🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

A inteligência artificial vai destruir as ações do Google?

Estamos falando de um futuro em que a inteligência artificial permanecerá gratuitamente aberta, ao acesso de qualquer um, exatamente como o Google?

22 de dezembro de 2022
6:11 - atualizado às 15:01
Sede do Google. A empresa é controlada pela Alphabet (GOGL34)
Sede do Google - Imagem: Shutterstock

Olá, seja bem-vindo à Estrada do Futuro, onde conversamos semanalmente sobre a intersecção entre investimentos e tecnologia. Na semana passada, fiz uma demonstração sobre como o algoritmo de inteligência artificial da fundação OpenAI conseguiria me ajudar no processo de investimentos.

Os feedbacks de vocês ficaram divididos entre o medo e a excitação.

Já as dúvidas que mais me chamaram atenção foram as seguintes:

  1. Algoritmos como esse podem matar o negócio e as ações do Google?
  2. Estamos falando de um futuro em que isso permanecerá gratuitamente aberto, ao acesso de qualquer um (exatamente como o Google)?

Para as duas perguntas, eu tendo a acreditar que a resposta é “não”.

Inteligência Artificial vai matar o Google?

Bom, podemos testar essa hipótese agora mesmo.

Em vez de falar sobre investimentos, que tal testarmos se o algoritmo poderia ajudar seu filho ou filha a fazer um dever de casa?

O analista americano Ben Thompson, num texto recente, perguntou ao algoritmo da OpenAI se o filósofo inglês Thomas Hobbes acreditava na separação dos poderes (executivo, legislativo e judiciário).

Na imagem acima — que eu extrai da coluna dele —, o algoritmo traz exemplos na obra de Hobbes que comprovam que ele foi um defensor e um crente da importância dos três poderes.

Excelente, com um pequeno detalhe: a resposta está errada.

Hobbes nunca foi um defensor da separação dos poderes. Em sua filosofia política, ele sempre defendeu o contrário. Ou seja, que apenas um poder central e absoluto seria uma alternativa viável à anarquia.

O Google, por sua vez, respondeu corretamente a essa pergunta.

Existe um motivo pelo qual o Google acertou, e o algoritmo da ChatGPT não

Eu selecionei a dedo o exemplo acima, pois gostaria de trazer um ponto adicional a essa discussão.

O Google estava certo porque, diferente do ChatGPT, seus algoritmos não formularam uma resposta.

A lógica do mecanismo de busca está no rankeamento dos conteúdos de terceiros através de várias métricas de relevância.

Os algoritmos do Google Search não estão preocupados em aprender sobre Thomas Hobbes, mas sim em identificar conteúdos produzidos por fontes que entendem sobre o tema.

Essas duas abordagens são MUITO diferentes. 

Apesar de parecidos na interface, não é exagero dizer que esses são dois produtos para mercados essencialmente distintos.

O que nos leva à pergunta seguinte:

Esses algoritmos não permanecerão gratuitos para sempre?

Como a OpenAI não é uma empresa de capital aberto, não sabemos ao certo qual a sua estrutura de custos.

Porém, você pode imaginar, não é barato manter data centers de última geração rodando 24 horas por dia, sete dias por semana, para trazer respostas prontas para o trabalho de escola da sua filha.

Algumas estimativas que eu julguei interessantes chegaram num custo aproximado de US$ 3 milhões por dia (aproximadamente R$ 16 milhões) para que a OpenAI mantivesse aberto o teste do seu algoritmo ChatGPT.

Agora é a hora em que você me pergunta: o algoritmo de buscas do Google é gratuito, e aí?

O algoritmo do Google é gratuito pois os anunciantes estão dispostos a pagar (cada vez mais caro) para serem o primeiro link disponível no resultados para a sua pergunta.

Com o tempo, se a OpenAI não se tornar ela também uma empresa de anúncios, seus produtos serão naturalmente comercializados através de um serviço por assinatura.

Se não um serviço exclusivo, serão provavelmente incluídos em “bundles” mais completos. Entre eles o Office 365 (a Microsoft é investidora da OpenAI), o Google Work, o Adobe Creative Cloud, ou outros similares.

Conclusão

O fato de os algoritmos de linguagem natural terem feito tanto sucesso nas últimas semanas me parece dizer respeito mais a uma questão de usabilidade que impacto.

O algoritmo da ChatGPT é realmente muito fácil de ser utilizado. Mas como eu tentei mostrar nesta coluna, esse ainda é um produto experimental e que mudará bastante ao longo dos próximos anos.

E, sendo bem sincero, fazer o trabalho de escola da sua filha ou te explicar o que é o Ebitda são talvez os “usos” mais inúteis dessa nova tecnologia.

O que a inteligência artificial tem o potencial de realizar é revolucionar indústrias como a de pesquisa médica e a de energia. Então se você quer saber como, não deixe de visitar esta coluna nas próximas semanas.

Compartilhe

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Informação exclusiva, últimos dias para declarar o IR 2024 e dólar nas alturas na Argentina — confira as notícias mais lidas da semana no Seu Dinheiro

25 de maio de 2024 - 9:21

A posse da nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, a ata do Fed e a aprovação do ETF do ethereum nos Estados Unidos mexeram com os mercados, mas não brilharam sozinhas

Especial de IR

Fui MEI por um ano, mas não entreguei a declaração de imposto de renda de pessoa física. Posso vir a ter problemas?

25 de maio de 2024 - 7:46

Ela deixou de entregar a declaração de imposto de renda como pessoa física no ano em que trabalhou como MEI, mas pode ter cometido um erro…

SEXTOU COM O RUY

O investimento secreto de Warren Buffett: aprenda a aplicar a mesma estratégia para ganhar dinheiro no Brasil

24 de maio de 2024 - 9:01

Aposta mais recente de Warren Buffett aparecia na SEC como confidencial, o que gerou muita curiosidade entre os investidores

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Adagio ma non troppo: Com Ibovespa em marcha lenta, Wall Street anima os mercados; confira o que movimenta as bolsas hoje

24 de maio de 2024 - 8:50

Caminhos dos juros nos EUA e Brasil voltam a preocupar investidores; balanço da Americanas adiado, novo CEO da Vale e aprovação do ETF de ethereum agitam as bolsas nesta sexta-feira

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O problema dos 3%: como a desancoragem das expectativas atrapalha a queda dos juros no Brasil

24 de maio de 2024 - 6:34

O ministro Fernando Haddad considera a meta de inflação de 3% praticamente inalcançável, o que eleva ansiedade quanto a uma possível revisão

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Você leu o que o Fed escreveu para você?

22 de maio de 2024 - 20:05

O segredo para uma jornada de sucesso como investidor ou como empreendedor começa com algo bem simples… a leitura.

CRYPTO INSIGHTS

O mercado de criptomoedas está influenciando as eleições nos EUA? O que o ETF de ethereum (ETH) tem a ver com a política americana

21 de maio de 2024 - 20:05

Nesta semana uma votação crucial está prevista para acontecer em Washington e pode remodelar o panorama regulatório para os ativos digitais nos Estados Unidos

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Dez anos de “O Fim do Brasil”

20 de maio de 2024 - 20:01

Dez anos de lançamento de “O Fim do Brasil” e, afinal, a que fim chegou a economia do Brasil? Estamos em queda livre em direção ao pior?

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

SEXTOU COM O RUY

A Petrobras (PETR4) desabou mais uma vez: surge uma barganha na bolsa com dividendos bilionários?

17 de maio de 2024 - 6:04

Nas últimas várias trocas no comando da Petrobras, não tivemos grandes mudanças no dia a dia da companhia, o que inclusive permitiu ótimos pagamentos de dividendos nos últimos anos, mesmo com CEOs distintos — será que agora também vai ser assim?

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar