Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-06T12:03:38-03:00
Estadão Conteúdo
Termômetro da atividade

PMI composto do Brasil desacelera a 53,5 em dezembro, após 53,8 em novembro

No setor de serviços, a IHS Markit reportou que o crescimento foi generalizado entre os cinco subsetores monitorados, liderados por Transporte e Armazenamento

6 de janeiro de 2021
12:03
pib crescimento
Imagem: Shutterstock

O Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) Composto do Brasil desacelerou marginalmente em dezembro ante novembro, de 53,8 para 53,5, mantendo-se acima da marca de 50, que aponta expansão da atividade, informou a IHS Markit nesta quarta-feira, 6. O resultado foi obtido com o avanço do PMI de serviços, de 50,9 para 51,1, enquanto o industrial, divulgado no dia 1º, recuou de 64,0 para 61,5 entre os dois meses.

No setor de serviços, a IHS Markit reportou que o crescimento foi generalizado entre os cinco subsetores monitorados, liderados por Transporte e Armazenamento. Os empresários consultados associaram o aumento leve na produção à melhora das perspectivas, com condições mais favoráveis da demanda, reabertura de estabelecimentos e notícias positivas sobre a vacina contra a covid-19.

"As empresas brasileiras de serviços estão cada vez mais confiantes em um aumento da produção em 2021, com o nível de sentimento positivo superando os dados de novembro. Evidências sugerem que os desenvolvimentos relativos à vacina foram o fator decisivo para fomentar o otimismo em dezembro", diz a nota.

Segundo a IHS Markit, o volume de novos pedidos no setor de serviços aumentou pelo quinto mês consecutivo em dezembro, com ritmo mais acelerado ante novembro. Quatro das cinco áreas apresentaram expansão. A exceção foi o setor de Finanças e Seguros, que registrou estabilidade. Já os novos negócios para exportação cresceram pelo segundo mês consecutivo, mostrando a taxa mais elevada em dois anos.

Apesar disso, os dados de dezembro ainda indicam excedente de capacidade nas empresas de serviços, conforme a IHS Markit. Houve também redução de postos de trabalho, justificada pelos empresários por esforços de redução de despesas e aumento de casos de covid-19. Em novembro, o índice de emprego havia subido após nove meses de demissões. Os participantes ainda relataram alta do preço de insumos, com o dólar alto e a escassez de produtos, e algumas empresas informaram que repassaram o custo aos clientes.

"Embora os dados mais recentes tenham trazido alguma certeza de que a economia de serviços continuará demonstrando resiliência frente à pandemia, a sustentabilidade da recuperação entra em cena quando observamos os dados de emprego e as evidências dos participantes da pesquisa. O aumento do número de infecções antes da distribuição em larga escala das vacinas pode trazer novas restrições e atrasar a recuperação", alerta a Diretora Associada Econômica da IHS Markit, Pollyanna de Lima.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro sobe após a abertura com boas perspectivas para os balanços e dólar avança hoje

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a semana conta com importantes balanços

O melhor do Seu Dinheiro

O Tesouro Direto virou tesouro de tolo? O que mexe com os mercados na semana e outros destaques

O investidor devia estar contente no começo deste ano com o que parecia uma grande oportunidade: investir no Tesouro Direto com um retorno garantido de quase 3,5% ao ano mais a variação da inflação. Naquele momento, as aplicações mais conservadoras de renda fixa estavam com rentabilidade real negativa e o Banco Central indicava que os […]

SEGREDOS DA BOLSA

Esquenta dos mercados: risco fiscal é pano de fundo para semana de Copom, IPCA-15 e balanços domésticos e no exterior

Os próximos dias serão tensos para os investidores, que devem ficar de olho na votação da PEC dos precatórios e medidas do Banco Central contra a inflação

REFORÇANDO O CAIXA

Depois de anunciar emissão de debêntures, 3R Petroleum lança oferta de ações. Entenda o que a empresa pretende fazer com quase R$ 4 bilhões a mais em seu caixa

Empresa de óleo e gás fará ofertas primária e secundária; a previsão é de que o processo de prospecção de investidores interessados se encerre em 4 de novembro

Renda fixa também varia

Terra arrasada no Tesouro Direto: sinônimo de renda fixa, títulos públicos têm perda de até 30% no ano; hora de vender ou de comprar mais?

Tensão nos mercados na última semana jogou juros para cima e preços dos títulos para baixo, mas não é de hoje que o Tesouro Direto sofre com a deterioração fiscal. Entenda o que está acontecendo e o que fazer

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies