🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Ricardo Gozzi
ELEIÇÕES 2022

As últimas fichas de Bolsonaro: A duas semanas das eleições, quais opções restam ao presidente para garantir um segundo turno contra Lula?

Estacionado nas pesquisas, Bolsonaro explora o antipetismo e tenta moderar o discurso enquanto apoiadores de Lula investem no voto útil

Ricardo Gozzi
16 de setembro de 2022
12:49 - atualizado às 13:02
O ex-presidente Jair Bolsonaro
O ex-presidente Jair Bolsonaro -

Falta pouco mais de duas semanas para o primeiro turno das eleições e a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, encontra-se diante de uma questão existencial: o que resta fazer para garantir um segundo turno contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)?

Não se pode dizer que Bolsonaro não tenha tentado. Ainda antes do início da campanha, promoveu desonerações, reajustou o Auxílio Brasil e distribuiu recursos a aliados do Centrão por meio do chamado Orçamento Secreto.

Com o início oficial da campanha, em 16 de agosto, os adversários passaram a denunciar o uso, pelo presidente, de eventos oficiais para promover sua candidatura - inclusive os atos de 7 de Setembro, quando foi celebrado o bicentenário da Independência do Brasil.

Bolsonaro paz e amor?

Se você tem acompanhado o dia a dia da campanha, deve ter notado também uma mudança de postura por parte de Bolsonaro. As declarações polêmicas  cada vez mais dão lugar a falas moderadas e até mesmo a recuos em relação a temas antes caros ao presidente.

Em entrevista concedida no início da semana, Bolsonaro admitiu ter perdido a linha em relação a algumas de suas falas durante a pandemia. “Lamento o que eu falei, não falaria de novo”, disse ele. Na sequência, fez questão de chamar a atenção dos mais desatentos: “Você pode ver que de um ano para cá meu comportamento mudou. Minha cadeira é um aprendizado”.

Até mesmo os persistentes ataques ao sistema eleitoral — mais precisamente às urnas eletrônicas — e afirmações como “só Deus me tira daquela cadeira” deram lugar a uma sinalização de que “vai passar a faixa” e se “recolher” se for derrotado em outubro.

No caso de intimidação de um deputado bolsonarista contra a jornalista Vera Magalhães, um dos filhos do presidente apressou-se em repudiar publicamente o episódio - embora num passado recente tanto o pai quanto sua numerada prole tenham protagonizado atos de hostilidade contra a profissional de mídia.

Entretanto, o efeito sobre as pesquisas foi limitado. Até houve uma reação nas intenções de voto do presidente, mas não o suficiente para impedir a campanha de Lula de sonhar com uma vitória já em 2 de outubro.

Com a rejeição mais alta entre todos os candidatos, Bolsonaro pode conquistar a vaga para o segundo turno não por méritos próprios, mas com o avanço de Ciro Gomes e Simone Tebet na preferência do eleitor. Porém, as últimas pesquisas mostram estagnação da chamada terceira via.

Lula e o voto útil

A pouco mais de duas semanas para as eleições, Lula flerta com a possibilidade de vitória em primeiro turno em pesquisas como as do Ipec (ex-Ibope) e do Datafolha, mas dentro da margem de erros das sondagens.

Embora a intenção de votos no ex-presidente esteja também estacionada, ela se encontra muito próxima da metade do eleitorado e pode ganhar o impulso de uma incipiente campanha pelo chamado “voto útil”.

No Ipec, Lula teria 51% dos votos válidos, contra 35% de Bolsonaro. No Ibope, o petista alcançaria 48%, ante 36% do candidato à reeleição.

Uma aposta no medo

Com pouco tempo para reagir, Bolsonaro passou a investir em um dos mais primitivos sentimentos humanos: o medo. Afinal, o medo da reeleição de Bolsonaro é apenas um pouco maior que o medo da volta do PT ao governo, segundo as pesquisas que abordam o tema.

Nos últimos dias, Bolsonaro e seus aliados — mais notoriamente o ministro da Economia, Paulo Guedes — usaram e abusaram de frases nas quais buscaram associar Lula e o PT ao “capeta”, ao “demônio” e demais nomenclaturas do cramunhão.

A aposta no antipetismo apresenta-se como a última cartada da campanha de Bolsonaro para garantir um segundo turno contra Lula e reconfigurar a disputa.

Resta saber qual medo vai prevalecer.

Compartilhe

ENTENDA A REGRA

Eleições 2024: quem completar 18 anos entre o 1º e o 2º turno é obrigado a votar?

18 de fevereiro de 2024 - 16:48

Vale relembrar que o voto é obrigatório a partir de 18 anos de idade e facultativo apenas aos jovens de 16 e 17 anos, maiores de 70 ou analfabetos

FALAS POLÊMICAS

Lula compara ataques de Israel à Gaza ao Holocausto e diz que irá esperar conclusões de legistas para comentar morte de opositor de Putin

18 de fevereiro de 2024 - 13:33

Em coletiva durante viagem à África, o presidente abordou dois temas sensíveis para a diplomacia internacional e foi criticado pelo premiê de Israel e pela oposição

DEVO E NÃO NEGO...

Pago quando puder: Cuba diz querer quitar dívida com Brasil, mas cita até mudanças climáticas como impedimento

17 de fevereiro de 2024 - 14:07

Integrantes da Fazenda e autoridades cubanas se reuniram no início do mês para discutir a dívida de Havana com Brasília

O DISCURSO DO PRESIDENTE

Em Cúpula Africana, Lula destaca criação de aliança contra a fome e condena conflito Israel-Hamas

17 de fevereiro de 2024 - 11:22

A busca de uma solução para a fome é um dos objetivos do Brasil na presidência do G20

NO EXTERIOR

PF afirma ter encontrado “poupança” de R$ 800 mil para Bolsonaro aguardar tentativa de golpe

15 de fevereiro de 2024 - 11:23

As informações constam em um documento da PF obtido pela revista Veja nesta quarta-feira (14)

O PASSAPORTE TÁ ON

Eu falei faraó! O que Lula foi fazer no Egito em sua primeira viagem internacional do ano

14 de fevereiro de 2024 - 18:05

O país é o segundo maior parceiro comercial do Brasil na África, atrás apenas da Argélia. O presidente chegou nesta quarta-feira (14); saiba o que ele foi fazer por lá dessa vez.

ELEIÇÕES 2024

Lula vai se valer de um velho recurso da política para ajudar Boulos em São Paulo

14 de fevereiro de 2024 - 9:46

No ano passado, o presidente assinou contrato de início de obras de um conjunto habitacional acompanhado de Boulos e agora prepara outros lançamentos

VIAGEM INTERNACIONAL

Os planos de Lula para sua visita aos novos membros do Brics na África

13 de fevereiro de 2024 - 10:35

Em sua primeira viagem internacional em 2024, Lula embarca hoje para compromissos no Egito e Etiópia, novos integrantes do Brics

HORA DA VERDADE

Bolsonaro na mira da PF: ex-presidente tem 24 horas para entregar o passaporte em operação que prendeu aliados

8 de fevereiro de 2024 - 9:41

Operação da Polícia Federal que envolve Bolsonaro investiga a tentativa de golpe de Estado e disseminação de notícias falsas sobre fraude nas eleições de 2022

ASSIM DISSE O MINISTRO

Varejo internacional: compras até US$ 50 caíram após regras lançadas pelo Remessa Conforme; empresas locais questionam governo

5 de fevereiro de 2024 - 16:02

Sob o argumento de prejuízos provocados à competitividade do setor produtivo brasileiro, a ADI pede que o Remessa Conforme seja suspenso enquanto o mérito não for julgado

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies