🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
destravando valor

Pão de Açúcar tem uma das maiores altas do Ibovespa com possibilidade de venda da Cnova, de e-commerce

Casino, controlador da empresa, estuda fazer oferta de ações de unidade de e-commerce, em que Pão de Açúcar detém participação de 34,17%

Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
13 de abril de 2021
11:25 - atualizado às 20:10
Sede do Grupo Pão de Açúcar
Sede do Grupo Pão de Açúcar - Imagem: Divulgação

A tese de investimento do Pão de Açúcar (PCAR3) ganhou mais um impulso positivo na segunda-feira (12) à noite – a decisão do seu acionista controlador, o Grupo Casino, de realizar “operações de mercado” com uma de suas subsidiárias, na qual a companhia brasileira possui participação relevante.

Ontem, após o fechamento do mercado, a varejista brasileira informou que o Casino começou a estudar um potencial aumento de capital da Cdiscount, subsidiária da Cnova, que atua no segmento de e-commerce, e na GreenYellow, de energia renovável, que pode ser feito via “operações de mercado”.

O ponto mais relevante do comunicado para o Pão de Açúcar é que a medida pode incluir uma oferta secundária das ações da Cnova e da GreenYellow, com grupo francês mantendo o controle nas duas subsidiárias.

Isso é importante porque abre a possibilidade de a varejista brasileira vender parte ou toda a participação que detém na Cnova, de 34,17%, gerando valor no curto prazo aos acionistas. Esse é justamente um dos fatores que vêm impulsionando as ações da varejista brasileira nos últimos dias, em parceria com os efeitos da cisão das operações do Assaí (ASAI3).

As ações do Pão de Açúcar (PCAR3) fecharam hoje em alta de 5,70%, uma das maiores valorizações do Ibovespa, cotadas a R$ 39,11.

De 2 de março – um dia após a consumação da separação e da estreia dos papéis do atacarejo na bolsa, quando as cotações ficaram distorcidas para refletir o novo capital social e o valor atribuído pelos investidores a cada companhia (para entender mais o que aconteceu, clique aqui) – até ontem, os papéis do Pão de Açúcar acumulam alta de 58,6%.

Pode gerar valor, mas vamos com calma

Essa notícia era bastante aguardada pelo mercado. Enfrentando problemas financeiros há anos, o Casino vem avaliando a venda de ativos ou a reestruturação de suas atividades para levantar recursos e reduzir seu endividamento, segundo reportagens na mídia internacional.

Em meados de março, a agência de notícias “Bloomberg” reportou que o Casino avaliava vender participação na Cnova, que está listada na Bolsa de Paris, mas apresenta baixa liquidez, com apenas 1% dos papéis no mercado. Desde então, o Pão de Açúcar vem se valorizando.

“Essa saída (do Pão de Açúcar da Cnova) é esperada por muitos acionistas porque ela possibilita que a empresa foque no negócio principal e aumente seu valor”, diz trecho de relatório da Genial Investimentos.

Em relatório, os analistas do UBS consideraram a sinalização do Casino como positiva, mas destacaram que ainda é preciso obter mais detalhes, para ver se a operação será de fato benéfica para o Pão de Açúcar.

O banco suíço destacou que a varejista brasileira e o grupo francês firmaram um acordo de acionistas em 2016, com um dos pontos tratando sobre a possibilidade de venda de participação, caso o Casino decida por uma oferta de ações.

“Mas o acordo não explica se esse direito é válido no caso de uma transação envolvendo uma subsidiária da Cnova, como é o caso do Cdiscount”, diz trecho do relatório assinado pelos analistas Gustavo Piras Oliveira, Gabriela Katayama e Rodrigo Alcantara.

Compartilhe

ATENÇÃO, INVESTIDOR

Dividendos: Banco do Brasil (BBAS3) anuncia R$ 1,1 bilhão em JCP — em proventos antecipados do 2T24

24 de maio de 2024 - 18:52

Para ter direito à remuneração, é necessário possuir ações do BB até o fim do pregão de 23 de junho

TRAGAM A COROA

Tchau, Itaú (ITUB4): Nubank (ROXO34) se torna o banco mais valioso da América Latina pela primeira vez em dois anos

24 de maio de 2024 - 17:24

Atualmente, o banco digital é avaliado em US$ 56,19 bilhões, equivalente a R$ 290,52 bilhões nas cotações atuais

DONA DO CHATGPT

De demissões a polêmicas em Hollywood: por que a gestão de Sam Altman à frente da OpenAI vem sendo alvo de críticas

24 de maio de 2024 - 16:24

Desde que recuperou o trono de CEO em novembro, Sam Altman viu a empresa que fundou adentrar uma nova onda de intrigas — incluindo uma controvérsia com a atriz Scarlett Johansson e acordos altamente restritivos com antigos funcionários

APERTO DE MÃOS

Azul (AZUL4) e Gol (GOLL4) anunciam acordo de cooperação para ‘mesclar’ malhas aéreas em meio a rumores de fusão das empresas

24 de maio de 2024 - 8:34

Entre as novas rotas compartilhadas, os clientes terão à disposição também oportunidades mais convenientes de conexão

UMA BATALHA DE GIGANTES

Mercado Livre quer se tornar maior banco digital do México — mas expansão do Nubank pode atrapalhar os planos

23 de maio de 2024 - 20:04

O banco do cartão roxo liderou a adição de usuários ativos mensais (MAU) no país, de acordo com relatório do Bank of America

UM AUXÍLIO PARA A DANÇA DAS CADEIRAS

Vale (VALE3) contrata consultoria internacional para seleção de novo CEO e dá mais um passo no processo de sucessão do comando

23 de maio de 2024 - 19:22

A escolhida para assessorar o conselho de administração na busca foi a Russell Reynolds, que entregará uma lista de três possíveis nomes para o cargo ao CA

Mais uma espera

Americanas (AMER3) adia novamente a divulgação dos balanços de 2023 e do primeiro trimestre de 2024

23 de maio de 2024 - 19:13

Previsão da empresa era divulgar seus números em 28 de maio, mas investigação de comitê independente ainda não terminou

NOVAS ESTRUTURAS?

Sanepar (SAPR11) estuda criar holding e outras empresas para segregar negócios; entenda

23 de maio de 2024 - 18:46

O levantamento será elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), que terá um prazo de 240 dias para concluir os trabalhos

CHUVA DE PROVENTOS?

Petrobras (PETR4) é a segunda empresa que mais pagou dividendos no 1T24 apesar da polêmica com governo; saiba quem foi a campeã

23 de maio de 2024 - 16:15

Entre janeiro e março deste ano, a estatal depositou um total de US$ 2,03 bilhões em remuneração aos acionistas; veja a lista completa

PAPEL FICOU BARATO?

XP quer recomprar até R$ 1 bilhão em ações após papéis despencarem 14% com o balanço do 1T24

23 de maio de 2024 - 13:28

O conselho de administração da companhia aprovou um programa de recompra de ações de papéis classe A no mercado norte-americano

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar