🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-12T09:23:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
SINUCA DE BICO

Biden e Putin, presidente da Rússia, conversam hoje por telefone. Veja como o resultado dessa ligação pode afetar os seus investimentos

Caso a conversa entre os presidentes não tenham o desfecho desejado, quais serão as consequências econômicas de uma invasão russa na Ucrânia?

12 de fevereiro de 2022
9:13 - atualizado às 9:23
Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Vladimir Putin, presidente da Rússia - Imagem: Shutterstock

Na última sexta-feira (11) os investidores tiveram um gostinho de qual seria a reação do mercado caso a Rússia concretize as ameaças contra a Ucrânia.

Após o governo americano admitir que Vladimir Putin, o presidente russo, decidiu invadir a Ucrânia, as bolsas dos Estados Unidos, que já recuavam com o temor de um aperto monetário, passaram a despencar com a notícia - as perdas em Wall Street variaram de 1,75% a 2,78%.

Por aqui, o Ibovespa escapou por um triz da queda, apoiado pelo avanço de 3% no barril do petróleo e na recuperação das ações da Petrobras (PETR4).

Os próximos capítulos ainda estão incertos, mas fontes próximas à Casa Branca e ao Kremlin confirmaram que o presidente dos EUA, Joe Biden, e Putin devem conversar por telefone na manhã deste sábado (13).

Mas, antes mesmo da ligação, a Rússia já começou a retirar diplomatas de sua embaixada e consulados na Ucrânia. O movimento é interpretado como mais um sinal de que um conflito militar entre os países está se tornando cada dia mais provável.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, declarou que Moscou optou por uma "certa otimização" do pessoal da embaixada russa em Kiev e consulados em Kharkiv, Odessa e Lviv porque temia "provocações do regime de Kiev ou de países terceiros".

Caso a conversa entre os presidentes - e demais negociações conduzidas por outros países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) - não tenham o desfecho desejado, qual será a consequência para os investimentos de uma invasão russa na Ucrânia?

Disparada nos preços de energia

O primeiro efeito esperado é que os preços da energia subam. É provável que o petróleo, que fechou em alta de mais de 4% ontem, ultrapasse o limite de US$ 100 o barril pela primeira vez desde 2014.

Além da commodity, o papel da Rússia como principal fornecedor de gás natural para a Europa Ocidental também pode elevar os preços na região.

Ou seja, o aumento dos preços da energia na Europa e em todo o mundo seria a principal maneira pela qual a invasão russa aumentaria a volatilidade nos mercados financeiros, disseram analistas ouvidos pelo MarketWatch.

Federal Reserve

Os títulos públicos, especialmente os Treasuries americanos, estão entre os refúgios mais populares para os investidores durante períodos de incerteza geopolítica.

Por isso, analistas e investidores debatem como uma guerra na Ucrânia poderia afetar os planos do Federal Reserve, banco central dos EUA, para um aperto monetário.

A alta nos preços de energia poderiam reforçar as preocupações do Fed em relação à pressão inflacionária. Por outro lado, o aumento na incerteza também pode levar a uma postura mais dovish por parte da instituição para estimular o consumo e aquecer a economia.

Ações resilientes

Apesar do comportamento das bolsas de valores de Nova York ontem, analistas apontam para dados históricos que mostram que o mercado acionário norte-americano tende a superar choques geopolíticos “relativamente rápido”.

Um compilado produzido pela LPL Financial com os acontecimentos mais importantes dos últimos 80 anos sustenta a afirmação. Veja abaixo:

Por aqui, se o pior cenário se concretizar, a bolsa brasileira ainda pode surfar algum ganho, segundo o analista de investimentos da Nova Futura, Matheus Jaconeli.

Com um índice fortemente concentrado na produção de commodities energéticas e agrícolas, o analista aponta que o risco reduzido deve seguir até o momento em que a agenda política se torne mais agitada. "O risco-País segue nos níveis mais baixos desde o fim de 2021".

  • Os repórteres do Seu Dinheiro comentam toda semana sobre os temas que mexem com o seu bolso. Aperte o play e siga o nosso podcast:

*Com informações de MarketWatch e Dow Jones Newswires

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ELEIÇÕES 2022

Ô abre alas que Braga Netto vem aí! General da reserva é exonerado e tem caminho livre para ser vice de Bolsonaro

Bolsonaro havia confirmado no domingo (27) o nome de Braga Netto como seu vice na chapa que disputará a reeleição deste ano, causando um pouco de desconforto entre aliados que esperavam a escolha de Tereza Cristina (PP), ex-ministra da Agricultura

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC): o pior investimento do semestre tenta sobreviver aos dados de emprego nos EUA; confira o que mexe com as criptomoedas na próxima semana

Entre os destaques da semana, estão a liquidação de ativos da Three Arrows Capital, pechinchas no mercado cripto e mais

CAÇANDO MARRUÁ

Bitcoin (BTC) no cabresto? UE tenta domar o mundo das criptomoedas com marco regulatório; saiba como

O acordo é provisório e inclui uma proposta que cobre emissores de criptoativos não lastreados e também as chamadas stablecoins, bem como as plataformas de negociação e as carteiras nas quais os ativos digitais são mantidos

O MEDO DA RECESSÃO

Meta em crise: Mark Zuckerberg quer contratar menos funcionários e demitir mais gente a partir de agora

A dona do Facebook espera um segundo semestre de vacas magras e enfrentará um severo corte de gastos; por isso, a companhia prioriza equipes mais enxutas e agressivas

ELEIÇÕES 2022

É só mais essa! Líder nas pesquisas, Lula descarta tentar reeleição se derrotar Bolsonaro em outubro

Em entrevista, Lula disse que ‘daqui a 4 anos vai ter gente nova’, criticou o Congresso e prometeu retirar sigilos impostos por Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies