O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-12-30T07:31:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NOVA DISCUSSÃO

Má notícia para os bancos: governo pode prorrogar aumento do IOF para compensar desonerações

Elevação da taxa para pessoas físicas e jurídicas aconteceu em setembro para compensar despesas com o Auxílio Brasil em 2021

30 de dezembro de 2021
7:31
Homem mexe em calculadora
Imagem: Shutterstock

Os bancos e os tomadores de empréstimos devem ser chamados mais uma vez para ajudar a pagar a conta do rombo fiscal.

O secretário do Tesouro Nacional, Paulo Valle, disse que o governo está discutindo prorrogar a cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre o crédito para compensar a prorrogação da desoneração da folha de pagamentos até 2023, aprovada pelo Congresso Nacional. 

A elevação no tributo foi realizada em setembro para compensar as despesas com o Auxílio Brasil, antes conhecido por Bolsa Família, em 2021. 

Na época, o presidente Jair Bolsonaro decidiu aumentar a alíquota do IOF cobrado em operações de crédito para pessoas jurídicas e físicas entre 20 de setembro a 31 de dezembro de 2021.

Para pessoas jurídicas (PJ), a taxa passou de 0,0041% (referente à alíquota anual de 1,50%) a 0,00559% por dia (referente à alíquota anual de 2,04%).

Enquanto isso, para as pessoas físicas, aumentou de 0,0082% por dia (referente à alíquota anual de 3,0%) a 0,01118% (referente a alíquota anual de 4,08%).

"Discussão está sendo feita. Haverá necessidade de compensação, podemos cancelar alguma redução de tributo", afirmou Valle. 

O secretário chegou a falar que a compensação do benefício poderia ser feita com cortes de despesa. 

A assessoria do Tesouro Nacional, no entanto, corrigiu a informação depois e disse que isso tem que ser feito apenas pelo lado da receita. 

"Compensação exigida pela Lei de Responsabilidade Fiscal é exclusivamente por receita", disse o coordenador-geral de Planejamento e Riscos Fiscais do Tesouro Nacional, Pedro Ivo Ferreira.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

PERSONA NON GRATA

A lista de Putin: veja quem são as pessoas proibidas de entrar na Rússia — Trump escapa, mas Zuckerberg não

Essa lista está sendo considerada um movimento simbólico em resposta às duras sanções impostas pelos países ocidentais pela invasão da Ucrânia, em fevereiro

MADE IN CHINA

Shopee, Shein e AliExpress livre de taxas? Bolsonaro diz que sim e Guedes diz que não!

Chefe do Executivo volta a contrariar o ministro da Economia, Paulo Guedes, que na última semana defendeu o digitax — um imposto que seria aplicado em compras online de fornecedores estrangeiros

BYE BYE GOVERNO!

Privatização vem aí: conselho do PPI altera regras da capitalização da Eletrobras (ELET3); saiba por que mudou

O TCU aprovou na sessão de quarta-feira (18) o processo de privatização da companhia — a proposta do relator venceu por 7 votos a favor e 1 contra

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

SEM LIMITE

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

O chefe do Executivo é alvo de mais de 140 solicitações de impedimento; entenda a decisão da corte máxima

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies