O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-04T20:36:26-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) pega carona nas bolsas dos EUA e sobe 5% guiado pelo Fed; veja a reação de outras criptomoedas à Super Quarta

Tanto aqui como lá, os bancos centrais pisaram no acelerador do aperto monetário para conter uma inflação persistentemente alta, mas investidores de ações e ativos digitais parecem não ter se assustado com as decisões; entenda por quê

4 de maio de 2022
20:36
bitcoin (BTC) moeda física
Bitcoin (BTC) - Imagem: Pixabay

Uma viagem sem surpresas. Assim foram as decisões de política monetária nos EUA e no Brasil nesta quarta-feira (04). As bolsas norte-americanas gostaram do que viram no trajeto  — e, ao que tudo indica, o bitcoin (BTC) e outras criptomoedas também.

Nos EUA, o Fed cumpriu a programação: elevou a taxa de juros em 0,50 ponto percentual (pp), colocando-a na faixa entre 0,75% e 1,00% ao ano. 

Embora esse tenha sido o maior ajuste dos juros nos EUA desde 2000, não assustou os investidores. O aumento da taxa básica norte-americana nessa magnitude já estava há muito contratada pelo mercado. 

E ela não veio sozinha: o Fed também anunciou que começará a reduzir seu balanço trilionário de ativos a partir de 1 de junho. Apesar de ser um corte gradual, a operação equivale a um aperto monetário via aumento de juros. 

Como toda boa viagem, a paisagem foi agradável aos olhos e aos ouvidos. Na coletiva após a decisão, o presidente do Fed, Jerome Powell, descartou o que o mercado mais temia: um aumento demasiadamente agressivo da taxa básica.

Segundo ele, um ajuste de 0,75 pp ou mais não está sendo considerado neste momento. E foi além: Powell acredita que é possível estabilizar a inflação nos EUA sem que a economia entre em recessão. 

O resultado foi as bolsas norte-americanas encerrando o dia na casa dos 3% e o bitcoin (BTC) acelerando a alta. 

Por volta de 20h35, o BTC operava em alta de 5,29%, cotado a US$ 39695,81. Confira a performance de algumas da principais criptomoedas:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 39.695,81+5,29%+1,44%
Ethereum (ETH)US$ 2.929,94+5,30%+1,76%
Tether (USDT)US$ 1,00+0,01%-0,01%
BNB (BNB)US$ 402,28+5,16%+3,00%
USD Coin (USDC)US$ 1,00+0,03%+0,02%
Fonte: coinmarketcap.com

Depois do Fed, o Copom

A Super Quarta, como é conhecido o dia em que o Fed e o Banco Central brasileiro anunciam suas decisões de política monetária, também teve um trajeto sem surpresas para o passageiro daqui.

Como era amplamente esperado, o Comitê de Política Monetária (Copom) subiu a taxa Selic em 1 pp, colocando-a em 12,75% ao ano. 

A decisão marca a décima alta consecutiva nos juros; no começo do ano passado, a Selic estava em 2%. O BC não ia a patamares tão altos desde janeiro de 2017 — na ocasião, a a taxa estava em 13%. 

Assim como no caso do Fed, no comunicado de hoje, o Copom deixa claro que o plano é seguir em frente com o aperto monetário. O BC brasileiro deixou a porta aberta para novas altas na Selic, embora em intensidade menor que a promovida nesta quarta-feira.

Tanto no caso dos EUA como no caso do Brasil, os bancos centrais estão promovendo aumentos nos juros — cada um a seu ritmo — para controlar a inflação. 

Aqui e lá, os preços estão ganhando impulso, principalmente, pelos efeitos da reabertura econômica pós arrefecimento da pandemia e também pela guerra na Ucrânia — que alimenta a disparada das commodities. 

Papo Cripto #17 — Bitcoin (BTC) deve disparar em 2022

Não deixe de conferir o último Papo Cripto, em que eu converso com João Canhada, CEO da Foxbit.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

INTERNET DO MUSK

O que faz a Starlink, empresa que trouxe Elon Musk ao Brasil e que deve operar na Amazônia

A empresa de Elon Musk, Starlink, promete internet ultrarrápida e deve começar as suas operações ainda neste ano; Anatel já deu aval

FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,87% e vale R$ 4,87. Euro também cai e vale R$ 5,13; confira o que movimentou o câmbio nesta sexta-feira

Apesar do predomínio de um certo humor pessimista pelo mundo, o real conseguiu ter mais um dia de ganhos em relação ao dólar

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

CHAPÉU NA RECEITA

Criador da Terra (LUNA), criptomoeda que virou pó, deve cerca de US$ 78 milhões ao governo da Coreia do Sul e Terraform Labs deixa investidores com prejuízo de US$ 1,1 milhão

As acusações acontecem em meio a uma reformulação do protocolo, que pretende pagar os usuários que perderam dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies