Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-13T12:51:57-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Alerta para informação falsa

Nada de litecoin (LTC): bitcoin (BTC) passa a cair após Walmart desmentir acordo para aceitar criptomoeda como meio de pagamento

O anúncio falso, publicado na Globe Newswire, dizia que, a partir de 1º de outubro deste ano, todo e-commerce do Walmart teria a opção de pagamento com litecoin e citava até o nome do CEO da empresa, Doug McMillon, como fonte

13 de setembro de 2021
11:49 - atualizado às 12:51
loja do walmart
As criptomoedas cresceram no boato, mas caíram no fato de que o Walmart não tem nada a ver com o comunicado - Imagem: Divulgação

Um boato tomou o mercado de criptomoedas na manhã desta segunda-feira (13). A notícia de que o Walmart passaria a aceitar litecoin (LTC) como meio de pagamento chegou a fazer o bitcoin (BTC) inverter as perdas e subir 1,02%, aos US$ 46.346,84 (R$ 242.584,77). 

Entretanto, um porta-voz da gigante varejista falou à CNBC que o anúncio era falso, o que fez o mercado de criptomoedas voltar a cair. Por volta das 11h30, o litecoin recuava 0,78%, aos US$ 181,59 (R$ 952,80) e o bitcoin caía 5,01%, cotado a US$ 43.628,41 (R$ 230.565,65).

A mentira perfeita

Há pouco menos de um mês, a gigante varejista anunciou uma vaga para especialista em criptomoedas e blockchain. A expectativa era de que o Walmart passasse a aceitar bitcoins, mas a escolha do Litecoin também era positiva para o mercado. 

O anúncio falso, publicado na Globe Newswire, dizia que, a partir de 1º de outubro deste ano, todo e-commerce do Walmart teria a opção de pagamento com litecoin e citava até o nome do CEO da empresa, Doug McMillon, como fonte.

O que dizia o comunicado falso

“O LTC tem taxas de transação super baixas e transações rápidas, ideal para gerar sinergia com os sistemas de e-commerce do Walmart”, afirma Charlie Lee, criador e CEO da Litecoin Foundation, em comunicado. 

Além disso, o litecoin tem similaridades com o bitcoin (BTC), como o mesmo código fonte e ausência de uma autoridade central. Entretanto, a densidade de informação por bloco é menor, o que permite transações mais rápidas e baratas.

Uma transação dentro da blockchain do bitcoin demora cerca de 10 minutos para ser concluída, enquanto a mesma transação na rede do litecoin pode demorar até metade desse tempo.

“O momento é perfeito e incomparável para o uso de criptomoedas e nós acreditamos que elas são a melhor opção para as compras online. A integração com o litecoin permitirá pagamentos instantâneos, com confirmação eletrônica segura e taxas próximas a zero em qualquer parte do mundo a partir de 1º de outubro”, comenta Doug McMillon, CEO do Walmart.

ATENÇÃO: INFORMAÇÕES SÃO FALSAS E FORAMTRADUZIDAS DO PORTAL GLOBE NEWSWIRE. UM PORTA VOZ DO WALMART DESMENTIU O DOCUMENTO À CNBC

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Clube do livro

“Era para termos entrado no Primeiro Mundo há 30 anos”, escreve Gustavo Franco em seu novo livro “Lições Amargas”; leia a resenha completa

O ex-presidente do Banco Central tece críticas ao Brasil e sua estagnação prolongada e apresenta uma “história provisória da atualidade”

ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO

Onde investir para os próximos 3 anos: 3 indicações para chegar, com consistência, ao primeiro milhão

E não se esqueça: é essencial começar o quanto antes, fazer aportes constantes e diversificar os investimentos

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies