2022-02-06T18:15:15-03:00
Carolina Gama
GESTÃO

A missão de Rodrigo Abreu no comando da Oi (OIBR3); veja os desafios que o executivo tem pela frente

Ele está na empresa em recuperação judicial há dois anos e deve permanecer no cargo até 31 de janeiro de 2024 após reeleição

2 de fevereiro de 2022
20:30 - atualizado às 18:15
The logo of Brazilian telecoms company Oi SA is pictured inside a store in Sao Paulo
The logo of Brazilian telecoms company Oi SA is pictured inside a store in Sao Paulo, Brazil July 18, 2018. REUTERS/Paulo Whitaker -

Rodrigo Abreu seguirá no comando da Oi (OIBR3) por mais dois anos com uma missão crucial: concluir o processo de venda da Oi Móvel que, não por acaso, é o primeiro item da pauta do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) na sessão da próxima quarta-feira (09).

A reeleição de Abreu aconteceu na segunda-feira (31), e a decisão do conselho de administração da companhia em recuperação judicial determina que a duração do mandato do executivo vá até 31 de janeiro de 2024.

A recondução do executivo coincidiu com o sinal verde da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para a venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo. Após um pedido de vista do conselheiro Vicente Aquino na sexta-feira (28), o conselho diretor da Anatel se reuniu no início da semana para reavaliar o caso. 

[captcao]

Quem é Rodrigo Abreu?

O executivo ingressou na Oi em setembro de 2018 como membro do conselho, mas logo passou a ser coordenador do comitê de transformação, estratégia e investimentos. 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Em setembro de 2019, foi eleito como diretor na posição de Chief Operating Officer (COO). Ele também já foi presidente da TIM entre 2013 e 2016. 

A Oi no Cade

No Cade, a aprovação da venda da Oi Móvel - um negócio fechado em R$ 16,5 bilhões em dezembro de 2020 - ainda é incerta.

De acordo com fontes ouvidas pela Broadcast em janeiro, não é possível falar nem em aprovação e nem em rejeição do acordo até o momento. 

Em novembro do ano passado, a Superintendência-Geral do Cade recomendou a aprovação do negócio, desde que acompanhada de medidas para atenuar os efeitos da concentração de mercado. O despacho descartou a necessidade de venda de ativos.

Assim, as empresas negociam "remédios" com o Cade para tentar aprovar a operação e mitigar efeitos anticoncorrenciais.

O processo é fundamental

A Oi encontra-se atualmente diante dos últimos obstáculos à venda de seu negócio de telefonia celular para suas rivais.

Na semana passada, os acionistas da operadora aprovaram em assembleia a incorporação da Oi Móvel, etapa prevista dentro do processo de venda da unidade.

A conclusão da venda tanto da unidade móvel como da participação na divisão de fibra óptica é tida como fundamental no processo de recuperação judicial da Oi, que se arrasta desde 2016. Confira a avaliação do analista gráfico e head de educação da Vitreo, Rogério Araújo, sobre a OIBR3.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele