Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-04T09:57:26-03:00
Caio Nascimento
Caio Nascimento
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e com passagens pelo Estadão e Jornal da USP.
Corrida espacial

Space X tem futuro? Indústria espacial pode ser um dos investimentos da década e crescer US$ 1 trilhão nos próximos 10 anos

Relatório do Bank Of America destaca investimentos do governo americano em empresas aeroespaciais do setor privado

3 de janeiro de 2021
13:12 - atualizado às 9:57
SpaceX, do bilionário Elon Musk
SpaceX é a startup de tecnologia espacial que mas se destacou em 2020. - Imagem: Shutterstock

É impossível não pensar em corrida espacial quando se fala em investimentos do futuro, sobretudo com a Space X, de Elon Musk, chamando a atenção do mundo com o lançamento do foguete Falcon 9, em novembro de 2020, para a Estação Espacial Internacional (EEI), nos Estados Unidos.

Essa indústria está crescendo a passos largos com os interesses pelas estações internacionais e descobertas em Marte, levando empresas a apostarem em equipamentos, serviços de satélite e até mesmo o turismo para fora da Terra.

A expansão desse segmento foi analisado num relatório recente do Bank of America, divulgado pelo Business Insider: o banco estima que a indústria aeroespacial vai crescer US$ 1 trilhão (R$ 5,2 trilhoes, na cotação atual) na próxima década.

A instituição financeira destaca que um dos principais motivos para essa guinada são os investimentos do Departamento de Defesa da Força Espacial dos Estados Unidos, setor do exército americano responsável pelos esforços militares no espaço sideral.

“Só nos Estados Unidos, os gastos com defesa têm aumentado constantemente nos últimos 15 anos, e os beneficiários são em sua maioria empresas de capital aberto e privadas”, diz o analista de ações do Bank of America, Ron Epstein.

Epstein explica que o Departamento de Defesa dos EUA solicitou, para 2021, um financiamento de mais de US$ 15 bilhões (R$ 77,9 bilhões) para impulsionar o negócio dessas companhias - um valor 385 vezes maior do que foi repassado para a Força Espacial em 2020.

"Esses números podem subir nos próximos anos, aumentando o número de contratos governamentais disponíveis para empreiteiros públicos e privados", afirma.

Indústria acessível

Epstein avalia ainda que a reutilização dos foguetes de lançamento reduz os gastos das empresas com materiais, ajudando a tornar a tecnologia espacial mais acessível e aumentando a eficiência dos investimentos privados.

O analisa toma como exemplo a Space X. Segundo ele, a empresa de Elon Musk, dono da Tesla, poderá economizar até US$ 20 milhões por foguete Falcon 9 com o reuso num segundo estágio.

"Se um foguete completar 10 voos durante sua vida útil, a empresa será capaz de economizar mais de US$ 196 milhões (R$ 1,01 bilhão), dados os atuais níveis de preços."

Riscos

Apesar das vantagens, Epstein avalia que as chances de vermos um aumento do lixo espacial pode ser uma preocupação para os investidores, visto que feriria as práticas de governança ambiental, social e corporativa (ESG, sigla em inglês) - hoje bem vistas pelo mercado global.

Com informações da Business Insider

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies