🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Renato Carvalho
Dinheiro extra?

CNova anuncia emissão de ações, e mercado espera decisão do GPA sobre operação

Participação da varejista é de quase 34%, e empresa europeia afirma que acionistas atuais podem aproveitar para vender posições

Renato Carvalho
1 de junho de 2021
15:25 - atualizado às 18:29
Sede do Grupo Pão de Açúcar
Sede do Grupo Pão de Açúcar - Imagem: Divulgação

As grandes empresas estão sempre atentas a oportunidades para captar recursos, especialmente em momentos de crise. E aparentemente, o GPA (PCAR3) terá esta chance em breve.

A CNova, empresa de e-commerce controlada pelo grupo francês Casino, anunciou que pretende levantar 300 milhões de euros com uma oferta de ações. E no comunicado, a companhia afirma que os atuais acionistas podem aproveitar para vender um pedaço de suas participações.

O GPA é o segundo maior acionista da CNova, com quase 34% de participação, atrás somente da controladora. 

Pelo valor da ação hoje, a 9,68 euros, a participação do GPA na CNova vale aproximadamente 1,1 bilhão de euros. Pelo câmbio desta terça, com a divisa europeia valendo R$ 6,32, a fatia tem valor superior a R$ 7 bilhões.

Ainda não há informações sobre uma possível venda de parte destes papéis pelo GPA, mas como explica a CNova no comunicado, a administração quer elevar a proporção de ações em livre circulação no mercado (free float). Hoje, somente 0,7% das ações estão nas mãos de pequenos investidores.

Pedro Serra, gerente de research da Ativa Investimentos, acredita que os verdadeiros beneficiados serão os acionistas do GPA. "Provavelmente essa capitalização deverá ser distribuída em dividendos, resta saber qual fatia dessa participação será vendida", afirma.

Mesmo sem a confirmação, as ações do GPA subiram hoje 2,76%, a R$ 40,52. Um ritmo parecido com o do fechamento da ação da CNova, negociada em Paris, que fechou com valorização de 2,54%.

Além do benefício de curto prazo em uma eventual venda de ações, o GPA pode ter bons resultados com os planos traçados pela CNova. A empresa vai usar o dinheiro captado para investir em expansão, especialmente no marketplace.

No ano passado, a venda bruta de mercadorias (GMV, na sigla em inglês) consolidada da companhia francesa atingiu 4,2 bilhões de euros, com Ebitda de 133 milhões de euros, crescimento de 62,5% ante 2019.

O marketplace teve crescimento de 22% no GMV, e respondeu por 44% do total. No primeiro trimestre deste ano, esta proporção já subiu para 46%. A plataforma Octopia, voltada para lojistas online que usam o marketplace da CNova, teve crescimento anual de 86%, com 518 sites ativos.

Neste cenário favorável, a CNova pretende atingir GMV consolidado de 12 bilhões de euros em 2025. O desafio é transformar esse crescimento de vendas em lucro.

No ano passado, a empresa teve prejuízo de 21,4 milhões de euros. Por outro lado, o resultado melhorou, já que em 2019 as perdas foram de 65,3 milhões de euros. No segundo semestre de 2020, a empresa conseguiu lucro de 2,3 milhões de euros.

Compartilhe

América Latina na mira

GPA dá os primeiros passos após a novela da Via Varejo — e suas ações disparam

27 de junho de 2019 - 14:04

Os papéis do GPA sobem forte após seu controlador, o grupo francês Casino, revelar os planos para a reestruturação de suas atividades na América Latina. E a empresa brasileira será peça fundamental nesse projeto

Vem novidade por aí?

Quer pagar quanto? Mais um grupo pode estar de olho na Via Varejo — e as ações subiram forte

30 de maio de 2019 - 15:25

O Grupo Pão de Açúcar, controlador da Via Varejo, quer vender a empresa desde 2016. E noticias a respeito de um possível comprador para a dona das Casas Bahia e do Ponto Frio animaram os mercados.

Um castigo na bolsa

Ações do GPA voltam a cair forte após Casino confirmar que estuda opções na AL

9 de maio de 2019 - 13:41

Papéis preferenciais do Grupo Pão de Açúcar (GPA) estiveram entre as maiores perdas do Ibovespa nesta quinta-feira (9), em meio ao burburinho cada vez maior em relação aos planos do Casino

Com plano de desinvestimento

Casino assume compromisso de vender lojas em negociação de 42 milhões de euros

15 de fevereiro de 2019 - 10:53

Plano, acertado em compromisso prévio com as empresas, é vender 17 unidades para a rede de supermercados alemã Lidl e um hipermercado Géant de Roubaix para a Leclerc

Para reduzir dívida

Casino fecha venda de 26 hipermercados e supermercados

21 de janeiro de 2019 - 7:04

Negócio é avaliado em 501 milhões de euros (US$ 569,2 milhões); pelo acordo assinado com a Fortress, o Casino receberá cerca de 392 milhões de euros no primeiro semestre do ano

Cortando dívidas

Casino está se livrando dos seus imóveis na França

18 de outubro de 2018 - 9:21

Grupo francês vai se desfazer de 14 imóveis da varejista Monoprix

Corte de gastos

Os rumores que rondam a venda do GPA pela Casino

4 de outubro de 2018 - 15:01

Grupo francês vem tentando cortar gastos, mas já disse que não abrirá mão de operações na França

Gigantes do varejo

Carrefour colocou (ou pelo menos tentou colocar) uma pá de cal nos rumores sobre fusão com o Casino

1 de outubro de 2018 - 15:22

Afirmações do presidente do Carrefour Brasil, Noel Prioux, vieram após o mercado passar dias especulando sobre conversas entre as duas companhias

Recusa sem pedido?

Carrefour nega ‘namoro’ e proposta à Casino

24 de setembro de 2018 - 12:29

Casino disse ter negado convite de fusão proposta pelo Carrefour, que chamou rumores de “insinuações”

Recusada

Casino admite ‘namoro’ com Carrefour mas nega fusão

24 de setembro de 2018 - 6:58

Rede francesa disse que disputa por mercados em comum é principal razão de recusa.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies