O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-24T20:10:31-03:00
Camille Lima
FOCO EM SUSTENTABILIDADE

Ação da Multilaser (MLAS3) pode dobrar de valor em 2022, diz XP; analistas consideram positiva a compra de startup de veículos elétricos

Com o negócio, a Multilaser pode se tornar a primeira montadora de veículos 100% elétricos na Zona Franca de Manaus

22 de março de 2022
11:22 - atualizado às 20:10
Multilaser MLAS3
Multilaser - Imagem: Divulgação

A Multilaser (MLAS3) já conquistou uma posição relevante no setor de eletrônicos. Agora, a empresa decidiu sonhar alto e aumentar seu portfólio de veículos e mobilidade.

A companhia anunciou na noite de segunda-feira (21) a compra da Watts, uma startup focada em veículos elétricos, por R$ 10,5 milhões.

Com o negócio, a Multilaser coloca no radar a possibilidade de se tornar a primeira montadora de veículos 100% elétricos na Zona Franca de Manaus.

Quem é a Watts

A Watts tem somente três anos de vida, mas já tem grandes ambições para o mercado de transporte urbano.

O objetivo da startup é oferecer uma alternativa de mobilidade com zero emissão de carbono por meio de produtos sustentáveis com propulsão elétrica integralmente livre de emissões.

Os produtos da Watts incluem patinetes, scooters e bicicletas elétricas de diversas potências e características, que se juntam aos atuais modelos de patinetes elétricos da marca Atrio da compradora.

Multilaser e os veículos elétricos

De acordo com a Multilaser, os veículos elétricos estão bem presentes no dia a dia de profissionais e empresas do setor logístico e de aluguel de veículos.

Isso porque eles são produtos com um menor custo e requerem menos manutenção, além de serem sustentáveis, sem emissão de carbono.

Com a aquisição, a Multilaser reforça sua presença no setor de mobilidade elétrica no país e pode se tornar a primeira montadora de veículos totalmente elétricos do Polo Industrial de Manaus.

Do lado da Watts, a aquisição vai aumentar sua capilaridade comercial e de assistência técnica. Hoje, sua rede de lojas e concessionárias abrange dez estados do Brasil, além do Distrito Federal.

O que dizem os analistas

Os analistas da XP mantiveram suas recomendações de compra para as ações da Multilaser, com um preço-alvo de R$ 11,00 por papel MLAS3 para este ano.

Isso significa um potencial de valorização de mais de 100% para as ações em relação à cotação do último pregão (R$ 5,35).

Por volta das 11h22 desta sexta-feira, os ativos avançavam 3,18%, negociados a R$ 5,52.

A casa diz avaliar o negócio da Multilaser como positivo, uma vez que aumenta a diversificação de seu portfólio.

A compra ainda complementa a marca de patinetes elétricos Atrio e reforça seu posicionamento no mercado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DISTRIBUINDO MAIS DO QUE COMBUSTÍVEIS

Dividendos e JPC: Vibra Energia (VBBR3) anuncia o pagamento de R$ 131 milhões em proventos; confira prazos

Ao todo, a distribuidora de combustíveis já pagou R$ 663 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio no exercício de 2021

CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CSNA3) vão recomprar até 164 milhões de ações; veja o que muda para os acionistas

As duas companhias aproveitam o momento descontado na B3 para encerrar os programas atuais e iniciar novas operações com duração de um ano

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Inflação derruba bolsas, Hapvida vai às compras e a varejista que ameaça o Magalu; confira os destaques do dia

Depois de um dia de animação, preocupações com o movimento dos preços e a atividade econômica pelo mundo estragaram o humor dos investidores

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana come margem de grandes empresas e derruba bolsas globais; Ibovespa cai mais de 2% e dólar cola em R$ 5

Com inflação pressionando e China voltando a fechar cidades, o Ibovespa caiu menos que as bolsas em Wall Street, mas ainda assim amargou fortes perdas

BR Properties (BRPR3) vende 80% do portfólio para fundo canadense, em transação de quase R$ 6 bilhões

Além de representar um movimento importante no atual cenário macroeconômico brasileiro, a transação marca a saída de boa parte do capital do fundo soberano de Abu Dhabi (ADIA) da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies