O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-06T18:11:17-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PÓS BALANÇO

O preço da gasolina vai subir de novo? Presidente da Petrobras (PETR4) não descarta a necessidade de futuros reajustes

Em seu primeiro evento, o novo presidente da Petrobras disse que vai manter a política de preços, ajustados conforme o mercado internacional

6 de maio de 2022
18:04 - atualizado às 18:11
posto gasolina petrobras PETR4
Imagem: Divulgação/Petrobras

Diante de um cenário de altas nas cotações do petróleo, mesmo com o aumento de produção pela Opep, o novo presidente da Petrobras (PETR4), José Mauro Coelho, não descartou a possibilidade de reajustar novamente o preço dos combustíveis.

"Não podemos nos desviar da prática de preços de mercado", disse Coelho. E acrescentou que “em algum momento, os reajustes devem ser feitos para manter a saúde da companhia”.

Vale mencionar que o preço dos combustíveis no Brasil são reajustados conforme o mercado internacional, seguindo a política de paridade (PPI), desde 2016.

Em videoconferência sobre o resultado na petroleira no primeiro trimestre, Coelho afirmou que os acionistas e os brasileiros podem voltar a confiar na companhia para ter retorno dos seus investimentos. A Petrobras apresentou um lucro recorde de R$ 44,5 bilhões entre os meses de janeiro e março deste ano e vai distribuir cerca de R$ 48 bilhões em dividendos.

Ele explicou que, quanto mais forte é o resultado da empresa, mais impostos são recolhidos para a União, o que beneficia a sociedade. "A arrecadação de R$ 70 bilhões em impostos no primeiro trimestre promove mais empregos, permite que Estados e municípios façam investimentos", disse.

E o preço da gasolina, como fica?

A Petrobras está a 57 dias sem mexer nos preços da gasolina e do diesel. Contudo, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), voltou a criticar os preços dos combustíveis durante o seu pronunciamento semanal nas redes sociais, na última quinta-feira (05).

Ele também pediu para a estatal não fazer reajustes, pois, segundo ele, poderiam “quebrar o Brasil”.

Leia também

Expectativas da Petrobras

Segundo o presidente da estatal, o foco da empresa continua na exploração do pré-sal. A expectativa é que das 15 plataformas que devem ser construídas nos próximos cinco anos, 13 serão para o pré-sal.

Além disso, a Petrobras espera aumentar a produção em 500 mil barris de petróleo por dia (bpd) nos próximos cinco anos, de acordo com o Plano Estratégico da companhia 2022-2026.

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies