';

Analistas consultados pelo Seu Dinheiro elegem ação ‘queridinha’ para 2023; confira aqui

Cotações por TradingView
2021-01-21T17:37:49-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
segunda onda

Hapvida vê aumento de atendimentos de urgência e internações por covid-19

Apesar da alta, empresa informa que está conseguindo realizar normalmente procedimentos cirúrgicos eletivos

21 de janeiro de 2021
9:05 - atualizado às 17:37
covid-19 coronavírus
Imagem: Shutterstock

Após período de relativa estabilidade de casos da covid-19 desde o início da pandemia, a Hapvida (HAPV4) notou nas últimas semanas um aumento de atendimentos de urgência e internações em algumas regiões onde atua.

Ainda assim, a companhia está conseguindo realizar normalmente procedimentos cirúrgicos eletivos, uma das principais fontes de receita da maioria dos hospitais. Em Manaus, onde a situação é complicada, ela suspendeu temporariamente esses procedimentos.

“Durante todo o período, a companhia continuará realizando cirurgias e procedimentos considerados essenciais, ou seja, aqueles de natureza oncológica, traumatológicos de emergência, obstétricos, cardíacos, neurológicos, além das sessões de hemodiálise”, diz trecho do comunicado, divulgado quarta-feira (20) à noite.

Situação nas regiões de atuação

Além de Manaus, foi constatado aumento significativo no número de atendimentos por causa de covid-19 em Belém, Salvador e interior de São Paulo. No Recife e em Fortaleza, a segunda onda parece já ter passado e em níveis menores do que a primeira.

Na capital do Amazonas, desde meados de dezembro houve alta expressiva do número de casos tanto de pacientes atendidos nas emergências quanto de pacientes internados admitidos com sintomas de síndrome respiratória aguda grave com suspeita de covid-19.

“A segunda onda da covid-19, no caso de Manaus, superou a primeira onda tanto em número de atendimentos quanto em volume de internações”, diz trecho do comunicado da companhia.

A Hapvida destacou que, apesar do avanço de casos em algumas regiões, não houve aumento relevante do coeficiente de mortalidade, medido pela quantidade total de óbitos pelo número de beneficiários expostos. O coeficiente médio atingiu 64,8 em 18 de janeiro, enquanto o do Brasil 99,2.

Medidas tomadas

Considerando a situação, a Hapvida anunciou algumas medidas que está tomando para a manutenção das atividades de combate à covid-19.

Em Manaus, a empresa ampliou a infraestrutura assistencial com a inauguração de duas novas unidades, com aumento de cerca de 100 leitos hospitalares no Hospital Rio Solimões. Ela também contratou cerca de 700 profissionais nas últimas semanas, entre médicos e fisioterapeutas e de apoio hospitalar como enfermeiros, maqueiros e camareiros. Cerca de 65 profissionais médicos foram deslocados de outras regiões para Manaus.

Nas regiões que apresentam curvas descendentes, a Hapvida está mantendo certa capacidade adicional no eventual caso de uma segunda onda de contaminações.

“Toda a nossa experiência de gestão médico-hospitalar tem nos ajudado a administrar e minimizar os impactos da covid-19 em nossas operações e continuar cuidando dos nossos clientes e colaboradores com o acolhimento de sempre, que é característico do sistema Hapvida. Permanecemos vigilantes, monitorando os impactos da pandemia no nosso negócio e atuando proativamente para contribuir com a sociedade e o País”, diz trecho do comunicado.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ESPETO NA BRASA

Calote da Americanas (AMER3) pode custar até 30% do lucro dos grandes bancos no trimestre; veja quem será mais afetado

25 de janeiro de 2023 - 15:05

Provisões dos bancos no próximo balanço com recuperação judicial da Americanas podem chegar a até R$ 8 bilhões, de acordo com a XP

INSPIRA CUIDADOS?

Citi corta preço-alvo de Hypera para R$ 52 — vale a pena comprar HYPE3 agora?

25 de janeiro de 2023 - 14:31

Com a redução, o banco passou a ver um múltiplo implícito de 13,8x P/L (preço/lucro) em 2024, que considera mais consistente com a resiliência de negócios, as perspectivas atraentes de crescimento e a melhoria da percepção de governança

CÂMBIO

Dólar hoje: Com agenda esvaziada, moeda americana cai a R$ 5,08

25 de janeiro de 2023 - 13:41

Por volta de 13h25 (horário de Brasília), a moeda americana registrava baixa de mais de 1%. Esse movimento de queda é observado desde o início da semana, com o aumento da entrada de fluxos estrangeiros no país.

CRIPTOMOEDAS

Bitcoin hoje (BTC): Exchange do mesmo grupo da Genesis vai demitir 35% dos funcionários

25 de janeiro de 2023 - 13:08

A exchange Luno faz parte da Digital Currency Group (DCG), grupo que entrou com pedido de recuperação judicial e também é dono da falida plataforma Genesis

Errou na conta?

Banco BV questiona dívida bilionária informada pela Americanas com a instituição

25 de janeiro de 2023 - 11:56

De acordo com o banco, o saldo devedor da Americanas é bem menor do que o informado pela varejista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies