Menu
2021-02-16T12:44:10-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
ativo ganha força

Mastercard, Uber e Twitter flertam com criptomoedas, após adesão da Tesla

Anúncios fortalecem a percepção de adesão institucional ao novos ativos e fazem o bitcoin subir 7% nesta quinta; ativo já avançou 60% só neste ano

11 de fevereiro de 2021
15:50 - atualizado às 12:44
bitcoin
Imagem: Shutterstock

As criptomoedas ganharam nas últimas horas uma perspectiva de maior adesão do mercado financeiro, com Mastercard, Bank of New York (BNY) Mellon, Uber e Twitter indicando a possibilidade de aderir aos ativos.

A Mastercard começará a permitir que comerciantes nos Estados Unidos aceitem criptomoedas selecionadas em sua rede a partir do final deste ano, informou a companhia em um blog oficial nesta quarta-feira (10).

Já o BNY, o banco mais antigo dos EUA, também disse que deve aderir aos criptoativos, ao informar que pretende custodiar bitcoin e outras criptomoedas ainda neste ano.

Os anúncios fortalecem a percepção de adesão institucional ao novos ativos e fazem o bitcoin subir 7% nesta quinta-feira (11) - batendo o recorde intraday de US$ 48,364.06.

MasterCard e BNY seguem o anúncio da Tesla, que comprou US$ 1,5 bilhão (aproximadamente R$ 7,5 bilhões) em bitcoins - com o objetivo de diversificar as reservas da companhia, segundo o CEO, Elon Musk.

Uber e Twitter

Enquanto MasterCard e BNY mostram estar mais avançados no processo de adesão ao ativos, a Uber ainda estuda a possibilidade de aceitar o bitcoin como uma moeda para seus serviços, disse o CEO da empresa, Dara Khosrowshahi, à CNBC nesta quinta.

"Se houver um benefício aí [em aderir ao bitcoin], se houver necessidade, nós o faremos", comentou o executivo - que destacou que a empresa não usaria a criptomoeda simplesmente para se promover.

Na quarta, o CFO do Twitter, Ned Segal, disse que a empresa considerava adicionar bitcoin ao seu balanço. "Pensamos bastante em como poderíamos pagar nossos funcionários em bitcoin, caso eles pedissem, ou como poderíamos pagar um fornecedor dessa forma, se fosse um desejo dele", disse.

O bitcoin escalou mais de 400% no ano passado e já acumula alta de mais de 60% desde o início de 2021, com o aumento da demanda de grandes investidores e a chegada do chamado "halving" - movimento de correção técnica que acontece a cada quatro anos.

Ao mesmo tempo em que o interesse do mercado cresce, o uso da criptomoeda - que não é regulamentada por nenhuma banco central - é questionado por autoridades locais. Na quarta, a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse que o "uso indevido de criptomoedas" era um problema crescente.

Cuidado com a montanha-russa

Aplicar em criptomoedas não é para qualquer perfil de investidor, por conta da alta voltatilidade do ativo. Mesmo quem optar por esse tipo de investimento não deve direcionar mais de 5% do seu patrimônio.

O especialista em criptos da Empiricus, André Franco, fala em comprar bitcoins aos poucos - mês a mês - para ver o dinheiro investido ganhar força no longo prazo. Fazer aportes de 100 reais mensais, por exemplo, dilui os riscos da volatilidade do mercado de criptomoedas, segundo ele.

É preciso também diversificar a carteira de criptomoedas, assim como se faz com ações, de acordo com o especialista.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Vêm proventos por aí

B3 anuncia quase R$ 2 bi em dividendos, além de recompra e desdobramento de ações

Conselho de administração da companhia aprovou pagamento de dividendos do quarto trimestre e dividendos extraordinários referentes a 2020

Cenário pandêmico

B3 lucra R$ 4,2 bilhões em 2020, alta de 53%, com volatilidade dos mercados, ofertas de ações e juros baixos no Brasil

Cenário pandêmico acabou beneficiando os resultados da companhia, resultando em volatilidade e juros baixos que impulsionaram investidores e empresas a recorrerem ao mercado de capitais

O melhor do seu dinheiro

A semana que vem, enfim, chegou

Depois de uma série de adiamentos, a PEC Emergencial enfim foi aprovada em dois turnos pelo Senado. A medida permitirá o retorno do auxílio emergencial, que ficará limitado ao teto de R$ 44 bilhões, que quase foi derrubado, mas acabou ficando. O texto segue agora para a Câmara dos Deputados. O avanço foi comemorado pelo […]

FECHAMENTO

Aprovação da PEC emergencial garante recuperação do Ibovespa enquanto NY amarga perdas

A fala de Powell fez o Ibovespa reduzir os ganhos, mas ainda assim o principal índice da bolsa avançou 1,35%; dólar teve queda de 0,11%, a R$ 5,6582

Petróleo

Evitar volatilidade nos preços serve a consumidores e produtores, afirma ministro árabe na Opep+

Quanto aos elementos que vêm sendo observados na demanda para as decisões do grupo, o saudita apontou o retorno da mobilidade como uma prioridade.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies