2022-04-16T18:57:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Guerra na Ucrânia

Rússia volta a atacar Kiev e alega ter assumido o controle de Mariupol

Rússia lançou mísseis sobre Kiev em resposta a naufrágio do cruzador Moskva na quinta-feira (14) no Mar Negro

16 de abril de 2022
18:57
Veículo russo é visto nas ruas de Mariupol
Veículo russo é visto nas ruas de Mariupol - 11/04/2022 - Imagem: REUTERS/Chingis Kondarov

A Rússia voltou a lançar mísseis sobre a capital da Ucrânia, Kiev, e cidades próximas neste sábado (16), de acordo com a Reuters. O ataque teria sido uma resposta ao naufrágio do cruzador russo Moskva, atingido por mísseis ucranianos na quinta-feira (14) no Mar Negro.

Segundo a Reuters, a Rússia afirma ter assumido o controle de Mariupol, mas a informação não pôde ser verificada. Caso isso se confirme, Mariupol seria a primeira cidade grande a cair nas mãos das forças russas desde a invasão de 24 de fevereiro.

Os ataques deste sábado em Kiev atingiram uma fábrica que faz reparos em tanques. O prefeito informou que ao menos uma pessoa morreu.

De acordo com o exército ucraniano, aviões russos dispararam mísseis na região de Lviv, perto da fronteira com a Polônia. A Ucrânia respondeu disparando quatro mísseis de cruzeiro.

Rússia pediu ajuda ao Brasil

Nesta semana, o governo de Vladimir Putin enviou um pedido de apoio ao Brasil no FMI, no Banco Mundial e no G20. O apelo foi do ministro das Finanças da Rússia, Anton Siluanov.

Em carta endereçada a Paulo Guedes, Siluanov pede “apoio do Brasil para evitar acusações políticas e tentativas de discriminação”. O documento foi obtido pela agência Reuters.

A carta tem data de 30 de março. O embaixador da Rússia foi o responsável por transmitir o documento a Guedes em Brasília na quarta-feira (14). O russo não menciona a guerra na Ucrânia no pedido de ajuda.

A resposta de Paulo Guedes

Erivaldo Gomes, secretário de Assuntos Econômicos Internacionais, indicou que o governo gostaria que a Rússia continuasse nas discussões em organismos multilaterais.

“Do ponto de vista do Brasil… manter o diálogo aberto é essencial”, disse o assessor de Paulo Guedes. “Nossas pontes são os órgãos internacionais e nossa avaliação é que essas pontes precisam ser preservadas”.

Leia também:

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies