Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-27T23:00:42-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
superando as expectativas

Tesla aumenta lucro em 998% no segundo trimestre e tem perdas com bitcoin

Empresa registrou US$ 1,14 bilhão de lucro líquido (GAAP) no segundo trimestre; perdas relacionadas ao bitcoin chegaram a US$ 23 milhões

26 de julho de 2021
17:46 - atualizado às 23:00
Elon Musk, bilionário executivo da Tesla que mexeu com os mercados - inclusive com o bitcoin
3 de setembro de 2020, Brandenburg. Elon Musk, CEO da Tesla, está no canteiro de obras da Tesla. - Imagem: Shutterstock

A Tesla divulgou receita e lucro melhores que o esperado por analistas no segundo trimestre. Em reação ao desempenho apresentado, as ações sobem 2% no after-market desta segunda-feira (26).

A empresa revelou perdas de US$ 23 milhões relacionadas ao bitcoin, como parte das despesas operacionais. No segundo trimestre, a criptomoeda derreteu 40%, em meio a uma maior pressão regulatória.

A Tesla registrou US$ 1,14 bilhão de lucro líquido (GAAP) no segundo trimestre, alta de 998% em relação ao mesmo período do ano passado. É a primeira vez que essa linha do balanço ultrapassa a marca de US$ 1 bilhão.

O lucro por ação da empresa foi de US$ 1,45, contra US$ 0,98 projetado, segundo dados da Refinitiv.

A receita da montadora chegou a US$ 11,96 bilhões no período, superando os US$ 11,30 bilhões esperados por analistas, de acordo com a Refinitiv. O valor é quase o dobro dos US$ 6 bilhões de receita de um ano atrás.

Anteriormente, a Tesla havia divulgado a entrega de 201.250 veículos e a produção de 206.421 durante o trimestre encerrado em 30 de junho de 2021. O período foi marcado por recalls na China e nos EUA, além do atraso de entregas do seu carro-chefe, o S Plaid.

Segundo a companhia, desafios da cadeia de suprimentos, em particular a escassez global de semicondutores e o congestionamento de portas, continuaram presentes no segundo trimestre.

"A equipe da Tesla, incluindo cadeia de suprimentos, desenvolvimento de software e fábricas, trabalhou arduamente para manter a produção funcionando o mais próximo possível da capacidade total", disse a companhia.

A montadora diz que, com a demanda global de veículos em níveis recordes, o fornecimento de componentes terá uma forte influência na taxa de crescimento de entrega de veículos no restante deste ano.

A Tesla também informou que as receitas automotivas gerais chegaram a US$ 10,21 bilhões, sendo US$ 354 milhões de vendas de créditos regulatórios.

A receita com a frente de energia aumentou 60% em relação ao último trimestre, a US$ 801 milhões. A companhia relatou US$ 951 milhões como serviços e outras receitas.

A posição de caixa da Tesla diminuiu cerca de 5% em relação ao último trimestre, para US$ 16,23 bilhões. Segundo a empresa, o desempenho foi influenciado pela dívida líquida e arrendamento financeiro, que chegaram a US$ 1,6 bilhão.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

MERCADOS HOJE

Ibovespa recupera os 114 mil pontos após nova Selic; dólar sobe a R$ 5,30

Na ressaca da Super quarta, os investidores seguiram atentos aos desdobramentos dos problemas financeiros da Evergrande; Ibovespa acompanhou NY

Sob nova direção

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam e ações disparam 9%. Hora de comprar UGPA3?

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

B3 (B3SA3) recua quase 3% com ocupação do MTST; movimentos sociais protestam contra o governo e a desigualdade social na sede da Bolsa

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies