🔴 PRIO3 E +9 AÇÕES PARA COMPRAR AGORA – ASSISTA AQUI

Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
Dinheiro no bolso

Picpay avança sobre cashback e lança sua própria ‘Méliuz’

PicPay Store passa a oferecer a modalidade de compra que permite recuperar parte do valor na aquisição de um produto

Kaype Abreu
Kaype Abreu
3 de agosto de 2021
6:48 - atualizado às 13:57
Cartão do PicPay
Cartão do PicPay - Imagem: Shutterstock

Aplicativo criado para facilitar as transferências entre amigos e que virou uma carteira digital com 50 milhões de usuários, o PicPay está entrando de cabeça no cashback.

A fintech anunciou que a sua loja, a PicPay Store, adicionou uma nova modalidade de compra que permite recuperar parte do valor na aquisição de um produto.

A empresa já disponibilizava promoções de cashbacks específicos em sua carteira - pelo marketplace -, mas resolveu reunir esse tipo de compra na sua loja, prometendo ampliar ainda mais o número de e-commerces disponíveis.

  • Antes de continuar, um convite: nossa colunista Larissa Quaresma fez uma análise completa sobre a Raízen, na qual calcula um potencial de alta de mais de 50% após o IPO. Assista abaixo e aproveite para se inscrever no nosso canal do YouTube:

São ao menos 50 parceiros e a possibilidade de receber até 13% do dinheiro de volta, de acordo com a companhia.

Para o diretor sênior da PicPay Store, Fábio Plein, o cashback e a facilidade de encontrar e-commerces em um só lugar funcionam como um incentivo para aumentar o engajamento dos usuários.

O lançamento faz parte da estratégia do Picpay de tentar impulsionar a expansão dessa frente de negócio, em um momento em que a Méliuz amplia seu ecossistema após IPO na B3 em novembro.

Lançado em 2012 por três amigos em Vitória (ES), o PicPay recebeu em 2015 um investimento do Banco Original. Hoje o aplicativo é controlado pela J&F Participações, holding que reúne os investimentos da família Batista, da JBS. Inclusive, recentemente ela comprou o GuiaBolso, o que traz ainda mais resiliência para o negócio. Confira:

Cashback no PicPay: modo de usar

Para usar o cashback do PicPay, é preciso baixar o aplicativo da empresa, entrar na PicPay Store, clicar em “Sites parceiros com cashback” e escolher entre as lojas disponíveis.

O usuário será direcionado ao site por um link identificado, que permite ativar a devolução de parte do valor da compra.

Ao realizar uma compra e pagá-la como quiser, o cashback — que varia de acordo com cada campanha — é ativado automaticamente. Alguns e-commerces parceiros também oferecem frete grátis.

As ofertas estão divididas nas categorias de Bebidas, Beleza, Casa, Eletrodomésticos, Eletrônicos, Esportes, Moda, Saúde e Jóias. Entre os parceiros já disponíveis na PicPay Store, estão Casas Bahia, Extra, Carrefour, Fast Shop, Ponto, Boticário, C&A, Centauro, entre outros.

O cashback é cumulativo e cai na conta PicPay do usuário no prazo estabelecido pelo parceiro.

O valor pode ser utilizado em todo o ecossistema do aplicativo, desde compras na própria PicPay Store até pagar contas, fazer um Pix ou nos produtos do marketplace financeiro, mas não pode ser sacado.

Os planos do PicPay

Os planos do PicPay são bem ambiciosos: chegar ao celular de todos os brasileiros, conforme revelou o fundador do PicPay, Anderson Chamon, em entrevista recente ao Seu Dinheiro.

Se mantiver o ritmo dos três primeiros meses de 2021, o aplicativo pode chegar em dezembro aos 80 milhões de celulares.

O forte crescimento recente do PicPay foi impulsionado pela pandemia — que estimulou as transações online, incluindo os pagamentos — e por uma campanha agressiva de marketing que incluiu até o disputado espaço do Big Brother Brasil.

Mas o avanço no número de usuários veio acompanhado do aumento do prejuízo, que triplicou em relação a 2019 e atingiu a marca dos R$ 804 milhões no ano passado. Parte da perda é atribuída justamente aos gastos com marketing e cashback.

Compartilhe

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

FOI DADA A LARGADA

Oferta de ações da Boa Safra (SOJA3): companhia pretende levantar até R$ 388 milhões com nova emissão

11 de abril de 2024 - 9:48

Empresa pretende usar os recursos para expandir o negócio de armazenamento; controladores se comprometeram a colocar dinheiro novo na oferta

VOO DE FRANGO?

BRF (BRFS3) volta a ser empresa “de dono” e mais que dobra de valor na B3. O que está por trás da disparada — e o que esperar das ações

11 de abril de 2024 - 6:13

Agora “oficialmente” sob controle da Marfrig, BRF acumula alta de mais de 170% em 12 meses na B3; saiba o que os analistas pensam da empresa de proteínas

DINHEIRO NO BOLSO

Santander (SANB11) vai depositar R$ 1,5 bilhão na conta dos acionistas; saiba mais sobre os proventos anunciados pelo banco

10 de abril de 2024 - 18:37

Terá direito ao provento quem estiver na base de investidores do banco ao final do pregão de 19 de abril

PISOU NO ACELERADOR

Cury (CURY3) inicia o ano lançando quase R$ 2 bilhões e executivo diz por que a construtora foi na contramão do mercado

10 de abril de 2024 - 18:24

De acordo com Leonardo Mesquita, vice-presidente comercial da construtora, a decisão de lançar mais no início do ano já é adotada há alguns anos e tem um propósito

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies