Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-13T17:46:38-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
faturamento alto

Petz fecha quarto trimestre e 2020 com resultados ‘bons para cachorro’

Rede de lojas de produtos para animais ganha impulso com vendas pela internet e fecha ano com recorde trimestral de aberturas de lojas

9 de março de 2021
7:34 - atualizado às 17:46
Surfe cachorro Ibovespa
Imagem: Shutterstock

Um dos principais nomes da onda de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) de 2020, a Petz (PETZ3) registrou um faturamento “bom para cachorro” no quarto trimestre e no acumulado do ano, puxado principalmente pelo avanço do canal digital, que respondeu por um quarto da receita bruta nos últimos três meses de 2020.

O bom desempenho operacional, combinado com créditos de imposto de renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), fez a rede de lojas de produtos para animais registrar lucro líquido de R$ 27,4 milhões no quarto trimestre, alta de 65,1% em base anual. Em 2020, o lucro somou R$ 74,2 milhões, aumento de 98,3%.

No quarto trimestre, a receita bruta total da Petz foi de R$ 525,0 milhões, um crescimento de 59% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, impulsionada pelo aumento de 64% na venda de produtos. Em 2020, ela avançou 46,6%, para R$ 1,7 bilhão.

As vendas pelos canais digitais foram o destaque do fim do ano, avançando 313%, para R$ 136,6 milhões, representando 26% da receita bruta total, o mais alto patamar registrado na história da companhia.

O desempenho das lojas físicas também foi positivo, com as vendas totalizando R$ 365 milhões, alta de 33,6%. As vendas no conceito “mesmas lojas”, que considera o desempenho de unidades em funcionamento há mais de 12 meses, cresceram 37% no trimestre.

Já a parte de serviços teve queda de 3,2% no faturamento total, para R$ 23,5 milhões, por conta do fechamento dos centros de estética, por conta das restrições à circulação de pessoas para o combate à covid-19. O crescimento de 37,1% da receita com serviços veterinários ajudou a compensar parte da queda deste segmento.

Ritmo acelerado, pressão nas despesas

No final do ano passado, a Petz inaugurou 13 lojas, um novo recorde trimestral de aberturas, fechando 2020 com 28 novas lojas, em linha com as expectativas e o plano de expansão que foi apresentado aos acionistas no IPO.

O crescimento que a Petz promoveu no ano passado gerou pressão sobre as despesas operacionais, que subiram 62%, para R$ 166 milhões no quarto trimestre, e avançaram 47,5%, para R$ 532,7 milhões em 2020.

A maior alta no final do ano passado foi vista na linha de vendas, que subiu 68,7%, para R$ 122,4 milhões, por conta do incremento dos investimentos em marketing para aquisição de novos clientes, além de despesas com frete, em função da maior participação dos canais digitais, e também do maior número de abertura de lojas.´

Outro ponto a ser destacado do resultado da Petz foi a pressão negativa exercida pelo canal digital nas margens. Segundo a companhia, embora saudável, a margem com a venda pela internet é inferior àquela obtida pelo canal físico.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, que desconsidera créditos com a exclusão do ICMS da base de cálculo de PIS e Cofins em 2019, cresceu 19%, para R$ 47 milhões, mas a margem caiu de 12% para 9%. Em 2020, o Ebitda ajustado subiu 40%, para R$ 160,7 milhões, mas a margem caiu de 9,9% para 9,4%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: licença para gastar

Hoje, a UE deve divulgar as proporções da dívida sobre PIB dos membros para 2020 – os valores deverão ser volumosos, repercutindo a pandemia, que mudou a relação da atuação dos governos na economia

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda após Paulo Guedes dar aval para furar teto de gastos e dólar vai acima de R$ 5,60

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a temporada de balanços segue no exterior

MELOU O NEGÓCIO

Ações da Evergrande saem de suspensão e despencam em meio a desacordo sobre venda de fatia da incorporadora

A própria empreiteira chinesa cancelou um acordo para a venda de uma participação de 50,1% em unidade de serviços imobiliários para a Hopson Development Holdings

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: exterior tem dia de correção e bolsa brasileira deve ter desempenho fraco por mais um dia após fala de Paulo Guedes sobre teto de gastos

Os balanços do exterior devem movimentar os negócios, com Evergrande de volta ao radar após fracasso na venda de uma subsidiária

LAVANDO AS MÃOS

Guedes se isenta e diz que formato do Auxílio Brasil está ‘a cargo da política’

Segundo o ministro, governo teve de fazer um ‘encaixe’ dentro do arcabouço fiscal existente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies