⚽️ Jogos das quartas-de-final começam a se desenhar; confira os dias da próxima fase

Cotações por TradingView
2021-05-13T17:10:00-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
apetite chinês

O ano do boi será o ano dos frigoríficos, e o Credit Suisse aponta melhor ação para aproveitar o momento

Peste africana nos rebanhos de suínos chineses e demanda por alimentos devem resultar em importação recorde de carne pela China

8 de março de 2021
14:21 - atualizado às 17:10
Unidade de processamento de carne JBS BRF Marfrig Minerva JBSS3 Dividendos
Imagem: Shutterstock

O dia 3 de fevereiro marcou o início do ano do boi no horóscopo chinês. Segundo a astrologia oriental, as energias vinculadas ao animal estão relacionadas a superação, trabalho e empenho nas realizações do cotidiano.

Para os analistas do Credit Suisse, 2021 de fato será o ano do boi, mas não pelos mesmos motivos apontados pelo horóscopo chinês. No caso, este será o ano dos frigoríficos, e ele será particularmente positivo para as companhias brasileiras, diante da expectativa de que as importações de carne da China (olha ela aí de novo) alcançarão o maior patamar da história.

E eles apontam que a Marfrig (MRFG3) é a empresa que mais deve se beneficiar desta situação, o que os levou a elevar o preço-alvo das ações de R$ 20,00 para R$ 23,00.

Em dia de queda generalizada na bolsa, a indicação positiva do Credit Suisse está fazendo as ações do frigorífico, que divulga seus resultados nesta segunda-feira (8) após o fechamento do mercado, a registrarem a maior alta do Ibovespa.

Por volta das 14h19, as ações subiam 5,74%, a R$ 15,84. Já a JBS (JBSS3), maior frigorífico do mundo, recuava 0,07%, a R$ 27,63, enquanto a Minerva (BEEF3) subia 0,71%, a R$ 9,87, e a BRF (BRFS3) caia 0,17%, a R$ 23,53. Acompanhe a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

Apetite chinês

Os analistas Victor Saragiotto e Felipe Vieira afirmam que existe um déficit “substancial” de proteína na China, por conta dos efeitos da peste suína africana, que pegou em cheio os rebanhos do país.

Combinada com a melhora das condições de vida no país, eles estimam que esta situação deve levar a importação de carne de boi a atingir o patamar recorde em 2021 – 2,8 milhões de toneladas, alta de 2,8% em relação a 2020.

“Isto (peste suína e melhora do padrão de vida dos chineses) vai continuar mudando a dinâmica dos exportadores de carne e dos produtores de gado ao redor do mundo”, diz trecho do relatório.

Por que a Marfrig?

A escolha dos analistas do Credit Suisse pela Marfrig pode surpreender muitos investidores, considerando a elevada alavancagem financeira registrada pela empresa no passado e sua tradição de crescer por meio de fusões e aquisições.

Mas eles afirmam que existem muitos motivos para estar otimista com a empresa. A começar pelo desempenho da National Beef, quarta maior produtora de carne bovina dos Estados Unidos, adquirida em 2018. Para os analistas, desde a incorporação, a empresa vem apresentando resultados excelentes e ela deve novamente surpreender.

Os analistas citam, ainda, os altos níveis estruturais das operações da companhia na América do Sul, o fato de a maior parte da sua receita ser em dólar, o cumprimento das suas metas operacionais e a redução significativa da alavancagem.

Para completar, os analistas do Credit Suisse calculam que as ações da Marfrig apresentam um rendimento do fluxo de caixa livre (o FCF yield, que sinaliza o potencial de retorno aos acionistas) de 20,9% e projetam o EV/Ebitda (indicador que mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada) em 3,6 vezes em 2021 e 4,2 vezes em 2022.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 5% com ações da Metalúrgica Gerdau (GOAU4); veja a recomendação

6 de dezembro de 2022 - 8:14

Após o fechamento do último pregão, identifiquei uma oportunidade de compra dos papéis da Metalúrgica Gerdau (GOAU4)

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Alerta de zebra na Copa: Espanha e Portugal em perigo, PEC, Copom e entrevista exclusiva

6 de dezembro de 2022 - 8:07

Possível zebra à parte, investidores estão de olho nas alterações que a PEC da Transição deve sofrer durante seu trâmite-relâmpago pelo Congresso

Entrevista exclusiva

Na ClearSale (CLSA3), um plano para pôr ordem na casa e retomar a confiança do mercado — mas sem descuidar das fraudes

6 de dezembro de 2022 - 7:11

Bernardo Lustosa, CEO da ClearSale, falou com o Seu Dinheiro sobre o atual momento da companhia e a retomada dos principais indicadores financeiros após um período turbulento

MERCADOS AGORA

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais caem com chances de Fed mais agressivo contra inflação; Ibovespa acompanha sessão no Senado sobre a PEC da Transição

6 de dezembro de 2022 - 7:09

RESUMO DO DIA: Após golear a Coreia do Sul e garantir uma vaga nas quatas de final, o Brasil volta seus olhos para outros eventos. Pela manhã, a CCJ do Senado deve analisar o texto da PEC da transição. Ontem (05), o mercado se viu diante de uma possibilidade de gastos no valor de quase […]

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Copom deve manter Selic em 13,75%, mas será que chegamos ao fim do ciclo de alta dos juros?

6 de dezembro de 2022 - 6:00

Apesar da tensão do mercado, Copom deve manter a taxa Selic inalterada; com isso, a atenção se volta para as possíveis interpretações do comunicado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies