Menu
2021-01-05T19:21:10-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
EXPANDINDO

Creditas compra plataforma digital focada em crédito imobiliário

Aquisição da Bcredi, por valor não informado, visa potencializar atuação da fintech no mercado de empréstimos

5 de janeiro de 2021
12:58 - atualizado às 19:21
sergio-furio
Sergio Furio é CEO da Creditas, que acaba de receber um aporte do Softbank - Imagem: Divulgação

Após uma rodada de investimentos de US$ 255 milhões, ocorrida no final do ano passado, a fintech Creditas iniciou 2021 anunciando a aquisição da Bcredi, uma plataforma digital focada em crédito imobiliário. O valor da transação não foi divulgado.

Fundada em 2017 por Maria Teresa Fornea Caron, a Tete, a Bcredi é especializada produtos empréstimo com garantia de imóvel e financiamento imobiliário. A Creditas iniciou sua trajetória no mercado atuando nesta área, de home equity.

“Agora com a Bcredi, vamos acelerar ainda mais e avançar na criação de um ecossistema imobiliário tanto para os clientes da Creditas quanto para empresas que querem oferecer nosso produto para o consumidor brasileiro”, diz trecho do comunicado.

Com o acordo, Tete assume a vice-presidência da parte de crédito imobiliário, consolidando a parte de home equity da Creditas com o negócio imobiliário da Bcredi. Viviane Sales, que ocupava esse cargo até então, assume a área chamada “Creditas @work”, que agrupa os produtos de benefícios para empresas parceiras.

O acerto prevê ainda que o Banco Bari, atual sócio e cofundador, venderá sua participação na fintech e que o fundo de investimento brasileiro eBricks – agora chamado Igah Ventures – vai se tornar acionista da Creditas.

Valendo US$ 1,75 bilhão

No final do ano passado, a Creditas anunciou o fechamento de uma nova rodada de investimento de US$ 255 milhões, que acabou avaliando a fintech em R$ 1,75 bilhão.

Chamada Series-E, a rodada trouxe novos sócios internacionais, como a Advent International, e contou com a participação de parceiros atuais, caso do SoftBank.

À época, a empresa divulgou que o novo capital ajudará a ampliar a oferta de produtos em três frentes:

  • fintech, com serviços financeiros e produtos de baixo custo;
  • consumer solutions, com oferta de produtos financeiros para os segmentos de imóveis, veículos e salários, e;
  • México, país em que a Creditas começou a operar em julho do ano passado.

Fundada em 2012 por Sergio Furio, a Creditas registrou no acumulado de nove meses até o final de setembro de 2020 um portfólio de crédito de R$ 1,04 bilhão, crescimento de 94,5% em relação aos R$ 534,7 milhões do mesmo período de 2019. A receita, na mesma base de comparação, dobrou, para R$ 232,1 milhões.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Prepare o bolso

Petrobras diz que manterá ritmo de reajustes nos preços de combustíveis

Um executivo confirmou que não haverá mudanças na política de preços da estatal, que segue sem frequência definida

Educação

Ações da Cogna avançam, mesmo com prejuízo líquido de R$ 90,975 milhões no 1º trimestre

Confira outros destaques do balanço da empresa, que viu uma queda de 18,1% nos investimentos

Exile on Wall Street

As bolsas deixaram os fundamentos de lado esta semana — mas você não deve!

A semana é de resultados, mas não se fala em outra coisa a não ser na alta de juros, após reunião do Copom que levou a Selic para 3,5% ao ano. Além disso, a inflação americana, que veio acima da expectativa, elevou as estimativas de juros futuros nos Estados Unidos.  Com isso, mesmo empresas com […]

esg

BTG e consórcio de investidores compram ativos florestais da Arauco no Chile por US$ 385,5 milhões

Segundo o banco, a transação do TIG envolve cerca de 80,5 mil hectares de áreas florestais de “alta qualidade e com manejo sustentável”, nas regiões do Centro e Sul do país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies