Menu
2021-03-08T15:21:05-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
apetite chinês

O ano do boi será o ano dos frigoríficos, e o Credit Suisse aponta melhor ação para aproveitar o momento

Peste suína africana nos rebanhos de suínos chineses e demanda por alimentos devem resultar em importação recorde de carne pela China

8 de março de 2021
14:21 - atualizado às 15:21
Unidade de processamento de carne JBS BRF Marfrig Minerva
Imagem: Shutterstock

O dia 3 de fevereiro marcou o início do ano do boi no horóscopo chinês. Segundo a astrologia oriental, as energias vinculadas ao animal estão relacionadas a superação, trabalho e empenho nas realizações do cotidiano.

Para os analistas do Credit Suisse, 2021 de fato será o ano do boi, mas não pelos mesmos motivos apontados pelo horóscopo chinês. No caso, este será o ano dos frigoríficos, e ele será particularmente positivo para as companhias brasileiras, diante da expectativa de que as importações de carne da China (olha ela aí de novo) alcançarão o maior patamar da história.

E eles apontam que a Marfrig (MRFG3) é a empresa que mais deve se beneficiar desta situação, o levou eles a elevando o preço-alvo das ações de R$ 20,00 para R$ 23,00.

Em dia de queda generalizada na bolsa, a indicação positiva do Credit Suisse está fazendo as ações do frigorífico, que divulga seus resultados nesta segunda-feira (8) após o fechamento do mercado, registrarem a maior alta do Ibovespa.

Por volta das 14h19, as ações subiam 5,74%, a R$ 15,84. Já a JBS (JBSS3), maior frigorífico do mundo, recuava 0,07%, a R$ 27,63, enquanto a Minerva (BEEF3) subia 0,71%, a R$ 9,87, e a BRF (BRFS3) caia 0,17%, a R$ 23,53. Acompanhe a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

Apetite chinês

Os analistas Victor Saragiotto e Felipe Vieira afirmam que existe um déficit “substancial” de proteína na China, por conta dos efeitos da peste suína africana, que pegou em cheio os rebanhos do país.

Combinado com a melhora das condições de vida no país, eles estimam que esta situação deve levar a importação de carne de boi a atingir o patamar recorde em 2021 – 2,8 milhões de toneladas, alta de 2,8% em relação a 2020.

“Isto (peste suína e melhora do padrão de vida dos chineses) vai continuar mudando a dinâmica dos exportadores de carne e dos produtores de gado ao redor do mundo”, diz trecho do relatório.

Por que a Marfrig?

A escolha dos analistas do Credit Suisse pela Marfrig pode surpreender muitos investidores, considerando a elevada alavancagem financeira que ela já registrou no passado e a tradição dela de ganhar tamanho por meio de fusões e aquisições.

Mas eles afirmam que existem muitos motivos para estar otimista com a empresa. A começar pelo desempenho da National Beef, quarta maior produtora de carne bovina dos Estados Unidos, adquirida em 2018. Para os analistas, desde a incorporação, a empresa vem apresentando resultados excelentes e ela deve novamente surpreender.

Eles citam ainda que as margens das operações na América do Sul estão em níveis estruturais maiores, o fato de ela ter a maior parte da receita em dólar, que ela está cumprindo com as metas operacionais e que alavancagem foi reduzida significativamente – no terceiro trimestre, a relação entre a dívida líquida e o lucro antes de

E para completar, os analistas do Credit Suisse calculam que as ações da Marfrig apresentam um rendimento do fluxo de caixa livre (o FCF yield, que sinaliza o potencial de retorno aos acionistas) de 20,9% e calculam que o EV/Ebitda (indicador que mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada) de 3,6 vezes para 2021 e de 4,2 vezes para 2022.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

IPO 'esquecido'

A Moura Dubeux tem a maior queda entre as novatas da bolsa. É hora de comprar?

Focada no mercado de média/alta renda do Nordeste, a Moura Dubeux amarga queda de mais de 50% desde o IPO, apesar do bom momento operacional

Organização ou cartel?

Petróleo recua após comitê dos EUA aprovar projeto que pode implicar Opep em lei antitruste

A organização foi acusada de realizar um “conluio” entre seus membros para fixar o preço da commodity

túnel do tempo

Há um ano o impossível aconteceu: o petróleo fechou com preço negativo. Lembra disso?

Situação nunca vista na história foi provocada pela combinação da crise de covid-19 e a disputa entre Rússia e Arábia Saudita

Fundo de cripto

Vai perder? Termina hoje o prazo de reserva do ETF de criptomoedas da Hashdex

Por causa do feriado de Tiradentes de amanhã (21), não haverá pregão na bolsa de valores brasileira. Dessa forma, termina hoje o prazo para reserva de oferta do ETF

MERCADOS HOJE

Saída encontrada para o Orçamento preocupa e bolsa opera em queda; dólar também recua

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores devem repercutir o acordo para a sanção do Orçamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies