🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-21T12:00:31-03:00
Beatriz Azevedo Pinto
LANCHES POR PREÇOS ALTÍSSIMOS

McDonald’s virou relíquia na Rússia? Após marca pausar atividades no país, lanches já custam o equivalente a R$ 2 mil na internet; caixas descartáveis viram ‘artigo de colecionador’

Após a invasão na Ucrânia, o Mc Donald’s deu adeus à Rússia. Assim, os lanches passaram a ser comercializados na internet por preços altíssimos

20 de março de 2022
12:26 - atualizado às 12:00
McDonald's
Imagem: Divulgação/McDonald's

Após a Rússia iniciar uma guerra contra a Ucrânia, grandes empresas têm saído em debandada do país governado por Putin e o McDonald 's faz parte da longa lista. Desde que a rede de fast food pausou o funcionamento no país, os lanches da marca passaram a ser comercializados pela internet a preços altíssimos. 

Em anúncios, o preço de um hambúrguer congelado chega aos 50 mil rublos, o equivalente a R$ 2,3 mil. Em alguns casos, um dos usuários que oferecem o produto pede cerca de 47 mil rublos (R$ 2.208) por um combo com dois sanduíches. Além disso, de acordo com informações da CNN Brasil, ele diz aceitar um IPhone 13 (que custa, no mínimo, R$ 7,6 mil no Brasil) em troca do alimento.

Usuário anuncia combo do McDonald's e diz aceitar Iphone 13 em troca
Reprodução

Mc Donald’s não está sozinho: veja outras 5 grandes empresas que ‘deram o fora’ da Rússia

Além do Mc Donald 's, outras grandes empresas ‘deram o fora’ da Rússia como resposta à invasão na Ucrânia. Veja a seguir uma lista das 5 maiores companhias que deixaram o país governado por Putin: 

1) Apple

Valor de mercado: US$ 2,7 trilhões

A Apple parou de vender seus produtos na Rússia, além de ter limitado e desabilitado algumas funções do Apple Maps na Ucrânia, como dados de tráfego e incidentes ao vivo, para preservar a segurança dos cidadãos ucranianos, disse a empresa.

A companhia condenou a invasão e disse que todas as exportações para os canais de vendas russos foram interrompidas na última semana.

2) British Petroleum (BP)

Valor de mercado: US$ 96,1 bilhões

A primeira grande companhia de energia a anunciar que deixaria a Rússia foi também a maior investidora estrangeira no país, a petroleira britânica BP.

Apenas alguns dias após a invasão, a BP anunciou que encerraria sua parceria de 30 anos com a estatal de petróleo russa Rosneft, desfazendo-se da sua participação de 20% na empresa. O movimento pode custar US$ 25 bilhões à BP e cortar em um terço sua produção global de óleo e gás.

3) Shell

Valor de mercado: US$ 200,84 bilhões

Apenas horas depois da decisão da BP, a Shell disse que encerraria suas operações na Rússia, desinvestindo das suas joint ventures com a estatal russa de energia Gazprom e entidades relacionadas.

4) ExxonMobil

Valor de mercado: US$ 342,54 bilhões

Na última terça-feira (1º) foi a vez de outra petroleira, a ExxonMobil, anunciar que iria descontinuar suas operações de óleo e gás na Rússia, avaliadas em mais de US$ 4 bilhões, além de iniciar sua saída do empreendimento Sakhalin-1, um dos maiores casos de investimento estrangeiro direto na Rússia.

5) HSBC

Valor de mercado: US$ 135 bilhões

O banco disse encerraria gradualmente suas relações com uma série de bancos russos, incluindo o segundo maior deles, o VTB, alvo das sanções internacionais, de acordo com a Reuters. O HSBC tem receitas anuais de US$ 15 milhões na Rússia.

*Com informações da CNN Brasil Bussiness

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

FRUTOS DO CASAMENTO

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) apresentam relação de troca final de ações; veja quanto os acionistas receberão

Mais cedo, a Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda de parte da frota da Unidas para o Grupo Brookfield, dono da locadora Ouro Verde

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) faz malabarismo para enfrentar volatilidade e seguir acima de US$ 20 mil; confira cotações

O cenário macroeconômico pesou no universo cripto e se juntou à falta de liquidez, exercendo importante fonte de pressão

AGRO EM ALTA

Governo oferecerá mais de R$ 340 bilhões para produtores rurais no novo Plano Safra; valores entram em vigor em julho

O programa do governo federal prevê o direcionamento de recursos públicos para financiar e apoiar a agropecuária nacional

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies