🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Estadão Conteúdo
Nova tentativa

Guedes afirma que programa de emprego para jovens terá crédito extraordinário de até R$ 3 bilhões

Segundo ministro, a alternativa foi pensada como forma de enfrentar os efeitos da pandemia no nível de desocupação de jovens, que aumentou no período

Guedes
O ex-ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o programa para impulsionar a geração de empregos ente jovens, chamado de BIP, será bancado por meio de crédito extraordinário, que fica fora do teto de gastos, a regra que limita o avanço das despesas à inflação.

Segundo ele, o valor será baixo, entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões. O uso de crédito extraordinário para bancar os custos do BIP em 2021 foi antecipado pelo Broadcast em maio.

"É o caso ainda de enfrentamento da pandemia, porque a incidência de desemprego foi muito forte sobre esses jovens. Mas é um crédito extraordinário relativamente baixo", disse Guedes em entrevista a jornalistas na sede do Ministério.

Segundo ele, o serviço social voluntário - iniciativa a ser lançada pelo recém-criado Ministério do Trabalho e Previdência para permitir o emprego dessa mão de obra no setor público - também viria no mesmo regime.

O BIP seria um bônus de R$ 275 mensais pago ao jovem de 18 a 29 anos que ingresse em uma das vagas específicas do programa. Outros R$ 275 seriam pagos pela empresa que admite o jovem trabalhador.

A partir de 2022, o BIP seria bancado com recursos do Sistema S, mas essa proposta enfrenta resistência das entidades. O texto ainda não foi votado pelo Congresso Nacional.

A equipe econômica espera criar "mais de 2 milhões de empregos" com a iniciativa. Na entrevista, o ministro também destacou que o objetivo do governo na reforma do Imposto de Renda é reduzir a carga sobre as empresas.

Veja como a reforma tributária impacta os seus investimentos:

No texto, o governo propôs reduzir o IRPJ e retomar a cobrança de imposto sobre lucros e dividendos distribuídos à pessoa física, com uma taxa de 20%.

A taxação de lucros e dividendos enfrenta resistências, e a equipe econômica já concordou em manter isentos os valores repartidos por micro e pequenas empresas do Simples Nacional.

"Os super-ricos pagam zero no IR alegando que já pagaram na empresa. Estamos dizendo que se (o lucro) ficar na empresa, vai pagar menos. Se for para o sócio, vai pagar (tributo sobre lucros e dividendos)", disse Guedes.

"Enquanto o dinheiro estiver na empresa, criando emprego, renda, inovações, investimentos, o imposto é de 20%. É dos mais baixos do mundo. Vamos tentar levar para 20%. Vai levar para 21,5% nos primeiros dois anos, mas a ideia é levar para 20%", disse.

Compartilhe

Recessão na Rússia

“Geração Putin” está sofrendo as consequências do isolamento econômico do país com menos oportunidades de trabalho e educação

22 de junho de 2022 - 10:35

Saída em massa das multinacionais e mudanças estruturais no sistema educacional do país estreitam as perspectivas dos jovens russos

MERCADO DE TRABALHO

Dependendo da gorjeta: Uber, iFood e Rappi não oferecem remuneração adequada, revela pesquisa

17 de março de 2022 - 17:52

Levantamento feito pelo projeto Fairwork Brasil, ligado à universidade de Oxford, revelou que quem depende do trabalho por meio de plataformas não encontra as melhores condições

Tendências da bolsa

AGORA: Em linha com exterior negativo, Ibovespa futuro abre em queda e dólar sobe hoje; bitcoin (BTC) aprofunda queda do fim de semana

24 de janeiro de 2022 - 9:07

Na agenda da semana, a inflação medida pelo IPCA-15 e pelo PCE, nos Estados Unidos, são o grande destaque dos próximos dias

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha Nova York, enquanto dólar sobe para R$ 5,44

21 de janeiro de 2022 - 9:12

Com agenda esvaziada, tanto por aqui quanto no exterior, investidores devem ficar de olho no último dia do Fórum Econômico Mundial, enquanto aguardam reunião do Fed, agendada para a semana que vem

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em alta puxado por Nova York e dólar recua a R$ 5,46; confira

20 de janeiro de 2022 - 9:05

O dia é esvaziado, tanto no cenário doméstico quanto no exterior; investidores aguardam reunião do Fed semana que vem

FOCO NO TECH

Empregos da área de tecnologia são os mais promissores para 2022; veja a lista completa de oportunidades

19 de janeiro de 2022 - 12:00

Segundo a lista Empregos em alta em 2022 do LinkedIn, o setor de tecnologia e computação se destaca nas profissões mais promissoras para este ano, seguido por marketing, vendas e experiência do usuário

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro avança próximo da estabilidade e dólar cai de olho no exterior positivo e nos balanços dos bancos de hoje

19 de janeiro de 2022 - 9:09

As commodities permanecem em rota de valorização, com o petróleo e o minério de ferro em destaque hoje

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda com cenário externo negativo e greve dos servidores pressiona local; dólar sobe

18 de janeiro de 2022 - 9:08

O balanço de grandes bancos dos EUA, como o Bank of America e o Goldman Sachs, permanece no radar do investidor internacional hoje

Tendências da bolsa

AGORA: Prévia do PIB vem acima do esperado, mas Ibovespa futuro abre em queda e dólar avança pela manhã

17 de janeiro de 2022 - 9:09

O PIB da China animou os mercados nesta segunda-feira, com resultados acima do esperado pelos analistas

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em leve queda, mesmo com dados do varejo acima do esperado; dólar opera com estabilidade

14 de janeiro de 2022 - 9:12

O exterior opera sem direção definida pela manhã, antes dos balanços de grandes bancos nos Estados Unidos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar