Menu
2021-02-03T18:05:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
imbróglio chegando ao fim

Governador de MG confirma que negociações com a Vale sobre Brumadinho estão avançadas

Mais cedo, procurador-geral de Justiça de Minas Gerais afirmou que assinatura deve acontecer na quinta-feira

3 de fevereiro de 2021
14:32 - atualizado às 18:05
Tragédia em Brumadinha
Bombeiros fazem resgate em Brumadinho - Imagem: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), usou nesta quarta-feira (3) o Twitter para confirmar que as negociações entre a Vale (VALE3), o governo mineiro e autoridades (como o Ministério Público) estão avançadas no caso Brumadinho.

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), uma nova audiência de conciliação será realizada na quinta-feira (4).

A notícia impulsiona as ações da Vale (VALE3), que fecharam hoje em alta de mais de 3%.

"Negociações bem avançadas para termos, em breve, medidas de reparação aos mineiros pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, com foco na melhoria de vida dos moradores das regiões diretamente atingidas", disse Zema.

Também no Twitter, um pouco mais cedo, o procurador-geral de justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares, afirmou que a assinatura deve acontecer nesta quinta-feira.

Segundo ele, "o maior acordo da história se dá em duas ações do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) e um do Estado, e não incluem as ações penais, os danos desconhecidos e os direitos individuais".

Imbróglio atrapalha ações

A resolução do caso Brumadinho é considerada um passo essencial para destravar ainda mais valor das ações da Vale.

A XP Investimentos afirmou que, caso o montante de indenização a ser pago fique entre R$ 30 bilhões e R$ 40 bilhões, o acordo será positivo para a mineradora.

Já os analistas do Credit Suisse avaliam que um acordo eliminará o principal passivo que a mineradora enfrenta, que pesa sobre o preço dos papéis.

Atualmente, segundo os cálculos do banco, a Vale está sendo negociada com um múltiplo EV/Ebitda – indicador que justamente mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada – de 2,8 vezes, abaixo do nível histórico, de 5,5 vezes a 6,0 vezes.

“No fim, acreditamos que o valuation da Vale está muito atrativo para os investidores ignorarem e vemos o retorno robusto dos dividendos, o aumento dos embarques e menores custos nos próximos anos como catalisadores de uma revisão das ações”, diz trecho de relatório assinado pelos analistas Caio Ribeiro, Gabriel Galvão e Gabriel Spillmann.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies