🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-02-12T10:43:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CIBERCRIMINOSOS

“Bonnie e Clyde” das criptomoedas: casal americano é acusado pela lavagem de mais de R$ 23 bilhões em bitcoin (BTC)

As criptomoedas foram parar nas mãos do casal após o ataque hacker à corretora Bitfinex em 2016, segundo informações do Departamento de Justiça dos EUA

12 de fevereiro de 2022
11:58 - atualizado às 10:43
Homem pede mulher em casamento com bitcoin (BTC) no lugar do anel | Criptomoedas
Imagem: Shutterstock

Cleópatra e Marco Antônio, Tristão e Isolda, Paris e Helena de Troia: a história está cheia de casais famosos. Inspirados (ou não) pelos livros e lendas, um casal norte-americano pode estar prestes a entrar para os anais do mundo do crime como “Bonnie e Clyde” do bitcoin.

Ilya Lichtenstein, ou “Dutch”, um cidadão russo-americano, e sua esposa Heather Morgan foram presos em Manhattan, Nova York, nesta semana acusados de conspirar para lavar quase 120.000 bitcoins, o equivalente a US$ 4,5 bilhões (cerca de R$ 23,6 bilhões).

As criptomoedas foram parar nas mãos do casal após o ataque hacker à corretora Bitfinex em 2016. Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a maior parte do bitcoin perdido na época já foi recuperado, totalizando cerca de US$ 3,6 bilhões.

A ironia

Os dois acusados já eram conhecidos no país mesmo antes mesmo de entrarem na mira da justiça e ganharem o infame apelido. Morgan, que se autointitula como “O crocodilo de Wall Street”, canta rap no aplicativo Tik Tok sob alcunha de Razzlekhan.

Além disso, sua ficha também conta com contribuições para a Forbes, incluindo um artigo sobre como as empresas podem se blindar contra cibercriminosos.

Já a suposta conta de Lichtenstein no Twitter exibe posts frequentes sobre a Web 3.0 e criptomoedas, enquanto seu LinkedIn lista cargos de consultor de uma startup de blockchain e investidor em projetos semelhantes.

O crime

Como os dois passaram de consultor e artista de rap para criminosos? Segundo as autoridades dos EUA, eles não participaram do ataque hacker, mas parte dos 120 mil bitcoins roubados em 2016 foram parar na carteira de Lichtenstein.

Para despistar as autoridades, o casal criou contas falsas e usou programas de computador automatizados para realizar várias transações, depositando os ativos em exchanges de criptomoedas para dificultar o rastreamento.

Eles também usaram contas baseadas nos EUA para fazer suas atividades parecerem legítimas e envolveram-se até mesmo em compras de NFTs com as moedas roubadas.

A descoberta

Um processo judicial de 34 páginas revela como a fraude foi descoberta: em posse de mandados de busca para a atividade online do casal, agentes especiais recuperaram arquivos de uma conta que detinha as chaves privadas da carteira original.

Com as chaves em mãos, os investigadores obtiveram o endereço da carteira do destinatário e elucidaram o esquema de lavagem, recuperando 94 mil bitcoins no processo.

O casal ainda tentou esconder seu papel na lavagem de criptomoedas estabelecendo novas identidades. Lichtenstein e Morgan passaram um mês na Ucrânia em 2019 e suas atividades "às vezes parecem tiradas das páginas de um romance de espionagem", indica o documento.

Para os promotores, Morgan aprendia a língua enquanto os dois se preparavam para a vida na Rússia.

No início deste ano, uma busca no apartamento do casal encontrou US$ 40.000 em dinheiro em espécie, mais de 50 dispositivos eletrônicos, dois livros ocos e uma bolsa com a etiqueta "telefone descartável".

As autoridades também acreditam ter acessado uma conta de armazenamento em nuvem de Lichtenstein. Os arquivos criptografados incluem uma planilha com várias contas e carteiras adicionais e arquivos com variações da palavra “sujo” em seus nomes, como “carteira_suja”.

  • Os repórteres do Seu Dinheiro comentam toda semana sobre os temas que mexem com o seu bolso. Aperte o play e siga o nosso podcast:

*Com informações do Business Insider

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O MEDO SE ESPALHA

Por que o petróleo tomba mais de 10% e arrasta as ações da Petrobras (PETR4) e PRIO (PRIO3) hoje

5 de julho de 2022

A projeção pessimista vem em um momento em que as cotações estão sob pressão. Desde o início do ano, quando as tensões entre Rússia e Ucrânia se intensificaram, o preço do barril saltou mais de 40%

SEM ACORDO

Greve do BC termina na data marcada; paralisação durou 95 dias

5 de julho de 2022

Os servidores do Banco Central cruzaram os braços em abril e reivindicavam reajuste salarial e reestruturação da carreira — demandas que não foram atendidas a tempo

ELEIÇÕES 2022

Pode isso, Arnaldo? Lula critica orçamento secreto enquanto oposição discute divisão das verbas em 2023

5 de julho de 2022

O orçamento secreto envolve a distribuição, sem transparência, de recursos federais a redutos eleitorais de deputados e senadores. O governo usa os pagamentos para comprar apoio político no Congresso.

DE NOVO?

A crise não acabou na Loft: startup faz nova demissão em massa e corte atinge cerca de 380 funcionários

5 de julho de 2022

Segundo a empresa, o novo corte acontece em razão da “reorganização” dos negócios. Em abril, a Loft demitiu cerca de 159 funcionários

A BOLSA COMO ELA É

Isso também vai passar: Entenda por que é hora de aproveitar a baixa do mercado para investir em ações da bolsa

5 de julho de 2022

O Ibovespa negocia aos menores múltiplos desde 2008. Portanto, se ainda não começou a investir, este é um ótimo momento para começar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies