Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-16T18:57:29-03:00
Agência Brasil
Na luta para recuperação

Faturamento do turismo brasileiro cresce 47% em maio, mas ainda é inferior ao nível pré-pandemia

O transporte aquaviário foi o único que conseguiu superar o patamar observado antes da chegada do coronavírus ao país

16 de julho de 2021
18:57
Turismo Turista Rio de Janeiro
Imagem: Shutterstock

O setor de turismo brasileiro registrou em maio, último mês com dados consolidados, faturamento de R$ 9,6 bilhões, 47,5% superior ao de maio do ano passado.

No entanto, em comparação ao mesmo mês de 2019, antes do início da pandemia de covid-19, houve redução de 31,2% no faturamento do setor. Os dados, divulgados hoje (16), são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em maio, o transporte aquaviário foi o único, entre os seis grupos de atividades analisados pela FecomercioSP, que conseguiu superar o patamar pré-pandemia, com alta de 20% no faturamento em relação ao mesmo mês de 2019.

O transporte aéreo registra a maior queda em relação a 2019, de 50,5% – variação similar à da redução da demanda de passageiros, na mesma comparação, de 43%.

Em maio de 2021, os restaurantes e alojamentos faturaram R$ 2,8 bilhões, 33,5% abaixo do obtido no mesmo mês em 2019, com variação muito próxima do grupo atividades culturais, recreativas e esportivas (-33,8%), também afetado pelo isolamento social.

O conjunto de atividades de locação de veículos, agências e operadoras de turismo registrou queda de 13,2% em maio em relação a 2019, e o setor de transporte terrestre, redução de 6,6%.

Foco na vacinação

“A vacinação ainda é a principal variável para os turistas voltarem a viajar com segurança e para os empresários se planejarem de forma mais sólida”, diz, em nota, a FecomercioSP.

“Iniciativas como a redução das restrições, a ampliação das ofertas dos serviços turísticos e a aceleração da vacinação em todo o país são fundamentais para uma melhora gradativa e mais consistente do setor”, acrescenta a entidade.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De olho na expansão

Aegea quer muito entrar no mercado mineiro, conta presidente da líder do setor privado em saneamento

Confira a entrevista com Radamés Cassab, que vem imprimindo um ritmo agressivo de aquisições à companhia

exchange de cripto na bolsa

Binance está “em rota” de fazer um IPO, segundo CEO da corretora

Para fazer um IPO mais tradicional, a Binande deve mexer significativamente nas bases da empresa. “Estamos montando essas estruturas”, disse ele

Questionário do bc

Banco Central publica questionário que servirá de base para próxima reunião do Copom

O BC também avisou que republicou o “Ranking de Reclamações de Bancos e Financeiras” referente ao segundo trimestre de 2021

Expandindo a carteira digital

De olho no open banking, PicPay compra Guiabolso e expande ainda mais a carteira

O PicPay comprou o Guiabolso e, com isso, tornou-se player relevante nas discussões de open banking, além de dar continuidade à expansão

Acordo fechado

Samarco e advogados entram em acordo para reduzir honorários em mais de 80%

Até então, uma decisão na justiça tornava a administração judicial do processo a mais cara da história

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies