as ações da Azul (AZUL4) e da Gol (GOLL4) na B3

12 de abril de 2024 - 16:10

A crise geopolítica pressiona as cotações do petróleo e do dólar, o que afeta os negócios das companhias aéreas

RISCO GLOBAL

Dólar bate em R$ 5,14  e atinge maior nível em seis meses — e aqui estão três motivos para a disparada da moeda norte-americana hoje 

12 de abril de 2024 - 13:25

O dólar também se valoriza ante as divisas globais; as cotações do petróleo e do ouro renovam máximas históricas

VEJA O QUE DIZ A COMPANHIA

Ações da JHSF (JHSF3) tombam 7% na B3; empresa se pronuncia após embargo do Complexo Boa Vista

12 de abril de 2024 - 12:12

A companhia afirmou, em comunicado enviado à CVM mais cedo, que seus advogados avaliam o “sentido e alcance” da liminar expedida na última quinta-feira

DESTAQUES DA BOLSA

Plano & Plano (PLPL3) despenca mais de 7% e registra maior queda da bolsa após prévia operacional; veja os números que desagradaram o mercado

12 de abril de 2024 - 11:33

O forte recuo é uma reação a números considerados neutros por parte dos analistas das principais casas brasileiras

NOVO FOCO DE INCÊNDIO

O cabo de guerra na Petrobras (PETR4) já tem um vencedor? Justiça suspende presidente do conselho de administração — e a estatal promete recorrer da decisão 

12 de abril de 2024 - 10:11

A suspensão de Pietro Mendes enfraquece o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, que é um dos pivôs da crise no comando da petroleira

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa entra no barril de pólvora do Oriente Médio e cai mais de 1%; dólar vira abrigo e fecha a R$ 5,12

12 de abril de 2024 - 6:45

RESUMO DO DIA: Não bastasse a semana agitada por dados de inflação, os mercados acionários entraram em modo de alerta com a escalada das tensões no Oriente Médio — e o Ibovespa não conseguiu ignorar o tom negativo do dia.  O principal índice da bolsa brasileira fechou em queda de 1,14%, aos 125.946 pontos. Na […]

DINHEIRO NOVO

Americanas (AMER3) chama acionistas para aprovar injeção de capital bilionária liderada por Lemann e bancos credores

11 de abril de 2024 - 10:07

Acionistas vão aprovar aumento de capital que pode chegar a R$ 41 bilhões. Lemann e bancos se comprometeram a colocar R$ 24 bilhões na varejista

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Dólar fecha a R$ 5,09, o maior nível em um ano; Ibovespa cai com petróleo e juros nos EUA no radar

11 de abril de 2024 - 6:48

RESUMO DO DIA: As ondas da inflação nos Estados Unidos continuaram agitando os mares dos mercados com a incerteza sobre a trajetória dos juros da maior economia do mundo e abalou o navio brasileiro mais uma vez. O Ibovespa fechou em queda de 0,51%, aos 127.396 pontos. Já o dólar se fortaleceu e terminou a […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Dólar sobe mais de 1% e Ibovespa recua após inflação acima do esperado nos EUA

10 de abril de 2024 - 6:52

RESUMO DO DIA: A ‘Super Quarta’ da inflação finalmente chegou e deu o tom negativo aos mercados, em dia de alta das commodities. O Ibovespa fechou em baixa de 1,41%, aos 128.053 pontos. Já o dólar zerou as perdas da semana e terminou o dia a R$ 5,0784, com alta de 1,41% no mercado à […]

MUDANÇAS NO ALTO ESCALÃO

Férias sem volta? Diretor financeiro da CVC faz as malas e ações CVCB3 caem na bolsa

9 de abril de 2024 - 13:51

Carlos Wollenweber deixa o cargo quase um ano após assumir a cadeira; Felipe Gomes entra no lugar a partir de maio

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies