Menu
2021-03-09T07:34:36-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
faturamento alto

Petz fecha quarto trimestre e 2020 com resultados “bons para cachorro”

Rede de lojas de produtos para animais ganha impulso com vendas pela internet e fecha ano com recorde trimestral de aberturas de lojas

9 de março de 2021
7:34
Surfe cachorro Ibovespa
Imagem: Shutterstock

Um dos principais nomes da onda de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) de 2020, a Petz (PETZ3) registrou um faturamento “bom para cachorro” no quarto trimestre e no acumulado do ano, puxado principalmente pelo avanço do canal digital, que respondeu por um quarto da receita bruta nos últimos três meses de 2020.

O bom desempenho operacional, combinado com créditos de imposto de renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), fez a rede de lojas de produtos para animais registrar lucro líquido de R$ 27,4 milhões no quarto trimestre, alta de 65,1% em base anual. Em 2020, o lucro somou R$ 74,2 milhões, aumento de 98,3%.

No quarto trimestre, a receita bruta total da Petz foi de R$525,0 milhões, um crescimento de 59% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, impulsionada pelo aumento de 64% na venda de produtos. Em 2020, ela avançou 46,6%, para R$ 1,7 bilhão.

As vendas pelos canais digitais foram o destaque do fim do ano, avançando 313%, para R$ 136,6 milhões, representando 26% da receita bruta total, o mais alto patamar registrado na história da companhia.

O desempenho das lojas físicas também foi positivo, com as vendas totalizando R$ 365 milhões, alta de 33,6%. As vendas no conceito “mesmas lojas”, que considera o desempenho de unidades em funcionamento há mais de 12 meses, cresceram 37% no trimestre.

Já a parte de serviços teve queda de 3,2% no faturamento total, para R$ 23,5 milhões, por conta do fechamento dos centros de estética, por conta das restrições à circulação de pessoas para o combate à covid-19. O crescimento de 37,1% da receita com serviços veterinários ajudou a compensar parte da queda deste segmento.

Ritmo acelerado, pressão nas despesas

No final do ano passado, a Petz inaugurou 13 lojas, um novo recorde trimestral de aberturas, fechando 2020 com 28 novas lojas, em linha com as expectativas e o plano de expansão que foi apresentado aos acionistas no IPO.

O crescimento que a Petz promoveu no ano passado gerou pressão sobre as despesas operacionais, que subiram 62%, para R$ 166 milhões no quarto trimestre, e avançaram 47,5%, para R$ 532,7 milhões em 2020.

A maior alta no final do ano passado foi vista na linha de vendas, que subiu 68,7%, para R$ 122,4 milhões, por conta do incremento dos investimentos em marketing para aquisição de novos clientes, além de despesas com frete, em função da maior participação dos canais digitais, e também do maior número de abertura de lojas.´

Outro ponto a ser destacado do resultado da Petz foi a pressão negativa exercida pelo canal digital nas margens. Segundo a companhia, embora saudáveis, a margem com a venda pela internet é inferior àquela obtida pelo canal físico.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, que desconsidera créditos com a exclusão do ICMS da base de cálculo de PIS e Cofins em 2019, cresceu 19%, para R$ 47 milhões, mas a margem caiu de 12% para 9%. Em 2020, o Ebitda ajustado subiu 40%, para R$ 160,7 milhões, mas a margem caiu de 9,9% para 9,4%.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies