2021-10-07T08:54:41-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Além do bitcoin

Vitreo lança primeiro fundo que investe em gamecoins, as moedas digitais de jogos como o Axie Infinity (AXS)

Tokens ligados a games viraram a sensação recente do mercado de criptomoedas ao permitir que gamers ganhem dinheiro enquanto jogam

6 de outubro de 2021
7:15 - atualizado às 8:54

O dinâmico e instável universo das criptomoedas ganhou uma nova frente de crescimento com as chamadas gamecoins, as moedas digitais dentro de jogos eletrônicos que viraram a sensação recente do mercado. Mas você não precisa entender de videogame e nem mesmo jogar para lucrar com essa tendência.

A gestora e plataforma de investimentos Vitreo anuncia hoje o lançamento dos primeiros fundos do mercado brasileiro que investem em gamecoins: o Cripto NFT e o Vitreo Coin NFT.

A sigla NFT que batiza os novos fundos da Vitreo vem de “token não fungível”, em inglês. Os certificados digitais ficaram famosos no começo do ano com a venda de obras de arte digitais, algumas na casa de milhões de dólares.

Mas o foco dos fundos da Vitreo não está na arte, mas no uso dos NFTs para viabilizar a criação de moedas ligadas a games. A diferença entre os dois está na exposição às moedas e no público-alvo. Mas antes de falar dos fundos, vamos começar contando um pouco mais sobre esse mercado.

O que são as gamecoins

Você já deve ter ouvido falar do Axie Infinity (AXS), a criptomoeda que dá nome ao jogo play-to-earn (jogue para ganhar) mais famoso do mundo. Famoso não porque é divertido, mas por permitir que os jogadores sejam remunerados em criptomoedas conforme evoluem no jogo.

Essas gamecoins podem ser vendidas depois no mercado, e essa é a segunda razão para a fama do Axie Infinity. Desde o início do ano, o AXS — o token ligado ao jogo — subiu mais de 35.000%.

O que os fundos lançados pela Vitreo fazem é atuar nessa segunda camada, identificando as gamecoins com maior potencial de valorização, segundo Jojo Wachsmann, CIO da Vitreo.

Exposição ao NFT

Agora falando diretamente sobre os fundos, o Vitreo Cripto NFT será destinado a investidores qualificados, ou seja, aqueles que possuem mais de R$ 1 milhão em ativos financeiros ou algum tipo de certificação especial, de acordo com a CVM. O investimento mínimo é de R$ 5 mil, com taxa de administração de 1,40% ao ano.

Os NFTs de gamecoins que compõem a carteira do fundo da Vitreo fazem parte das recomendações de André Franco, especialista em criptomoedas da Empiricus. 

Para atender ao público de varejo, a gestora também lançará uma segunda versão do fundo. O Vitreo Coin NFT terá uma exposição máxima de 20% às gamecoins para atender as limitações da xerife do mercado de capitais.

Na versão "light", o investimento mínimo fica em R$ 1.000, com taxa de administração em 0,34% ao ano. Além dos NFTs, o restante do fundo será composto por ETFs (fundos de índice, na sigla em inglês) monoativos em criptomoedas da bolsa brasileira, "mas com possibilidade de usar outros ETFs", segundo Jojo. Saiba mais sobre os fundos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro recua com novos temores sobre a covid-19 no mundo e dólar também cai

Os investidores permanecem de olho na votação da PEC dos precatórios na CCJ do Senado, marcada para esta terça-feira (30)

O melhor do Seu Dinheiro

Ômicron de “A” a “Z”, dividendos, balanço da Black Friday e outros destaques

A variante ômicron recebeu este nome para evitar maiores conflitos de linguagem, mas Matheus Spiess vai além da semântica em sua análise

A BOLSA HOJE

Esquenta dos mercados: notícia sobre possível baixa eficácia das vacinas contra ômicron derruba mercados, em dia de discurso de Powell e votação dos precatórios

O investidor local ainda permanece de olho nas falas de Roberto Campos Neto e Paulo Guedes em eventos separados hoje

SÓ NO SAPATINHO

Dividendos: Arezzo (ARZZ3) vai distribuir R$ 60 milhões aos acionistas; veja como participar

Serão R$ 33,78 milhões em JCP e R$ 26,22 milhões em dividendos a serem depositados até 31 de janeiro de 2022

INCERTEZAS NO RADAR

CEO da Moderna levanta dúvidas sobre eficácia de vacinas contra a ômicron e provoca reação negativa nos mercados

Stéphane Bancel disse que cientistas consultados por ele esperam ‘queda significativa’ na eficácia dos imunizantes contra a nova cepa