🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
DÉBITO OU CRÉDITO

Como a Cielo (CIEL3) pode se aproveitar do crédito caro e escasso para avançar na guerra das maquininhas

Com menos opções de financiamento, as empresas devem recorrer mais às linhas que a Cielo oferece a quem faz vendas no cartão de crédito; entenda

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
6 de março de 2023
12:32 - atualizado às 12:12
Cielo maquininha LIO NFC
Maquininha da Cielo - Imagem: Divulgação

A alta da taxa básica de juros (Selic) está longe de ser uma boa notícia para a economia e para as empresas na bolsa. Mas, como costuma acontecer, algumas empresas navegam melhor em tempos mais bicudos. E esse deve ser o caso da Cielo (CIEL3).

A empresa de maquininhas de cartão é uma das que deve se beneficiar do cenário de crédito mais caro e escasso, de acordo com os analistas do Santander.

Isso porque a Cielo em muitos casos pode se tornar a única opção para quem estiver em busca de dinheiro para o seu negócio.

Enquanto os bancos seguram os empréstimos corporativos para conter a alta da inadimplência, as empresas devem recorrer mais ao chamado pré-pagamento, quando antecipam o dinheiro que têm a receber das vendas nos cartões de crédito, com uma taxa de desconto. E a Cielo está justamente entre as empresas que oferecem essa linha.

“Acreditamos que os adquirentes [empresas de maquininhas] desempenharão um papel fundamental no financiamento com seus negócios de pré-pagamento, potencialmente aumentando os volumes e, portanto, aumentando seus resultados”, escreveram os analistas do Santander, em relatório.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

"Paitrocínio" ajuda

Embora esse cenário favoreça o setor de maquininhas como um todo, as empresas que têm grandes bancos como sócios devem se dar melhor do que as independentes, de acordo com o Santander.

Nesse contexto, a Cielo, conta com um "paitrocínio" de peso, já que têm o Bradesco e Banco do Brasil como controladores. Ou seja, o dinheiro dos sócios em tese oferece funding ilimitado para a companhia.

Ter mais dinheiro disponível para antecipar aos clientes pode ser uma arma para a Cielo avançar na "guerra das maquininhas", ainda de acordo com os analistas.

Isso significa que as novas empresas que entraram nesse mercado nos últimos anos podem perder terreno se não tiverem recursos para atender à demanda pelas linhas de pré-pagamento.

Além da Cielo, Rede (Itaú) e Getnet (Santander) são ligadas a grandes bancos. Já Stone e PagSeguro estão entre as empresas independentes e que, portanto, precisam captar recursos no mercado para oferecer suas linhas de crédito.

Cielo: ações CIEL3 são destaque de alta

A entrada dos novos concorrentes no mercado de maquininhas de cartão nos últimos anos deixou cicatrizes profundas na Cielo. As ações da empresa (CIEL3), que chegaram a valer mais de R$ 30, chegaram a valer pouco mais de R$ 2 nas mínimas.

Mas quem acreditou na companhia no pior momento tem motivos para comemorar. Nos últimos 12 meses, os papéis da Cielo acumulam valorização de quase 120%. Em 2022, a empresa registrou a maior alta entre as que fazem parte do Ibovespa, o principal índice da B3.

Por fim, no pregão desta segunda-feira, CIEL3 operava em alta de 1,42% por volta das 12h, a R$ 5,00.

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

Por que as ações da XP despencam 12% após o balanço do primeiro trimestre?

22 de maio de 2024 - 12:17

A corretora reportou lucro líquido de R$ 1 bilhão no período, alta de 29% ante os R$ 796 milhões registrados no início do ano passado

AÇÃO ESTÁ CARA?

XP tem apenas um motivo para rebaixar a recomendação das ações da Embraer (EMBR3) — e é por causa de uma assimetria

22 de maio de 2024 - 11:54

Para os analistas, a companhia deixou de atravessar os céus abertos e atingiu a ‘altitude de cruzeiro’ neste momento

EM BUSCA DE SALVAÇÃO

Unidas por Lemann? Americanas (AMER3) propõe grupamento de ações para deixar de ser ‘penny stock’ e abre espaço para aumento bilionário de capital

22 de maio de 2024 - 10:35

Na última terça-feira (21), as ações fecharam a R$ 0,53 na B3; veja o que muda para o acionista

DANÇA DAS CADEIRAS

Mudanças no radar: Magda Chambriard se prepara para mexer em diretorias da Petrobras (PETR4) — mas não em todas

22 de maio de 2024 - 10:07

Embora algumas mudanças sejam esperadas, acredita-se que Magda Chambriard preservará parte dos atuais diretores da Petrobras

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa recua com NY antes de ata do Fed; dólar sobe e opera acima de R$ 5,15

22 de maio de 2024 - 6:15

RESUMO DO DIA: A expectativa pela ata da última reunião do Federal Reserve concentra as atenções dos investidores nos Estados Unidos. Os investidores locais acompanham a aversão ao risco do exterior, além do noticiário corporativo local. Por aqui, a agenda é relativamente mais esvaziada. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa de audiência pública da […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Yduqs (YDUQ3) dispara e Ibovespa sustenta os 127 mil pontos na véspera da ata do Fed; dólar sobe a R$ 5,11

21 de maio de 2024 - 17:23

RESUMO DO DIA: Em um dia marcado pela volatilidade na bolsa local e o avanço mais contido em Nova York, faltou combustível para a tentativa do Ibovespa de recuperar as perdas da sessão anterior. O principal índice da bolsa brasileira fechou em baixa de 0,27%, aos 127.411 pontos. Já o dólar à vista ficou a […]

PINGANDO NA CONTA

Dona da bolsa, B3 (B3SA3) mira ETFs pagadores de dividendos em nova versão do índice IDIV

21 de maio de 2024 - 15:36

Nova forma de cálculo do IDIV B3 permite que índice esteja atrelado a ETFs que repassam pagamentos de proventos aos cotistas

DESTAQUE DA BOLSA

Segredo revelado: Yduqs (YDUQ3) apresenta projeções para os próximos cinco anos e ações sobem mais de 10% na B3

21 de maio de 2024 - 13:05

Há uma semana, a companhia educacional reportou os resultados do primeiro trimestre e nada mais

GIGANTE DOS FIIs

Maxi Renda (MXRF11) quer captar até R$ 1 bilhão na bolsa e convoca assembleia para votar nova emissão de cotas; veja como participar

21 de maio de 2024 - 11:48

Se aprovada, essa será a décima emissão da carteira do FII e deve ser destinada a investidores em geral

OUTONO NÃO CHEGOU?

Altas temperaturas pegam a Lojas Renner (LREN3) desprevenida e provocam revisão para baixo pela XP

21 de maio de 2024 - 10:37

Os analistas destacam que as ações da varejista estão descontadas em relação aos níveis históricos, mas ainda não é hora de comprar os papéis

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar