⚽️ Alemanha tenta evitar a maldição do 7 x 1; veja os jogos de hoje na Copa do Mundo

Cotações por TradingView
2021-03-25T13:59:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
destaque mais uma vez

JBS fecha 4º trimestre com alta de 65% do lucro e anuncia pagamento de R$ 2,5 bi em dividendos

Maior frigorífico do mundo anuncia retorno a acionista de 2,4%, valor que sobe a 5,5% quando se considera recompras de ações

25 de março de 2021
8:13 - atualizado às 13:59
Logo da JBS na parte externa de um prédio
Logo da JBS na parte externa de um prédio - Imagem: Divulgação

Maior frigorífico do mundo, a JBS (JBSS3) fechou mais um ano com resultados robustos, fazendo com que a empresa anunciasse o pagamento de R$ 2,5 bilhões em dividendos aos acionistas, o equivalente a R$ 1,00 por ação e a um retorno (dividend yield) de 2,4%.

E considerando os efeitos da recompra de ações, o acionista vai ter um retorno de 5,5%. Os detalhes do pagamento não foram informados.

A empresa destacou que tudo isso foi obtido com redução da dívida líquida em US$ 1,8 bilhão no ano, fazendo com que a alavancagem financeira, em dólar, fechasse 2020 em um patamar baixo, de 1,58 vez.

A JBS informou que encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro líquido de R$ 4 bilhões, alta de 65% em relação ao mesmo período de 2019, segundo o balanço divulgado na quarta-feira (24)

A receita líquida ficou em R$ 76,059 bilhões, aumento anual de 33,1%. Já o Ebtida ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 7,034 bilhões, alta de 24,1% ante o quarto trimestre do ano passado, com margem de 9,2%.

Em reais, a dívida líquida da companhia somou R$ 46,2 bilhões, 7,5% superior ao reportado em igual trimestre de 2019, em virtude da desvalorização do real frente ao dólar. Em dólares, a dívida líquida diminuiu para US$ 8,9 bilhões.

Em comunicado, a JBS informou também ter gerado R$ 6,8 bilhões em caixa nas atividades operacionais, crescimento de 34,5% na comparação com o quarto trimestre de 2019. O fluxo de caixa livre, por sua vez, foi de R$ 3,8 bilhões, 18,6% maior na mesma base comparativa.

No acumulado de 2020, a JBS registrou lucro de R$ 4,6 bilhões, queda de 24,2%, por conta dos efeitos da pandemia. Ainda assim, a receita subiu 32,1%, para R$ 270,2 bilhões, e o Ebitda ajustado avançou 49%, a R$ 29,5 bilhões.

Desempenho por unidade

Por unidade de negócio, o maior crescimento no Ebitda ajustado foi da Pilgrim's Pride, com alta de 53,5%, seguido pela Seara, com avanço de 50,8%, e pela JBS Brasil, que teve aumento de 41,2%.

O Ebtida ajustado da JBS USA Beef teve crescimento de 6,6%, enquanto o da JBS USA Pork caiu 4,7% no período.

A marca brasileira Seara teve receita líquida 31,8% maior no trimestre ante igual período do ano anterior, para R$ 7,5 bilhões. A companhia atribui o resultado a um aumento de 5,6% no volume vendido e de 24,9% no preço médio de venda.

As vendas no mercado interno, que responderam por 54% da receita da unidade, totalizaram R$ 4,1 bilhões, aumento de 33,2% ante igual período de 2019.

"Mais uma vez, a categoria de produtos preparados se destacou, registrando um crescimento de 13,3% no volume e de 23,2% no preço médio de vendas no período", disse a JBS em comunicado enviado à imprensa.

No mercado externo, a receita líquida da Seara foi de R$ 3,5 bilhões, um crescimento de 30,2% em relação ao quarto trimestre de 2019.

A JBS Brasil registrou de outubro a dezembro uma receita 40% maior na comparação anual, de R$ 13,4 bilhões, fruto de um crescimento de 39% no preço médio, com volumes praticamente estáveis, mesmo com a queda de 5,6% no número de animais processados no período, segundo a empresa. Nesse segmento, o mercado doméstico teve alta de 46,3% na receita líquida, que chegou a R$ 7,6 bilhões.

"Esse crescimento resulta, principalmente, do desempenho do negócio de carne bovina, Friboi, que registrou aumento tanto no volume de carne bovina in natura quanto no preço de venda, de 15% e 30%, respectivamente."

Já no mercado externo, a receita foi 32,4% maior na mesma base comparativa, de R$ 5,8 bilhões.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DE OLHO NAS REDES

E agora, Nubank? Após polêmicas e revolta por queda forte na bolsa, CEO abre mão de bolada e analista comenta: “admitiram que a ação não deve decolar”

1 de dezembro de 2022 - 14:59

Descubra por que a desistência de David Vélez pode significar uma “admissão pública” de que as ações não vão decolar, de acordo com esta analista

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

Elon Musk quer colocar um chip no seu cérebro em seis meses; entenda os projetos da Neuralink

1 de dezembro de 2022 - 14:06

A companhia de Musk quer desenvolver um dispositivo cerebral que poderia ajudar pacientes com deficiência a se mover e se comunicar novamente, além de restaurar a visão

HORIZONTE NUBLADO

O que será do PIB? Conheça os vilões que farão a economia brasileira desacelerar ainda mais daqui pra frente

1 de dezembro de 2022 - 14:03

No terceiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 0,4% — uma desaceleração se comparada à expansão de 1,2% dos três meses anteriores

PRINCIPAL ÍNDICE DE FIIs DA B3

Estes cinco fundos imobiliários podem estar prestes a ‘rodar’: descubra quais FIIs devem ser eliminados do IFIX e quem entra no lugar

1 de dezembro de 2022 - 13:49

A maior parte dos novos nomes é de papel, mas também há FIIs de logística, lajes corporativas e um representante da classe híbrida

PROVENTOS FARTOS

Quem investiu neste fundo imobiliário garantiu mais de 1% ao mês com dividendos isentos de IR pela nona vez consecutiva neste ano; descubra qual é o FII

1 de dezembro de 2022 - 12:30

O provento de dezembro, que cairá na conta dos investidores na próxima semana, equivale a um dividend yield de 1,23% ao mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies