Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-20T06:48:23-03:00
Estadão Conteúdo
queda da criptomoeda

Investidores estão tirando dinheiro do bitcoin para comprar ouro, segundo análise

Fluxo de quatro semanas de dinheiro institucional para os fundos do bitcoin ficou negativo pela primeira vez no final de abril, logo depois que o ativo atingiu seu novo recorde de US$ 64 mil

20 de maio de 2021
6:48
ouro
Imagem: Shutterstock

Alguns investidores consideram o bitcoin um ativo semelhante ao ouro, uma reserva de valor que se manterá em tempos de inflação e impressão de dinheiro pelos bancos centrais.

O argumento convenceu grandes administradores de fundos de hedge, como Stanley Druckenmiller, a aderirem à criptomoeda, e ajudou a elevar o preço para mais de US$ 60 mil no mês passado.

Embora Druckenmiller e outros digam que o bitcoin não pode substituir totalmente o ouro, alguns analistas descobriram que ele tem roubado o espaço do metal. Mas a maré pode estar mudando, pelo menos no curto prazo.

Investidores têm retirado dinheiro de futuros e fundos de bitcoin e colocado mais em ouro, de acordo com uma análise do estrategista da J.P. Morgan Nikolaos Panigirtzoglou. É uma mudança em relação aos dois trimestres anteriores, escreveu ele.

O fluxo de quatro semanas de dinheiro institucional para os fundos do bitcoin ficou negativo pela primeira vez no final de abril, logo depois que o ativo atingiu seu novo recorde de US$ 64 mil. Não está imediatamente claro por que as instituições estão começando a retirar dinheiro, mas claramente houve uma corrida para as saídas no mês passado.

"Talvez os investidores institucionais estejam fugindo ao verem seu fim de tendência de alta de dois trimestres anterior e, assim, buscar a estabilidade do ouro tradicional longe da rápida redução do câmbio digital", escreveu Panigirtzoglou. "Ou talvez vejam o preço atual do bitcoin como muito alto em relação ao ouro e, portanto, façam o oposto do que fizeram nos dois trimestres anteriores", ou seja, vender a criptomoeda para comprar o metal".

O bitcoin caiu para seu nível mais baixo desde fevereiro hoje, atingindo uma mínima de US$ 36.219, queda de 44% em relação a uma alta de todos os tempos de US$ 64.829 no mês passado.

O mercado vem caindo desde que Elon Musk começou a questionar os impactos ambientais negativos do bitcoin, há cerca de uma semana. Um catalisador mais recente pode ter sido a decisão da China de reiterar sua proibição de instituições financeiras facilitarem transações criptográficas.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

GÁS NA TRAMITAÇÃO

Projeto de lei pode conter alta dos combustíveis, mas precisa ser aprovado ainda este ano, defende relator

A medida, que cria um programa de estabilização do valor do petróleo e derivados, foi a forma encontrada para amenizar a alta dos preços sem interferir na política da Petrobras

CARNE FORTE

Marfrig sobe mais de 5% hoje, mas ainda deve saltar 60% nos próximos meses, projeta Bank of America

O Bank of America recalculou as projeções financeiras para o próximo ano e vê a empresa lucrando muito mais do que o previsto no cálculo anterior

DESTAQUES DO DIA

Varejo abaixo do esperado derruba Magazine Luiza (MGLU3), mas companhias aéreas sobem forte com vacinas eficazes contra a ômicron

Enquanto o Magalu recua mais de 8%, as empresas do setor aéreo aproveitam para engatar uma recuperação

bitcoin (BTC) hoje

O rali de fim de ano do bitcoin (BTC) derrapou. E você, novato em criptomoeda, pode ser o culpado

O movimento de queda do bitcoin das últimas semanas veio dos novos investidores em cripto, chamados de short-term holders, segundo a Glassnode

DE OLHOS BEM FECHADOS

O IPO do cheque em branco chega ao Brasil: Alvarez & Marsal quer fazer oferta pública para lançar Spac na B3

Modalidade existe há mais de 20 anos nos EUA, mas ainda é inédita no Brasil; entenda como funciona

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies