O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-12T17:29:26-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
DESTAQUES DA BOLSA

Direcional (DIRR3) volta a impressionar analistas e ações da incorporadora deixam outras empresas do setor comendo poeira

A empresa registrou VGV de R$ 599 milhões no primeiro trimestre; o indicador mostra o potencial de receita a ser obtida com os lançamentos

12 de abril de 2022
13:04 - atualizado às 17:29
Direcional (DIRR3)

A Direcional (DIRR3), que foi destaque entre as incorporadoras de baixa renda no ano passado, parece disposta a repetir o feito em 2022. A prévia operacional do primeiro trimestre da empresa, divulgada na última segunda-feira (11), agradou novamente o mercado.

E, desta vez, a entrega de números considerados “fortes” e “resilientes” pelos analistas também atiçou os investidores: as ações DIRR3 estiveram entre as mais animadas do setor e encerraram o dia com alta de 2,02%, a R$ 11,59.

A forte alta dos papéis não é surpresa para o JP Morgan, que já esperava uma reação positiva após a companhia reportar lançamentos e pré-vendas acima de suas expectativas, além de um nível “saudável” de Velocidade de Vendas (VSO).

Com nove novos empreendimentos, a Direcional registrou Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 599 milhões, alta de 4% em relação ao mesmo período do ano anterior — o indicador mostra o potencial de receita a ser obtida com os lançamentos. O crescimento das vendas foi mais significativo, de 21%, para R$ 662 milhões.

Uma forcinha da renda média para a Direcional (DIRR3)

O BTG Pactual aponta que os números foram novamente impulsionados pela Riva. As vendas da incorporada controlada pela empresa — e voltada ao segmento de média renda — saltaram 40% na base anual.

Uma das vantagens do segmento de atuação da Riva é que, por não estar limitado ao programa Casa Verde e Amarela — pilar das construtoras de baixa renda — pode ajudar a aliviar as margens da empresa. 

Sem as regras rígidas do programa governamental, é possível repassar os custos com aumento no preço dos materiais construtivos e limitar os efeitos da inflação no caixa das companhias.

A baixa renda também tem seu valor

Mas, mesmo com as limitações, a XP destaca que a empresa conseguiu aumentar seu preço médio em 5,5%, para R$ 185,6 mil, no segmento de baixa renda. O movimento foi feito sem comprometer a velocidade de vendas das operações, estável em 18%.

Para o Credit Suisse, esse é um bom sinal para as margens da Direcional daqui para frente. Mas, considerando o patamar ainda alto da inflação e a deterioração do segmento de renda média, os analistas do banco suíço de investimentos mantêm recomendação neutra para as ações DIRR3.

Já os analistas das outras casas citadas na matéria são unânimes na indicação de compra para os papéis, com diferentes preços-alvo. Veja abaixo o potencial de alta calculado por cada uma das instituições:

  • BTG Pactual: preço-alvo de R$ 18 (+ 53,8%);
  • JP Morgan: preço-alvo de R$ 15 (+ 28,2%);
  • XP: preço-alvo de R$ 17 (+ 45,3%).
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies