🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-02-16T23:22:07-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Ata do Fed sem novidades alivia os mercados e Ibovespa sobe acima dos 115 mil pontos; dólar recua 1% e volta aos R$ 5,12

As tensões entre Rússia e Ucrânia permanecem no radar, mas não foram suficientes para atingir o Ibovespa hoje. A ata do Fed e o desempenho das commodities falaram mais alto

16 de fevereiro de 2022
19:19 - atualizado às 23:22
federal reserve bola de cristal
Saiba o que movimenta as bolsas no exterior, o dólar e o Ibovespa hoje (16). Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Depois de uma quarta-feira (16) no vermelho, as bolsas americanas fecharam praticamente estáveis, reagindo à divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve, com apenas o S&P 500 em leve alta de 0,09%. Mesmo nos piores momentos do dia, o Ibovespa se manteve no azul, apoiado no avanço do petróleo e do minério de ferro. 

O principal índice da bolsa encerrou a sessão em alta de 0,31%, aos 115.180 pontos, no sétimo avanço consecutivo. Essa também foi a primeira vez que fechou acima dos 115 mil pontos nos últimos cinco meses. O dólar à vista acelerou a queda após a divulgação do BC americano e recuou 1,02%, a R$ 5,1279. 

Não importa se é no âmbito amoroso, político ou corporativo, todo relacionamento é construído com base em trocas, expectativas e sinais. Quando falamos do mercado financeiro, as idas e vindas não se traduzem em juras de amor ou alianças, mas podem ser lidas na cotação das bolsas, do câmbio e demais ativos. 

Talvez você nunca tenha reparado, mas além de embalar os corações apaixonados, Marília Mendonça, a eterna rainha da sofrência, também seria capaz de embalar as negociações nas bolsas globais em um dia como hoje. 

Ontem, os investidores colocaram a cabeça no travesseiro sonhando com tempos de paz, aceitando os acenos de negociação feitos pela Rússia e contando com a palavra de que as tropas russas se afastariam da fronteira da Ucrânia.

Não foi bem esse o cenário relatado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Como ‘pra um bom entendedor meia ausência basta’, a tensão de um conflito voltou a circular. 

Embora a movimentação no leste europeu domine as manchetes, esse não foi o maior evento do dia. Como tem sido desde que as conversas sobre o aperto monetário nos Estados Unidos começaram, os investidores estavam aflitos com a possibilidade de que a ata da última reunião do Fed trouxesse sinais de uma elevação de juros mais rápida ou o fim antecipado da recompra de ativos. 

O BC americano, no entanto, não trouxe novidades, apenas reforçou aquilo que já era conhecido – a elevação da taxa de juros deve ser retomada em breve, e a redução de compra de ativos e o enxugamento do balanço da entidade poderão ocorrer de forma mais rápida do que o anteriormente previsto.

Como não receber mensagem também é mensagem, os investidores voltam a encostar a cabeça no travesseiro com mais tranquilidade – pelo menos até a próxima reunião do Fomc ou movimentação na fronteira ucraniana. Mas por hoje, a falta de novidades garantiu o bom humor e o recuo do mercado de juros.

CÓDIGONOMEÚLTIMOFECHAMENTO 
DI1F23DI jan/2312,37%12,37%
DI1F25DI Jan/2511,34%11,33%
DI1F26DI Jan/2611,17%11,16%
DI1F27DI Jan/2711,18%11,20%

A ajudinha tradicional da bolsa

O que ajudou o Ibovespa a ter um desempenho destoante do mercado internacional ao longo do dia foram as commodities. O aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia fez o preço do barril de petróleo se elevar mais uma vez, devolvendo as perdas observadas no pregão de ontem.

O Brent, utilizado como referência para a Petrobras (PETR3 E PETR4) voltou a tocar o patamar dos US$ 95, mas fechou o dia em alta de 1,73%, a US$ 93,66 . 

O minério de ferro, que havia recuado 9% na sessão anterior, fechou em alta de 3% hoje, impulsionando as ações do setor de mineração e siderurgia na bolsa brasileira. 

Sinal Verde para ELET6

Quem também esteve entre as nuvens foi a Eletrobras (ELET6), após o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovar a privatização da empresa. O julgamento havia se iniciado em dezembro e trouxe questionamentos sobre a modelagem e a precificação de alguns ativos da companhia. Com o aval do TCU, a 1ª etapa do processo pode prosseguir.

Sobe e desce do Ibovespa

O setor de varejo alimentício foi o grande destaque do Ibovespa nesta quarta-feira (16). O balanço do Carrefour (CRFB3) agradou os analistas ao mostrar um avanço importante nas vendas da rede Atacadão e uma revisão otimista para o ganho de sinergias com o grupo BIG, adquirido no ano passado. Com isso, a rede de atacarejo Assaí pegou carona e liderou os ganhos do dia. Confira as maiores altas da bolsa:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
ASAI3Assaí ONR$ 13,057,14%
CVCB3CVC ONR$ 15,125,96%
CRFB3Carrefour Brasil ONR$ 16,855,31%
CIEL3Cielo ONR$ 2,495,06%
NTCO3Natura ONR$ 24,754,87%

Falando em balanços, a ponta contrária do índice também repercutiu números do quarto trimestre. O lucro da Weg subiu, mas os investidores acreditam que as margens da companhia estão sob pressão.

Já a JBS recuou após operação de block trade que vendeu 50 milhões de ações que pertenciam ao BNDES. Confira também as maiores quedas da bolsa:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
WEGE3Weg ONR$ 31,40-4,50%
JBSS3JBS ONR$ 37,29-3,59%
ALPA4Alpargatas PNR$ 27,10-3,28%
PRIO3PetroRio ONR$ 25,13-2,41%
MRFG3Marfrig ONR$ 21,85-1,97%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de lucros de aproximadamente 5% em swing trade com a B3 (B3SA3); confira a recomendação

6 de julho de 2022

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da B3 (B3SA3). Veja a análise

O melhor do Seu Dinheiro

Uma patinação desgraciosa sobre o gelo fino dos mercados financeiros; confira a história do dia e outras notícias que mexem com os seus investimentos hoje

6 de julho de 2022

Com a oscilação das bolsas internacionais, é importante saber onde investir seu dinheiro. Confira recomendações em renda fixa e em fundos imobiliários

FII DO MÊS

Fundos de papel retornam ao topo da preferência dos analistas; veja quais são os FIIs favoritos para julho

6 de julho de 2022

Em meio ao temor de recessão global, as corretoras consultadas pelo Seu DInheiro voltaram-se novamente para a proteção do papel

ESQUENTA DOS MERCADOS

Bolsas estrangeiras patinam à espera da ata do Fed e dos dados de desemprego nos Estados Unidos

6 de julho de 2022

Investidores preparam-se para a divulgação da ata do Fed na tentativa de prever os próximos passos da política monetária norte-americana

Especiais SD

Onde investir no 2º semestre: Renda fixa, nós gostamos de você! Com juros altos, ativos mais rentáveis do ano continuam atraentes

6 de julho de 2022

No difícil primeiro semestre de 2022, ativos de renda fixa foram os únicos a se salvarem, especialmente aqueles que se beneficiam da alta dos juros; para o resto do ano, esses investimentos permanecem interessantes, e investidor não precisa correr muito risco para ganhar dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies