Menu
2021-02-26T16:05:38-03:00
Estadão Conteúdo
Esperança

Mundo pode crescer em 2021 mais que 5,5% previstos em janeiro, diz FMI

Kristalina Georgieva também defendeu crédito para empresas e famílias, a partir das circunstâncias de cada país, até a crise de saúde ser superada.

26 de fevereiro de 2021
16:05
shutterstock_1078647266
Kristalina Georgieva - Imagem: Shutterstock

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou que avanços nas vacinas contra a covid-19 e ações "fortes" monetária e fiscal fazem com que o mundo esteja "no caminho da recuperação".

Leia também:

Ela disse que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global neste ano pode mesmo superar os 5,5% projetados pelo Fundo em janeiro, mas também enfatizou incertezas, ao falar durante reunião virtual do G-20 nesta sexta-feira (26).

"As incertezas continuam muito elevadas, já que as vacinações ainda têm um longo caminho pela frente, diante de novas ondas e variantes do vírus", notou ele.

Georgieva destacou uma "preocupante divergência" entre distintos países e também dentro de cada economia, no quadro atual, com os emergentes, exceto a China, mostrando mais fraqueza, enquanto entre os grupos os jovens e com menos qualificação, bem como as mulheres, são atingidos de modo desproporcional com a perda de empregos.

Ela também defendeu ações para combate a mudanças climáticas. Em sua fala, ela cobrou que se acelere a vacinação pelo mundo, "o apoio mais impactante para a recuperação", ao defender parcerias para acelerar a produção e garantir a disponibilidade dos imunizantes "o mais rápido possível".

A diretora-gerente do FMI também defendeu crédito para empresas e famílias, a partir das circunstâncias de cada país, até a crise de saúde ser superada. "E preparem-se para os riscos e consequências inesperadas conforme o apoio político for gradualmente retirado", apontou. "Nós devemos ter aumentos nas falências e nos estresses financeiros, inclusive excessiva volatilidade nos mercados financeiros."

Georgieva também defendeu mais apoio aos países vulneráveis. E disse que o FMI apoia a proposta do comando do G-20 de combater riscos climáticos e considerar um imposto para o meio ambiente.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

entrevista

‘Orçamento está falido e não deveria ser sancionado’, diz Rodrigo Maia

Para ex-presidente da Câmara, governo e Congresso tem responsabilidade por esse Orçamento em que as emendas parlamentares são maiores do que os gastos discricionários

ESTRADA DO FUTURO

O que o mercado está tentando te dizer sobre as ações do Banco Inter (BIDI11)

Como analistas, gastamos cada vez mais tempo avaliando histórias. E se você quer investir bem o seu dinheiro, também deveria fazê-lo

termômetro

Tesla, Robinhood e GM: as apostas do bilionário Jorge Paulo Lemann

Empresário brasileiro respondeu quais seriam os investimentos de curto e longo prazo, em uma espécie de termômetro sobre a confiança em torno do negócio

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies