🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O SEU CAPITAL POR 7,5X COM 1 CLIQUE – CONHEÇA A FERRAMENTA

Eslen Brito
Eslen Brito
Repórter multimídia do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Rádio Alpha FM e pela Jornalismo Júnior.
Recessão na Rússia

“Geração Putin” está sofrendo as consequências do isolamento econômico do país com menos oportunidades de trabalho e educação

Saída em massa das multinacionais e mudanças estruturais no sistema educacional do país estreitam as perspectivas dos jovens russos

Eslen Brito
Eslen Brito
22 de junho de 2022
10:35 - atualizado às 0:05
kremlin
Sede do governo russo. Imagem: Getty Images.

Os jovens russos entre 17 e 25 anos cresceram num ambiente muito diferente do de seus pais, com livre acesso a grandes símbolos do capitalismo ocidental — como o McDonald’s e o Instagram. Mas, no lado político, não houve grandes mudanças: durante sua vida escolar e acadêmica, essa camada da população teve apenas Vladimir Putin como presidente.

Mas, com a guerra na Ucrânia e as inúmeras sanções impostas ao governo de Moscou, tais marcas já não são mais acessíveis no país e essas pessoas estão conhecendo agora uma Rússia bem diferente da vista ao longo de suas vidas.

Aqueles que querem ingressar no ensino superior e no mercado de trabalho estão enfrentando muitos desafios. Desde a invasão ao país vizinho, multinacionais saíram massivamente do país, deixando um exército de desempregados. 

“Muitas companhias multinacionais prometeram carreiras estáveis por meio do mérito, no típico modelo do capitalismo ocidental", disse Andrew Lohsen, especialista em Europa, Rússia e Eurásia, ao Insider. “Essas oportunidades estão sumindo conforme as companhias deixam a Rússia. Enquanto isso, setores da indústria que ofereciam altos salários estão se enfraquecendo pelas sanções”, disse ele.

Um novo ensino superior 

E os desafios não param por aí. Desde 6 de junho, a Rússia abandonou o Processo de Bolonha, um sistema educativo criado em 1999 que permitiu a criação do Espaço Europeu do Ensino Superior (EEES). 

O sistema unificava padrões educacionais em toda a Europa e, até então, integrava 49 países com “diferentes tradições políticas, culturais e académicas”, segundo a informação disponibilizada no respectivo portal.

O Processo de Bolonha possibilita a livre circulação de estudantes, professores e gestores universitários, além de fomentar a competitividade das instituições europeias no mercado educativo global. A Rússia havia aderido ao sistema em 2003.

Contudo, a União Russa de Reitores se pronunciou, em março, em favor da invasão à Ucrânia. Em abril, o grupo de Bolonha suspendeu os direitos de representação da Rússia e da Bielorrússia nas instituições e atividades do sistema educativo europeu devido a essa ofensiva militar.

Um mês depois, o ministro russo da Ciência e do Ensino Superior, Valery Falkov, anunciou a saída da Rússia do Processo de Bolonha e afirmou que, “nessa nova fase”, a Rússia desenvolverá seu próprio sistema de ensino superior.

Um caminho que pode reduzir oportunidades

A medida deve dificultar o acesso dos jovens a oportunidades educacionais no exterior e, possivelmente, prejudicar sua competitividade no mercado de trabalho. Além disso, o processo também pode agravar o isolamento econômico do país, já que empresas podem preferir não contratar russos por desconfiarem da qualidade do novo modelo de ensino.

“O nosso próprio sistema único de ensino baseado em interesses econôómicos nacionais e centrado na expansão das possibilidades para cada estudante é o futuro”, afirmou o ministro. Ele também assegurou um período de transição para o novo sistema, cujos detalhes ainda não foram divulgados.

“O que estamos vendo é a politização do sistema educacional para que ele se estruture de cima para baixo. Deve haver uma forte mudança na educação russa, na direção de adotar uma narrativa estatal, excluindo dúvidas ou alternativas e punindo aqueles que andem ‘fora da linha’”, acredita Lohsen.

Insatisfação da ‘geração Putin’

Segundo Lohsen, o governo de Moscou aproveita  sua influência nas mídias de massa para promover uma forte propaganda em favor de uma estruturação da sociedade em torno do Estado, do exército e da igreja.

Desde o anúncio da guerra na Ucrânia, jovens insatisfeitos com as políticas de Putin deixaram o país. No entanto, fatores como vistos de longo prazo, empregabilidade e recursos financeiros podem dificultar muito suas estadias fora da Rússia, já que as sanções ao país prejudicam o acesso dos cidadãos a alguns serviços.

Compartilhe

ATENÇÃO, CONCURSEIROS!

Concurso unificado do TSE ganha novas datas para aplicação das provas  – inscrições terminam na quinta-feira; confira o cronograma

16 de julho de 2024 - 13:43

É a segunda mudança no edital do concurso unificado do TSE, que já foi modificado para ampliar o número de vagas. O processo seletivo oferece 412 oportunidades, com salários de até R$ 13,9 mil

OPORTUNIDADE ÚNICA

Inscrições para o concurso público do Itamaraty começam hoje; veja como participar

15 de julho de 2024 - 16:51

O concurso público para se tornar um diplomata ocorre uma vez ao ano. O processo seletivo oferece 50 vagas com salários de até R$ 20,9 mil

PRIMEIRO EMPREGO

Termina hoje processo seletivo do TRT-SP; veja as oportunidades de estágios e trainees com bolsa-auxílio de até R$ 2,5 mil

15 de julho de 2024 - 11:03

Os aprovados nos programas de estágio devem começar a atuar a partir do segundo semestre de 2024; as inscrições ocorrem durante todo o ano

PRIMEIRO EMPREGO

TIM, TRT-SP, B3 e mais empresas têm vagas para estágio e trainee; veja oportunidades com bolsa-auxílio de até R$ 8 mil

8 de julho de 2024 - 11:03

Os aprovados nos programas de estágio devem começar a atuar a partir do segundo semestre de 2024; as inscrições ocorrem durante todo o ano

TRILHAS DE CARREIRA

Post acalorado no LinkedIn: será que vale a pena desabafar sobre sua demissão?

7 de julho de 2024 - 8:00

Antes de partir para uma análise, quero compartilhar meu mapa mental, que pode guiar sua decisão de postar (ou não) o seu “textão”

ENSINO SUPERIOR

Quer estudar no exterior? Nova lei equipara intercâmbio internacional a estágio; entenda como vai funcionar

5 de julho de 2024 - 18:02

Antes, a validação de atividades no exterior era possível apenas para atividades de extensão, monitoria e iniciação científica

ATENÇÃO, CONCURSEIROS

Governo Federal atualiza edital do Enem dos concursos públicos; confira todas as mudanças do CPNU

5 de julho de 2024 - 15:15

O Enem dos concursos públicos foi adiado devido às enchentes no Rio Grande do Sul. Candidatos têm até domingo para solicitar alteração no local de provas e reembolso da taxa de inscrição

ÚLTIMA CHAMADA

Inscrições para concurso público temporário do Ministério da Gestão encerram amanhã; veja como participar

3 de julho de 2024 - 14:03

O concurso público do Ministério da Gestão disponibiliza 200 vagas para cargos de nível superior; inscrições haviam sido adiadas para ampliar participação

NÃO TEM MAIS ‘SEXTOU’

Governo da Grécia vai na contramão e impõe polêmica semana de trabalho de seis dias

2 de julho de 2024 - 14:33

País europeu quer aumentar a produtividade reduzir a escassez de trabalhadores qualificados

ATENÇÃO, CONCURSEIROS

Correios anunciam primeiro concurso público em 13 anos e aprovam PDV; confira quem pode participar

2 de julho de 2024 - 13:35

A previsão é que o concurso público dos Correios preencha 3,2 mil vagas; PDV seria demanda de funcionários da estatal, de acordo com presidente

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar