Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-14T12:27:58-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Unindo o útil ao agradável

Aceita bitcoin? Mastercard adquire empresa focada em segurança e negociação de criptomoedas

A Cipher é responsável por diversos sistemas integrados que formam uma “rede de compliance” descentralizada

10 de setembro de 2021
13:14 - atualizado às 12:27
Mastercard
A expectativa é de que a sinergia de forças das empresas acabe auxiliando a Mastercard a operar em parceria com Bancos Centrais para oferecer produtos diversos aos clientes e ampliar o uso de criptomoedas no dia a dia / Imagem: Shutterstock

As moedas digitais definitivamente tomaram o centro dos debates em finanças, assim como a segurança dos investidores. A Mastercard resolveu juntar o útil ao agradável e adquiriu uma empresa de segurança criptográfica e compliance para reforçar seu time. 

A Visa, concorrente direta da Mastercard no ramo de bandeiras de cartões, já está com planos avançados sobre a utilização do bitcoin e outras criptomoedas como meios de pagamento, também com foco em cibersegurança

Mas a aquisição da CipherTrace pela Mastercard deve aumentar essa competitividade. A empresa surgiu focada em criptomoedas, mas de olho em outro setor, o das finanças descentralizadas, as DeFis. Além disso, a Cipher é responsável por diversos sistemas integrados que formaram uma “rede de compliance" descentralizada. 

Segundo o comunicado de aquisição, os clientes poderão ter acesso às mais de 900 criptomoedas disponíveis na blockchain da CipherTrade por meio das carteiras digitais da Mastercard. “É uma forma de manter suas moedas seguras e em conformidade com as autoridades monetárias”, reitera o documento.

A empresa também lança anualmente um relatório sobre as tendências para o mundo das criptomoedas e criptoativos como o bitcoin. Em 2020, a Cipher já destacava a relevância das DeFis para os ativos digitais, o que veio a ser confirmado em 2021, com a multiplicação de protocolos.

“O crescimento rápido do ecossistema de ativos digitais implica na necessidade de garantir que ele seja confiável e seguro”, disse Ajay Bhalla, presidente de Inteligência e Cibernética da Mastercard, no comunicado. 

De acordo com o portal DeFi Pulse, o valor armazenado nos protocolos DeFi é de aproximadamente US$ 74 bilhões (R$ 370 bilhões). Em um ano, esse mercado mais que quadruplicou.

A expectativa é de que a sinergia de forças das empresas acabe auxiliando a Mastercard a operar em parceria com Bancos Centrais para oferecer produtos diversos aos clientes e ampliar o uso do bitcoin e das criptomoedas no dia a dia. 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies