🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
BALANÇO

CVC (CVCB3) reduz prejuízo, mas ainda segue no vermelho — confira os números do terceiro trimestre

Apesar de apresentar um resultado um pouco melhor, a companhia de turismo registrou perda líquida de R$ 75 milhões entre julho e setembro

Larissa Vitória
Larissa Vitória, Carolina Gama
8 de novembro de 2022
19:05 - atualizado às 19:31
Fachada da loja CVC Corp
Fachada da loja CVC Corp - Imagem: Divulgação

As ações da CVC Brasil (CVCB3) recuam mais de 60% neste ano. E, com o balanço do terceiro trimestre divulgado nesta terça-feira (8), os investidores podem imaginar o porquê.

Apesar de apresentar um resultado um pouco melhor, a companhia de turismo ainda segue no vermelho: registrou prejuízo líquido de R$ 75 milhões entre julho e setembro, contra R$ 83,8 milhões em perdas no mesmo período do ano anterior.

Já o Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) voltou para o azul: R$ 50,9 milhões ante um resultado negativo de R$ 19,5 milhões registrados no mesmo período de 2021.

Já a receita líquida da companhia subiu 46,6% em base anual e chegou a R$ 337,6 milhões.

CVC: um olhar mais de perto nos números

A CVC atribuiu a redução de 10,5% do prejuízo de um ano para o outro com a melhora do resultado operacional, enquanto a receita cresceu, acompanhando a evolução das reservas no período — julho é o mês de férias escolares tanto no Brasil e como na Argentina.

A companhia também destacou a procura por destinos internacionais, dado o aumento gradual da malha aérea, bem como de eventos e viagens corporativas. E aqui vale lembrar que no terceiro trimestre de 2021 já havia uma retomada gradativa das atividades devido ao aumento da vacinação contra a covid-19 e a reabertura de fronteiras.

  • Outras receitas e despesas operacionais: ficaram negativas em R$ 4,1 milhões dado provisão para contingências e despesas com reembolsos. A redução no volume de despesas decorrentes de pedidos de reembolso (compostas majoritariamente por comissões e taxas não recuperáveis) explica a melhoria ante o terceiro trimestre de 2021
  • Despesas não recorrentes: totalizaram R$ 24,5 milhões, compostas basicamente pela variação em provisões relacionadas a fusões e aquisições realizadas, no montante de R$ 10,8 milhões, e em despesas com pessoal, no montante de R$ 10,6 milhões, decorrentes de indenizações incorridas na implementação de plano de reestruturação iniciado em setembro e retenção de executivos-chave.
  • Resultado Financeiro: somou despesa líquida de R$ 69,2 milhões entre julho e setembro ante despesa de R$ 13,9 milhões em igual período de 2021 — o aumento deve-se, principalmente, aos efeitos da elevação da taxa básica de juros sobre a dívida líquida.

A variação cambial no período foi de R$ 1,8 milhão ante R$ 11,2 milhões do terceiro trimestre de 2021, em função do resultado da variação da marcação a mercado de derivativos, da variação cambial sobre saldo de bancos e pagamentos internacionais.

Reservas confirmadas e consumidas

As reservas confirmadas no terceiro trimestre aumentaram 34,7% em comparação com o mesmo período do ano anterior e subiram 4,8% frente ao segundo trimestre deste ano.

A CVC destaca também o desempenho relacionado à temporada de cruzeiros 22/23, com aumento de 123% frente ao segundo trimestre e de 177% quando comparado com o mesmo período de 2021 — considerando as reservas já registradas pela companhia até o momento, essa já é a melhor temporada de cruzeiros da história da CVC em termos de vendas.

Entre julho e setembro houve também uma recuperação nas reservas confirmadas para destinos internacionais: crescimento de 176% em base anual, representando 56% das reservas confirmadas no período (versus 27% no terceiro trimestre de 2021).

Em termos de reservas consumidas houve avanço de 61,5% no terceiro trimestre em termos anuais e de 18,8% em base trimestral.

No B2B, as reservas consumidas foram 3,1% inferiores ao segundo trimestre por redução de participação nas vendas de produto aéreo, que registrou forte volume de vendas entre abril e junho, em especial nos destinos internacionais. No entanto, frente ao terceiro trimestre de 2021, a CVC registrou aumento de 20,4%, dado a retomada de viagens e eventos corporativos.

Houve aumento do ticket médio no período, porém em menor proporção de períodos anteriores: +8,9% em relação ao segundo trimestre.

Novos negócios

No mês passado, a CVC lançou seu programa de fidelidade Clube CVC, que visa o acúmulo de pontos pelos clientes, que poderão utilizá-los no resgate de produtos e benefícios dentro do portfólio da companhia.

O objetivo da companhia é que o programa seja distribuído em mais de 1,1 mil lojas que a CVC tem atualmente em todo o Brasil. Neste primeiro momento, o piloto tem início no site e no aplicativo na operadora, chegando às lojas no primeiro trimestre de 2023.

O Clube CVC é de adesão gratuita, mas a empresa também lançou uma versão de assinatura, o Clube CVC Super 1.000, com valor mensal de R$ 37,90, em que os pontos nunca expiram e o cliente acumula mil pontos todos os meses, mesmo sem fazer compras.

Na ocasião, Tulio Oliveira, diretor-executivo de tecnologia e novos negócios da CVC, disse que a ideia é que o programa seja um grande gerador de caixa.

Não à toa, a CVC informou hoje que investiu mais de R$ 300 milhões em tecnologia desde 2020, sendo R$ 166 milhões entre janeiro e setembro — mantido o ritmo, 2022 deverá se tornar o ano de maior investimento da companhia.

Compartilhe

PROPAGANDA ENGANOSA

Oi, Vivo e Tim vão ter que pagar milhões: operadoras de celular são enquadradas por crime contra o consumidor

23 de julho de 2024 - 18:01

As empresas foram acusadas pela Senacon de propaganda enganosa sobre 5G, mas ainda podem recorrer

CHEQUE DE QUASE R$ 7 BI

Privatização da Sabesp (SBSP3) é concluída e Equatorial (EQTL3) tem que pagar a conta: presidente da companhia diz ter mais ativos prontos para vender e levantar recursos

23 de julho de 2024 - 16:45

Augusto Miranda destacou que a empresa tem tempo para estruturar uma saída do empréstimo ponte tomado junto a um grupo de bancos

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour Brasil (CRFB3) volta a ter lucro e supera expectativas no 2º trimestre – mas o que explica a queda das ações na B3 hoje?

23 de julho de 2024 - 14:17

Grupo anunciou um lucro líquido de R$ 330 milhões e a abertura de novas lojas da rede de varejo; analistas, contudo, não são unânimes sobre a compra da ação

DESTAQUES DA BOLSA

Embraer arremete e volta a voar na B3; EMBR3 lidera os ganhos do Ibovespa hoje. O que está por trás da alta da ação?

23 de julho de 2024 - 13:59

O desempenho positivo das ações da Embraer hoje vem na esteira do anúncio de mais uma encomenda de aviões militares no exterior; veja os detalhes

SÓ AS PONTINHAS

Após privatização, Sabesp (SBSP3) anuncia corte nas tarifas de água — mas você nem deve perceber

23 de julho de 2024 - 11:43

Também passam a vigorar no novo estatuto social da companhia e novas políticas internas, relacionadas à distribuição de dividendos e governança corporativa

NOVO EXECUTIVO

Com foco na transição energética e no ‘petróleo branco’, Vale (VALE3) anuncia Shaun Usmar como o novo CEO da divisão de metais

23 de julho de 2024 - 10:17

Indicação ocorre em meio a um racha entre os conselheiros para o futuro presidente da mineradora

SOB MEDIDA

Hapvida (HAPV3) mira expansão no Sudeste com investimento de R$ 600 milhões em novos hospitais. É hora de comprar a ação?

23 de julho de 2024 - 9:50

A companhia assinou um memorando de entendimentos com a Riza Gestora de Recursos para o financiamento de duas novas unidades no Rio de Janeiro e em São Paulo

Prévias de balanços

Dos números ‘chatos’ do Itaú às preocupações com Nubank: veja o que esperar dos balanços dos bancos no 2º trimestre

23 de julho de 2024 - 7:00

A temporada de balanços do segundo trimestre de 2024 começa nesta semana e, como de costume, os bancos estão entre as primeiras empresas a divulgar resultados. O primeiro a soltar seus números é o Santander (SANB11), na quarta-feira (24) antes da abertura da bolsa. Depois é a vez do Bradesco (BBDC4), que divulga seus resultados […]

LEVANTANDO VERBA

Com cheque de quase R$ 7 bilhões na privatização da Sabesp (SBSP3), Equatorial (EQTL3) engorda o caixa com aumento de capital

22 de julho de 2024 - 18:47

Considerando todo os papéis subscritos e integralizados, a operação alcançou o montante máximo previsto de R$ 516,19 milhões

Novo negócio

Braskem prepara nova operação fora da área petroquímica. Saiba qual é

22 de julho de 2024 - 16:37

Segundo a companhia, primeira operação de cabotagem será entre a Bahia e o Rio de Janeiro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar