O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-02-03T20:22:40-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ÓLEO PRIME

Petrobras (PETR4) mira em águas profundas e deve exercer direito de preferência em licitação na Bacia de Campos

A diretoria da petroleira aprovou a manifestação do direito de preferência para um percentual de 30% nas áreas de Água Marinha e Norte de Brava

3 de fevereiro de 2022
20:22
Foto da fachada do prédio da Petrobras (PETR3 e PETR4) na avenida Paulista, em São Paulo. A estatal decide o valor da gasolina vendida às distribuidoras e pode ser uma boa alternativa para quem investe de olho em dividendos e proventos
Imagem: Shutterstock

Enquanto se desfaz de alguns ativos, a Petrobras (PETR4) aponta sua mira para outros. A estatal confirmou nesta quinta-feira (3) que pretende exercer o direito de preferência em blocos na Bacia de Campos, a serem licitados no Sistema de Oferta Permanente.

Segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a diretoria da petroleira aprovou a manifestação do direito de preferência para um percentual de 30% nas áreas de Água Marinha e Norte de Brava, que ficarão sob o Regime de Partilha de Produção.

A companhia destaca que a declaração de interesse está alinhada a seu plano estratégico, que prevê o foco em ativos de águas profundas e ultraprofundas. Ainda de acordo com o comunicado, a categoria "tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos, produzindo óleo de melhor qualidade e com menores emissões de gases do efeito estufa".

Desinvestimentos em dia

Enquanto a licitação não acontece, a petroleira segue com os desinvestimentos em dia. O mais recente garantiu US$ 1,38 bilhão ao cofres da Petrobras com a venda de ativos na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte, para a 3R Potiguar S.A., subsidiária integral da 3R Petroleum (RRRP3).

A negociação compreende um conjunto de 22 concessões de campos de produção terrestre e de águas rasas, juntamente à sua infraestrutura de processamento, refino, logística, armazenamento, transporte e escoamento de petróleo e gás natural no chamado Polo Potiguar

Do total, US$ 110 milhões serão pagos na assinatura do contrato de compra e venda. A Petrobras informa que a data e outros detalhes ainda serão divulgados ao mercado. 

Além disso, US$ 1,04 bilhão serão pagos no fechamento da transação e US$ 235 milhões irão para os cofres da petroleira na forma de quatro parcelas anuais de US$ 58,75 milhões, a partir de março de 2024.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies