Menu
2021-01-11T16:04:11-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
retomada

Receita da Movida com aluguéis de carros supera patamares pré-pandemia no 4º tri

Receita do segmento, que inclui terceirização de frotas, sobe 9,6% em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com dados preliminares

11 de janeiro de 2021
6:51 - atualizado às 16:04
Movida
Imagem: Divulgação

A Movida (MOVI3) divulgou neste domingo (10) suas prévias operacionais referentes ao quarto trimestre, com crescimento de receita nos segmentos de aluguel de carros (RAC) e terceirização de frotas (GTF), mas queda na parte de seminovos.

A receita líquida consolidada do segmento de aluguéis, que inclui RAC e GTF, somou R$ 500,8 milhões, avanço de 9,6% em relação aos três últimos meses de 2019. Ou seja, a companhia conseguiu superar os patamares pré-pandemia de covid-19 neste segmento.

Em relação ao terceiro trimestre de 2020, a receita da Movida com o serviço de aluguéis mostrou crescimento foi de 26,9%.

Ao separar os dois tipos de serviço, houve o mesmo ritmo de crescimento tanto no RAC quanto no GTF, na comparação anual, de 9,6%. O aluguel de veículos registrou receitas de R$ 359,6 milhões, e a gestão de frotas, de R$ 141,2 milhões.

Já em relação ao terceiro trimestre, o crescimento foi mais intenso no RAC, de 33,2%, contra 13,2% no GTF.

Diárias

A Movida divulgou também números sobre sua frota e as diárias contratadas. Entre outubro e dezembro de 2020, o número de diárias no RAC subiu 7,6% em relação ao mesmo período de 2019 e 11,4% na comparação com o terceiro trimestre.

Ainda no RAC, a taxa de ocupação subiu de 78,9% no quarto trimestre de 2019 para 84,4% em 2020. Entre julho e setembro do ano passado, esta taxa estava em 82,7%.

A diária média ficou em R$ 84,60, ante R$ 70,30 no terceiro trimestre e R$ 83,90 no último trimestre de 2019. A frota total aumentou 4,5% em três meses, para 71.041 unidades, e ficou praticamente estável em relação ao fim do ano anterior.

Na gestão de frota, o número de diárias subiu 7,4% na relação anual e 8,3% na trimestral. A frota teve crescimento mais forte, com avanço de 16% em 3 meses e de 22,1% em 12 meses, para 47.244 veículos.

No total, a frota da Movida fechou o ano de 2020 com 118.285 veículos, crescimento trimestral de 8,8% e anual de 7,9%.

Seminovos

Em relação às vendas de veículos seminovos, a Movida registrou receita de R$ 489,8 milhões, quedas de 9,9% na comparação anual e de 23,6% na trimestral. A depreciação da frota teve um recuo de 18% e de 33%, respectivamente, para R$ 65,3 milhões.

O volume de veículos vendidos caiu 31,1% em três meses e 27,7% na comparação anual. Mas o preço médio subiu, fechando o quarto trimestre do ano passado em R$ 49.850, alta de 24,3% em um ano e de 10,1% em relação ao trimestre anterior.

* om informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Aceno a Biden

Na Cúpula do Clima, Bolsonaro promete zerar emissões de gases de efeito estufa até 2050

No encontro, organizado por Joe Biden, o presidente do Brasil também se comprometeu a zerar o desmatamento ilegal até 2030

Nem o agro se salva

Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) engrossa a lista de IPOs adiados em 2021

A empresa, que já havia interrompido a oferta por alguns dias em janeiro, citou a “deterioração” do mercado em seu segundo adiamento

perspectivas

Temporada de balanços 1º tri: quem deve ir bem e quem ainda está mal, segundo o BofA

Empresas começam a divulgar resultados de um período marcado por lockdowns e alta dos preços das commodities; veja o que esperar

vale o que pesa?

Oi perdeu atratividade após vender fibra ótica? BTG Pactual diz que não

Para analistas, que trabalham dentro do grupo que fez a oferta pelos ativos, as ações possuem bom potencial de alta em qualquer cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies