🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-20T13:46:01-03:00
Ricardo Gozzi
CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) opera em forte queda com tensão no Leste Europeu

Além da tensão na Europa, as criptomoedas também esbarram na tendência de alta nos juros, que deixa osos títulos do Tesouro americano mais atrativos

20 de fevereiro de 2022
9:31 - atualizado às 13:46
Bitcoin (BTC) acumula perdas de 16% em 2022 e criptomoedas também caminham para semana negativa; confira o preço delas hoje
Bitcoin cai cerca de 70% desde sua máxima histórica. - Imagem: Shutterstock

Os principais expoentes do mercado de criptomoedas operam em forte queda na manhã deste domingo em meio à escalada da tensão no leste europeu.

Por volta das 13h45, o bitcoin (BTC) recuava 4,7%, a US$ 38.324, depois de voltar a flertar com as mínimas do início do ano. Já o ethereum (ETH) caía 4,9%, aos US$ 2.641.

É sempre bom lembrar que o mercado de moedas digitais opera 24 horas por dia, 7 dias por semana, ainda que a liquidez caia consideravelmente aos sábados e domingos.

Confira a seguir o desempenho das cinco maiores moedas digitais no fim da manhã de hoje:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 38.324,06-4,74%-9,37%
Ethereum (ETH)US$ 2.641,59-4,92%-8,42%
Tether (USDT)US$ 1,00-0,02%-0,02%
BNB (BNB)US$ 380,78-5,30%-4,87%
USD Coin (USDC)US$ 0,9996-0,03%+0,02%

Bitcoin na zona de guerra

Depois de alguma recuperação na primeira quinzena de fevereiro, o mercado de criptomoedas foi duramente afetado pelas notícias sobre a crise na fronteira entre a Rússia e a Ucrânia no decorrer da última semana.

A situação agravou-se hoje pela manhã, quando autoridades ucranianas acusaram rebeldes separatistas pró-Rússia de terem perpetrado "20 incidentes em violação ao cessar-fogo" em apenas 11 horas. O exército da Ucrânia assegura estar "pronto para qualquer cenário".

Potências ocidentais lideradas pelos Estados Unidos acusam a Rússia de estar se preparando para invadir a Ucrânia. Já o governo russo denuncia o avanço da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) até suas fronteiras.

E enquanto EUA e Alemanha seguem divergindo em relação à adoção de sanções contra a Rússia, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, acusou o Kremlin de ter planos de deflagrar "a maior guerra já vista na Europa desde 1945". O comentário foi feito durante entrevista à BBC.

No campo diplomático, os presidentes da França, Emmanuel Macron, e da Rússia, Vladimir Putin, conversaram hoje por telefone. O líder francês tornou-se o mais frequente interlocutor europeu de seu homólogo russo nos últimos dias.

De acordo com o governo francês, Putin concordou com a realização, nas próximas horas, de uma reunião trilateral envolvendo representantes da Rússia, da Ucrânia e da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

'Macronização' dos investimentos em criptomoedas

Além disso, a batalha entre touros e ursos continua nas métricas internas da rede (blockchain) da maior criptomoeda do mundo. Mesmo com a taxa de mineração nas alturas, houve uma “macronização” dos investimentos de uma forma geral.

Isso significa que os ativos passaram a acompanhar os movimentos macroeconômicos ao invés de acompanharem seus fundamentos. Em especial, o Banco Central americano, o Federal Reserve, é o grande chefão dessa história.

Pressão das instituições

Com a tendência de alta nos juros, os investimentos mais seguros do mundo — os títulos do Tesouro americano — passaram a ficar mais atrativos, o que retira recursos de ativos de risco, como ações e criptomoedas.

Dessa forma, os ativos digitais devem seguir a tendência de acompanhar as bolsas americanas até a próxima reunião do Fed, em março.

"A quinta-feira, em especial, trouxe uma correção forte e, neste momento, o BTC está brigando com a zona de 40k para decidir se vamos voltar a ver níveis na casa dos 30 mil ou se teremos uma reversão aqui. Apesar disso, não tivemos grandes motivos intrínsecos do mercado para a correção", disse o analista de criptomoedas da Empiricus, Vinícius Bazan.

Ele destaca ainda que a mineração do BTC conseguiu se reorganizar e voltar a bater recordes depois do banimento da China, no ano passado, o que mostra, mais uma vez, a solidez do mercado.

O que esperar para a próxima semana

O presidente americano Joe Biden deve publicar o relatório da Casa Branca sobre criptomoedas na semana que vem, de acordo com informações do Yahoo Finance.

O texto deve ser abrangente na questão da regulamentação de ativos digitais. Segundo fontes oficiais, serão publicadas diretrizes sobre moedas digitais de bancos centrais (CDBCs, em inglês) e outros artigos criptográficos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies