Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2022-05-13T20:28:24-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobrevive a maremoto, mas volta a perder patamar dos US$ 30 mil; confira cotações das criptomoedas

De acordo com especialistas, o suporte está entre US$ 27 mil e US$ 28 mil, mas o nível psicológico mais acima também deve auxiliar no sentimento do mercado na próxima semana

13 de maio de 2022
20:28
criptomoedas
Imagem: Shutterstock -

O bitcoin (BTC) navega em águas mais calmas na noite desta sexta-feira (14) depois do maremoto que atingiu o mercado de criptomoedas nesta semana, fazendo com que alguns desses ativos virassem pó. 

No entanto, o BTC não sustenta os fortes ganhos vistos no início do dia e volta a ficar abaixo do patamar de US$ 30 mil. 

O principal responsável pelas perdas dos últimos dias foi o pânico gerado pela Terra (LUNA) e sua stablecoin TerraUSD (UST). 

[captcao]

Por se tratar de uma das maiores criptomoedas do mundo, os investidores iniciaram um processo de venda em massa que derrubou as cotações das demais moedas digitais. 

Por volta de 20h20, o bitcoin (BTC) subia 1,92%, cotado a US$ 29.511,57. Confira a cotação de algumas das principais moedas digitais do mundo:

NomePreço24h %7d %
Bitcoin (BTC)US$ 29.797,78+3.32%-17,30%
Ethereum (ETH)US$ 2.057,50+6,56%-23,73%
Tether (USDT)US$ 0,9983+0,07%-0,17%
USD Coin (USDC)US$ 1,00-0,07%0,00%
BNB (BNB)US$ 295,85+10,63%-22,21%
Fonte: coinmarketcap.com

Os próximos passos do bitcoin (BTC)

Para o final de semana, o investidor deve acompanhar se o bitcoin conseguirá se firmar no patamar de US$ 30 mil — algo que não está acontecendo agora. 

De acordo com especialistas, o suporte está entre US$ 27 mil e US$ 28 mil, mas o nível psicológico mais acima também deve auxiliar no sentimento do mercado na próxima semana. 

Caso o BTC perca esse nível, alguns analistas preveem que a maior criptomoeda do mundo pode recuar até os US$ 20 mil e até mesmo abaixo disso — o que é improvável, mas não impossível de acontecer.

Mas vale sempre lembrar que o mercado de criptomoedas é altamente volátil e por isso os especialistas recomendam a alocação de até 5% dos seus investimentos em ativos digitais.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

A PARTIR DE JUNHO

Quer um pedacinho da Eletrobras (ELET3)? O trabalhador poderá usar recursos do FGTS para comprar ações

O trabalhador deverá fazer reserva de aquisições entre 3 e 9 de junho. O governo liberou o uso de até 50% do FGTS para compra de ações da Eletrobras

DESINVESTIMENTO

Em meio à turbulências, Petrobras (PETR4) assina mais um contrato de venda de refinaria

A operação ainda deve passar pelo crivo do Cade. A venda da refinaria Lubnor por US$ 34 milhões faz parte do plano de desinvestimento

DIPLOMACIA RUSSA

Bandeira branca? Putin diz que vai viabilizar comércio de grãos ucranianos e fertilizantes

Em conversa com o presidente da França e o chanceler da Alemanha, Putin afirmou que vai aumentar a oferta de grãos e fertilizantes

NÃO VINGOU

Terra 2.0 derrete mais de 60% no dia do lançamento; saiba por quê

A Terra 2.0 já acumula perdas; o renascimento da criptomoeda sofre com a perda de credibilidade, após falhas no protocolo da antiga moeda

NOVA CRIPTO NA ÁREA

Lançamento da Terra 2.0: vale a pena investir em um projeto criado pelos mesmos desenvolvedores da extinta Terra (LUNA)? Especialistas falam sobre nova criptomoeda

A resposta foi quase unânime: os analistas deixaram de acompanhar a Terra (LUNA) e não acreditam mais no projeto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies