Menu
2021-01-20T18:38:24-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Incorporadoras

Gafisa, Tenda, Plano&Plano e RNI divulgam prévias operacionais do 4º trimestre

Ações de incorporadoras avançam na bolsa, mesmo em dia negativo para o Ibovespa. Confira os números das companhias

20 de janeiro de 2021
12:49 - atualizado às 18:38
Edifício em construção
Boom imobiliário - Imagem: Shutterstock

Quatro incorporadoras divulgaram suas prévias operacionais do quarto trimestre e do ano de 2020 entre a noite de ontem e a manhã de hoje: Gafisa, Tenda, Plano&Plano e RNI.

Em dia negativo na bolsa brasileira, as ações de todas essas empresas chegaram a apresentar alta durante o dia, mas duas delas depois viraram para queda. Nenhum desses papéis faz parte do Ibovespa, que fechou em queda de 0,82% nesta quarta.

Os papéis da Gafisa (GFSA3) fecharam em alta de 4,38% e os da Plano&Plano (PLPL3) avançaram 2,73%. Já as ações da Tenda (TEND3) fecharam com leve baixa de 0,07%, e os da RNI (RDNI3) perderam 1,12%.

Confira os principais números:

Gafisa

Após dois anos sem lançamentos, a Gafisa lançou três empreendimentos na capital paulista no terceiro trimestre e mais dois no quarto trimestre, sendo um na capital fluminense e outro em Curitiba.

Os lançamentos do quarto trimestre totalizaram R$ 627 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV). No ano, o VGV lançado atingiu R$ 898 milhões, melhor desempenho anual desde 2016.

"A retomada dos lançamentos em 2020 é consequência direta da estratégia de crescimento da companhia, tanto de maneira orgânica quanto através de M&A [fusões e aquisições], uma vez que 67,5% desses lançamentos são oriundos de ativos adquiridos pela nova gestão via M&A", diz a companhia na sua nota de divulgação.

O banco de terrenos (landbank) terminou 2020 com 14 terrenos, com VGV potencial de R$ 2,1 bilhões, sendo aproximadamente 60% também oriundos de operações de M&A.

As vendas brutas no quarto trimestre totalizaram R$ 292 milhões, um aumento de 103% em relação ao terceiro trimestre e de 301,5% em relação ao terceiro trimestre de 2019. Trata-se do melhor desempenho trimestral desde o segundo trimestre de 2018. No ano, as vendas brutas totalizaram R$ 517 milhões, 77% a mais que em 2019.

Tenda

A Tenda lançou R$ 885,2 milhões no quarto trimestre, uma alta de 5,9% ante o mesmo período de 2019. No ano, os lançamentos totalizaram R$ 2,67 bilhões, aumento de 3,5% em relação a 2019.

As vendas brutas do quarto trimestre totalizaram R$ 854,7 milhões, alta de 27,7% na comparação anual. A velocidade de vendas pelo indicador Vendas Sobre Oferta (VSO) brutas foi de 35,0%. Segundo a companhia, foi o melhor trimestre em vendas brutas na história da Tenda.

Já as vendas líquidas (tirando os distratos) totalizaram R$ 795,2 milhões no quarto trimestre, aumento de 29,1% na comparação anual, com VSO líquida de 32,5%. Foi também o melhor trimestre em vendas líquidas da história da companhia.

No ano, as vendas brutas totalizaram R$ 2,9 bilhões, alta de 30,4% em relação a 2019, e as vendas líquidas somaram R$ 2,56 bilhões, alta de 25,2% ante 2019. A VSO líquida foi de 32,5%.

O banco de terrenos atingiu R$ 10,97 bilhões em VGV no quarto trimestre.

Plano&Plano

A Plano&Plano lançou R$ 528 milhões no quarto trimestre, alta de 3,8% em relação ao mesmo período de 2019. No ano, os lançamentos totalizaram R$ 1,4 bilhão, alta de 14,9% em relação a 2019.

As vendas líquidas totalizaram R$ 284 milhões no trimestre, alta de 25,3% na comparação anual. Em 2020, as vendas líquidas somaram R$ 874 milhões, alta de 28,7% em relação ao ano anterior.

O VSO em 12 meses do quarto trimestre ficou em 32,7%, inferior ao VSO em 12 meses dos trimestres anteriores. Segundo à companhia, isso se deve ao bom volume de lançamentos do quarto trimestre.

RNI

Em 2020, a RNI bateu recorde de lançamento, com um volume superior aos dos últimos cinco anos, totalizando R$ 584 milhões, aumento de 57% em relação ao ano anterior.

No quarto trimestre, foram lançados três empreendimentos, totalizando R$ 240 milhões em VGV, uma queda de 20% em relação ao mesmo período de 2019, mas alta de 88% frente ao trimestre anterior.

As vendas líquidas totalizaram R$ 560 milhões em 2020, aumento de 133% em relação a 2019. No trimestre, as vendas líquidas somaram R$ 178 milhões, alta de 222% na comparação anual e de 28% ante o trimestre anterior.

A velocidade de vendas medida pelo indicador VSO atingiu 20% no quarto trimestre. O landbank no período totalizou R$ 7 bilhões, volume superior aos últimos cinco anos.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

reta final de negociações

Senado americano aprova “pacote Biden” de US$ 1,9 trilhão

Agora, o pacote voltará para a Câmara dos Representantes, que analisará as alterações feitas no texto pelos senadores. Se for aprovado, o projeto será enviado à Casa Branca para a sanção do presidente

entrevista

‘Episódio Petrobras deu um susto grande nos investidores’, diz economista do Itaú

O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mario Mesquita, diz também estar preocupado com as incertezas políticas, que ameaçam o crescimento do PIB

Dificuldades À vista?

Deputados falam em reduzir medidas de ajuste fiscal do texto da PEC do auxílio

Embora defenda celeridade na análise da proposta, Albuquerque admite que o texto pode ser enxugado

escolha da CEO

Investir no Brasil: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Confira uma seleção de matérias feita pela CEO do Seu Dinheiro, Marina Gazzoni

Efeitos da pandemia

PEC do auxílio aprovada no Senado prevê abater R$ 100 bi da dívida pública

Pelos cálculos do governo, a necessidade de financiamento da dívida pública federal (DPF) neste ano é de R$ 1,469 trilhão, valor que aumentou por causa do maior volume de títulos de curto prazo que o governo precisou emitir para conseguir captar recursos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies